quinta-feira, 31 de março de 2011

AFA - Novos Sócios

A grande notícia do evento realizado sábado último foi a admissão de 17 novos sócios, os quais têm relacionamentos familiares com Josélia e com Lúcia

Indicações de JOSÉLIA
GLAUCO CHAGAS DE ALMEIDA
GABRIEL CHAGAS DE ALMEIDA
FELIPE FERNANDES DE ALMEIDA
MARIA EDUARDA AQUINO DE ALMEIDA
LUCAS ARAÚJO DE ALMEIDA
LIA SOARES DE ALMEIDA
FRANCISCO WALDO DE ALMEIDA FILHO
CASSIA AQUINO
CARLOS ANTONIO SOARES
MARIA LIZELIA SÁ E ALMEIDA SOARES
MILENE VENANCIO DE ALMEIDA
FRANCISCO ADRIANO DE ALMEIDA
ARNALDO FELIPE DE ALMEIDA
DIANE FERNANDES DE ALMEIDA

Indicações de Lúcia
FELIPE JOSE ALMEIDA QUEIROZ
GABRIELE ALMEIDA MOREIRA


A AFA se sente honrada e feliz pela admissão desses novos sócios e lhes deseja as boas vindas.

"ORÉLIO"

Testículo.... .......... ......... ...Texto pequeno
Diabetes.... ......... ......... ...Dançarinas do diabo
Abismado.... ......... ......... Aquele que caiu num abismo
Pressupor... ......... .......... ..Colocar preço em algo
Missão....... ......... ......... ...Missa prolongada
Padrão....... ......... ......... Padre muito alto
Estouro..... ......... ......... .Touro que virou boi
Democracia.. ......... ......... Sistema de governo do inferno
Barracão..... ......... ......... Proíbe a entrada de cachorros
Homossexual. .......... ......... .Sabão para partes íntimas
Ministério... ......... ......... Pequeno aparelho de som
Edifício..... ......... ........Antônimo de 'é fácil'
Detergente.. .......... ......... .Ato de prender humanos
Armarinho... ......... ......... Vento que vem do mar
Eficiência... ......... ........Estudo das propriedades do 'F'
Conversão.... .......... ......... Papo prolongado
Barganhar... ......... ......... ..Receber de herança um bar
Fluxograma.. ......... ......... Direção em que cresce o capim
Halogênio.... ......... ........Cumprimento a um gênio
Expedidor... ......... ......... Antigo mendigo
Luz solar....... ......... .......Sapato com luz na sola
Cleptomaníaco. ......... ........Fã de Eric Clapton
Tripulante.. ......... ......... Especialista em salto triplo
Aspirado.... ......... ......... .Carta de baralho maluca
Cerveja..... ......... .......... O sonho de toda revista
Regime militar..... ......... ....Dieta feita no exército
Bimestre.... ......... ......... .Mestre em duas artes marciais
Caçador...... .......... ........Quem procura ter dor
Volátil...... ......... ........Avisa ao tio que vai lá
Assaltante.. ......... ......... Um 'A' que salta
Determine... ......... .......... ..Prender a namorada do Mickey
Pornográfico. ......... ......... .O mesmo que por no desenho
Coordenada.. ......... ......... Que não tem cor
Presidiário.. ......... .........Que é preso todos OS dias
Ratificar... ......... ......... Tornar-se um rato
Suburbanos.. ......... ......... ..Habitantes de túneis do metrô
Violentamente. .......... .......Viu bem devagar
Contribuir.. ......... ......... .Ir com vários índios

quarta-feira, 30 de março de 2011

JOSÉ ALENCAR



Morre um Homem, fica uma história
morre um Guerreiro, fica um exemplo

terça-feira, 29 de março de 2011

FOTOS DO ENCONTRO






Diálogo entre ciência e fé

Frei Betto
Escritor e assessor de movimentos sociais

Fé e ciência nem sempre tiveram um bom diálogo. As primeiras respostas às indagações do ser humano a respeito do cosmo, dos fenômenos naturais e da vida, foram dadas pela religião. Xamãs, feiticeiros, gurus e sacerdotes faziam a mediação entre o Céu e a Terra.

A religião é filha da fé e a ciência, da razão. Frente às pesquisas científicas dos gregos antigos a religião mirou com os olhos da desconfiança. Não admitia que os fatos narrados na Bíblia fossem apenas mitos e símbolos, sem base científica, como a existência de Adão e Eva, a construção da Torre de Babel e o Dilúvio Universal.

Durante 1.300 anos a Igreja se apegou à cosmologia de Ptolomeu (90-168), adequada à crença de que a Terra é o centro do Universo, no qual Deus se encarnou em Jesus.

Se a fé parte de verdades reveladas que, por sua vez, exigem adesão de fé, sem comprovação experimental, a ciência é o reino da dúvida e se apóia em pesquisas empíricas. A fé apreende a essência das coisas; a ciência, a existência.

Para a ciência, não importa quem ou o por quê, importa o como. A ela não interessa quem criou o Universo e qual a finalidade de nossas vidas. Quer saber como funcionam as leis cosmológicas, como as forças da natureza interagem entre si, como retardar o envelhecimento de nossas células, ampliando nosso tempo de vida.

O diálogo entre fé e ciência iniciou-se quando, na modernidade, a razão se emancipou da religião. Copérnico, Galileu e Giordano Bruno que o digam. Houve atritos e condenações recíprocas, até que a extensa obra do jesuíta Pierre Teilhard de Chardin (1881-1955) – geólogo, paleontólogo e teólogo – fez a Igreja Católica reconhecer que a fé pode não estar de acordo com o uso que se faz de descobertas científicas, como a fissão do átomo para a construção de ogivas nucleares, mas jamais negar a autonomia da ciência e o modo como ela desvenda os mistérios da natureza.

Nesse intuito de atualizar o diálogo entre a ciência e a fé é que a editora Agir reuniu, durante três dias, em hotel do Rio, o físico teórico Marcelo Gleiser e eu, mediados por Waldemar Falcão, espiritualista e pesquisador de fenômenos esotéricos. De nosso encontro resultou o livro "Conversa sobre a fé e a ciência”, que chegou esta semana às livrarias.

Marcelo Gleiser é originário de família judia, formado em física pela PUC-Rio e, hoje, professor e pesquisador na Universidade de Dartmouth, nos EUA. Autor de excelentes obras, como a recente "Criação Imperfeita” (Record), Gleiser considera-se agnóstico. Surpreendeu-me seus conhecimentos de história das religiões e de como elas se relacionam com a ciência.

Não tenho formação científica, mas muito cedo me interessei pelas obras de Teilhard de Chardin. Em 1963 publiquei apostilas sobre seu pensamento, hoje reunidas no livro "Sinfonia Universal – a cosmovisão de Teilhard de Chardin”, cuja nova edição a Editora Vozes fará chegar às livrarias ainda este ano.

Mais tarde, vi-me obrigado a me improvisar em professor de química, física e biologia num curso supletivo. O dever virou prazer e me levou a escrever "A obra do Artista – uma visão holística do Universo”, cuja nova edição a José Olympio prepara para o segundo semestre.

Gleiser leu meus livros e eu os dele, o que favoreceu o nosso diálogo, no qual houve mais convergência que divergência, sobretudo no que concerne à correta postura da ciência diante da fé e da fé diante da ciência.

São esferas independentes, autônomas e que, no entanto, encontram suas sínteses em nossas vidas. Ninguém prescinde da ciência e de sua filha dileta, a tecnologia, assim como todos têm uma dimensão de fé, ainda que restrita ao amor que une marido e mulher.

Marcelo Gleiser e eu coincidimos que a finalidade da ciência não é obter lucros (vide as indústrias farmacêuticas e bélicas), e nem a da fé impor verdades (vide o fundamentalismo) ou arrecadar fundos (Jesus é o caminho, mas o padre ou pastor cobram o pedágio...).

Ciência e fé servem para nos propiciar qualidade de vida, conhecimento da natureza e sentido transcendente à existência. Se pela fé descobrimos a origem e a finalidade do Universo e da vida e, pela ciência, como funcionam um e outro, tudo isso pouco importa se não nos conduz ao essencial: a uma civilização na qual o amor seja também uma exigência política.

[Frei Betto é escritor, autor, em parceria com Marcelo Barros, de "O amor fecunda o Universo – ecologia e espiritualidade” (Agir). site: http://www.freibetto.org/ - twitter:@freibetto

Enviado por Juciara Melo, Salvador/Ba

segunda-feira, 28 de março de 2011

Da fuga de Chernobyl para jogadora mais bem paga do planeta


É fato que Maria Sharapova é uma das mais lindas atletas do esporte mundial, mas tão atraente quanto a beleza desta russa de 23 anos é sua história de vida, que começa com uma fuga do desastre nuclear em Chernobyl. Em 1986, três meses após o desastre da usina nuclear, uma nuvem radioativa se aproximava da cidade de Nyagan, na Belarus. Grávida de Maria, a mãe Yelena e o pai Yuri decidiram deixar o local que ficava a 120 quilômetros da usina para viverem na fria região da Sibéria. Ali, em uma das regiões mais frias do planeta, nasceu a filha do casal. Em seguida, a família Sharapova se mudou para Sochi, onde Maria Sharapova tem o primeiro contato com o tênis ainda aos dois anos de idade. Ver em tamanho maiorVEJA AS IMAGENS DA MUSA RUSSAFoto 8 de 17 - No detalhe: boca da musa russa após vitória no torneio de Doha, em 2008 AFP PHOTO/KARIM JAAFARA insegurança que o Japão enfrenta atualmente com suas usinas nucleares não ficaram alheios à tenista, que ainda hoje colabora com doações para entidades ligadas à catástrofe de Chernobyl. “Espero que a radiação baixe. O mais importante agora é que ela não se espalhe, não apenas no Japão, mas em qualquer outro lugar”. Aos seis anos de idade o Yuri levou a filha para treinar tênis na Flórida, a convite da ex-campeã Martina Navratilova. Lá, a russa passou a treinar na academia que formou Andre Agassi, Monica Seles e Anna Kournikova. O caminho para o topo do mundo seria percorrido ao longo da década seguinte, quando em 2005 se tornou a número um do ranking da WTA. A beleza russa chamou a atenção também fora das quadras e Sharapova logo foi elevada à condição de musa do esporte. Contratos publicitários surgiram e seu rosto se tornou um dos mais conhecidos do tênis mundial. Ensaios fotográficos sensuais são coisas rara na atuação de Sharapova fora das quadras, mesmo assim a tenista foi a atleta que mais faturou no ano de 2010, contabilizando prêmios e, claro, contratos publicitários

ENCONTRO DA AFA

O primeiro encontro da AFA, realizado no último dia 26 foi maravilhoso, tivemos a presença de muitos membros da Associação que tornaram o Encontro agradabilíssimo, foram momentos de muita descontração, brincadeiras, sorteios, e discussão de assuntos pertinentes a nova gestão fizeram haver uma grande interação entre os presentes.
O sucesso do encontro também se deve a um número expressivo de ingresso de novos sócios, tivemos 16 novas adesões, e recebemos os novos sócios com muita satisfação e carinho.

Agradecemos a Nossa Senhora por ter nos dado esse momento de Felicidade.

Abraços a Todos

A Diretoria

OBS:Em breve postaremos as fotos

domingo, 27 de março de 2011

sábado, 26 de março de 2011

MARIA DE MINHA INFÂNCIA



Fonte: www.youtube.com

ENCONTRO DA AFA

O primeiro encontro da AFA de 2011 será realizado hoje dia 26 de março a partir das 16:00 horas, na Sociedade de Assistência aos Cegos (Instituto dos Cegos), localizada na rua Pe. Anchieta 1400, esquina com Bezerra de Menezes, no bairro São Gerardo. Local de trabalho de nossa Presidente Josélia Almeida. A AFA oferecerá um lanche aos Participantes.

A sua presença é imprescindível, pois trataremos de temas importantes como as propostas de passeios e futuros encontros.

Nos encontramos lá!

Um forte abraço a Todos.

A Diretoria

sexta-feira, 25 de março de 2011

gravidez depois dos 40


A sociedade passa hoje por transformações marcantes no que diz respeito às atitudes dos homens e das mulheres. Hoje em dia é muito comum os dois trabalharem e assumirem responsabilidades iguais. Cada vez mais as mulheres se preocupam com a realização profissinal e consequentemente adiam tanto o casamento quanto os projetos de maternidade.

Outra mudança importante é o fato de a mulher não se ver mais obrigada a permanecer casada quando chega a conclusão de que o relacionamento se esgotou. Um novo casamento pode acontecer, e logo o desejo de um filho com o novo parceiro. Tanto que, nas clínicas de infertilidade, um dos principais motivos para se tentar recanalizar uma trompa ligada anteriormente é um novo casamento ou relacionamento.

Como a fertilidade geral da mulher decai a partir de 35 anos, é comum ocorrer dificuldade em engravidar, principalmente após os 40 anos.

Um grande avanço na medicina foi a Fertilização In-Vitro. Hoje é possível que mulheres na fase prei-menopausa ou menopausa recente consigam ter filhos através dos programas de doação de óvulos.

As mulheres com 37 anos ou mais apresentam uma chance maior de ter filhos com alterações genéticas, principalmente síndrome de Down. Esse risco se acentua muito após os 42 anos. Todas as grávidas com mais de 37 anos devem ser orientadas sobre a possibilidade de se realizar uma biópsia de vilo corial para saber se existe alguma alteração cromossômica com seu bebê.

Apesar da gestação após os 40 anos ainda ser considerada de risco, o grande desenvolvimento da medicina nos últimos anos tem criado condições para que essas gestações sejam bem acompanhadas. Geralmente equipes compostas por obstetras, clinicos gerais e pediatras atuam em harmonia para dar mais segurança ao casal.

O mais importante é você converssar com o seu médico para estabelecer desde o início um acompanhamento adequado às suas condições. Cada mulher tem seu histórico. O desenvolvimento da gravidez após os 40 anos será diferente de caso para caso. Por exemplo: o desenrolar da gravidez será diferente se você já teve um filho ou se é a sua primeira vez.

Fonte:www.materdei.com.br

quinta-feira, 24 de março de 2011

Pensamento de um grande Homem


"Não há carcere bonito, nem amores feios".Sergio Vieira de Mello

Fonte:pensador.uol.com.br

CONJUNTIVITES


O QUE É A CONJUNTIVA ?

A conjuntiva é uma membrana mucosa, fina e transparente, que recobre a parte de dentro das pálpebras e a superfície da esclera, que é a porção branca do olho. Devido a sua localização, a conjuntiva é constantemente exposta aos mais diversos tipos de microorganismos e agressões do meio ambiente. Mesmo assim, existem vários mecanismos de proteção que impedem com que a conjuntiva sofra maiores danos. Dentre eles, as lágrimas, por exemplo, desempenham um papel fundamental nessa proteção, pois possuem inúmeros componentes químicos que podem inibir o crescimento bacteriano. Além disso, agem junto com reflexo do piscar, lavando a superfície ocular e retirando quaisquer detritos que venham a se acumular. A superfície da conjuntiva está também sendo continuamente desepitelizada, ou seja, sofrendo uma espécie de descamação, o que dificulta a permanência das bactérias na superfície do olho.

O QUE É A CONJUNTIVITE ?

A inflamação da conjuntiva é chamada de conjuntivite, e é uma das doenças oculares mais comuns. As conjuntivites podem ocorrer quando algum dos mecanismos de proteção falha, permitindo com que ocorra a proliferação na conjuntiva de bactérias, vírus ou fungos, por exemplo. Além disso, vários outros fatores podem desencadear uma conjuntivite, como: infecções parasitárias, alergias, produtos químicos, drogas, medicamentos, doenças sistêmicas, além das conjuntivites de causas desconhecidas, só para citar alguns exemplos.

SINTOMAS E SINAIS DAS CONJUNTIVITES

Os sintomas e sinais mais comuns das conjuntivites são: sensação de areia nos olhos, queimação, peso nas pálpebras, coçeira, e vermelhidão. Em algumas conjuntivites as córneas podem também serem afetadas, o que poderá provocar ou não a sensação de dor e/ou intolerância à luz, dentre outros sintomas e sinais. Lembre-se de que esses sintomas e sinais não são exclusivos das conjuntivites, e que a intensidade e o aparecimento de um ou outro sintoma ou sinal dependerá de vários fatores, principalmente do tipo de conjuntivite que a pessoa apresenta.

TRATAMENTO

A maioria das conjuntivites tendem a ser auto-limitadas, ou seja, curam-se espontâneamente no período de alguns dias ou semanas. Porém, algumas conjuntivites necessitam de tratamento com medicamentos e/ou acompanhamento médico constante, ou podem ser a expressão de alguma doença sistêmica ou alguma outra patologia. Por isso, é de fundamental importância que o paciente consulte seu médico oftalmologista, pois só ele poderá fazer o diagnóstico correto e prescrever o tratamento que seja necessário. Lembre-se de que você nunca deve se auto-medicar, pois como as conjuntivites podem apresentar sintomas muito parecidos, nem sempre o medicamento que serviu para algum conhecido seu servirá para você também. A auto-medicação poderá trazer conseqüências sérias para o paciente, como a resistência dos microorganismos aos medicamentos, levando à falência do tratamento com um possível final desastroso para seu olho . A auto-medicação poderá também mascarar alguns sintomas, o que pode confundir o diagnóstico do médico.
Como medidas gerais de prevenção, evite ao máximo o contato físico direto com pessoas com conjuntivite, ou com objetos usados por elas. Evite freqüentar locais fechados, quentes e aglomerados. Lave freqüentemente as suas mãos, principalmente antes de manusear seus objetos pessoais e antes de levar as mão aos olhos. Não use lenços de pano, e sim lenços de papel descartáveis, um para cada olho. A higiene das crianças também deverá ser redobrada para que a mesma não venha a se contaminar, nem se transformar em um foco de disseminação da doença.

Fonte:www.sac.org.br

quarta-feira, 23 de março de 2011

INFORMATIVO

ASSOCIAÇÃO DA FAMÍLIA ALMEIDA (AFA)


Informativo 2011.1


Como de costume a Associação da Família Almeida (AFA) realiza quatro encontros anuais para reunir os familiares e Amigos para agradáveis momentos de congraçamento e descontração.

O primeiro encontro de 2011 será realizado no próximo dia 26 de março a partir das 16:00 horas, na Sociedade de Assistência aos Cegos (Instituto dos Cegos), localizada na rua Pe. Anchieta 1400, esquina com Bezerra de Menezes, no bairro São Gerardo. Local de trabalho de nossa Presidente Josélia Almeida. A AFA oferecerá um lanche aos Participantes.

A sua presença é imprescindível, pois trataremos de temas importantes como as propostas de passeios e futuros encontros.

Confirme a sua presença através de:
Socorro Guedes Almeida 8844.6838
Vera 8644 5929, e-mail: vera.lp@hotmail.com
Carmen 3267 1806 e-mail: carmen.holanda@hotmail.com,
Sérgio Cartaxo 9171 44 54




Contamos com a sua presença,


Socorro Guedes Almeida
Diretora Social - AFA






Nota: a tesouraria estará funcionando a todo vapor.

OBS: Solicitamos aos Convidados que ainda não enviaram suas informações para a atualização de dados da AFA que levem uma foto 3/4.
Ficamos gratos.

Aconteceu na última quinta-feira passada a reunião de diretoria para decidir os últimos detalhes para o enconto da AFA que acontecerá no próximo sábado dia 26 de março, a partir das 16:00hs, no Instituto de Assistência aos Cegos.
Compareceram a reunião a Presidente da AFA Josélia Almeida, a Diretora Social Socorro Guedes Almeida, o Tesoureiro Sérgio Cartaxo e a Secretária Vera Lúcia Pinheiro.
Planejamos um encontro para receber os Membros da Família com muito carinho e promover um final de tarde de alegria e com muita interação entre todos.
Estaremos aguardando por Todos com muito Amor.

Que Deus os Abençõe!

A Diretoria

terça-feira, 22 de março de 2011

O Homem e a Mulher

Victor Hugo

O homem é a mais elevada das criaturas.
A mulher é o mais sublime dos ideais.

Deus fez para o homem um trono.
Para a mulher, um altar.
O trono exalta.
O altar santifica.

O homem é o cérebro; a mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz; o coração produz Amor.
A luz fecunda.
O Amor ressuscita.

O homem é forte pela razão.
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence.
As lágrimas comovem.

O homem é capaz de todos os heroísmos.
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece.
O martírio sublima.

O homem tem a supremacia.
A mulher, a preferência.
A supremacia significa a força.
A preferência representa o direito.

O homem é um gênio; a mulher, um anjo.
O gênio é imensurável; o anjo, indefinível.
Contempla-se o infinito.
Admira-se o inefável.

A aspiração do homem é a suprema glória.
A aspiração da mulher é a virtude extrema.
A glória faz tudo grande.
A virtude faz tudo divino.

O homem é um código.
A mulher, um evangelho.
O código corrige.
O evangelho aperfeiçoa.

O homem pensa.
A mulher sonha.
Pensar é ter no crânio uma larva.
Sonhar é ter na fronte uma auréola.

O homem é um oceano.
A mulher um lago.
O oceano tem a pérola que adorna.
O lago, a poesia que deslumbra.

O homem é a águia que voa.
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço.
Cantar é conquistar a alma.

O homem é um templo.
A mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos.
Ante o sacrário nos ajoelhamos.

Enfim, o homem está colocado onde termina a terra.
E a mulher onde começa o céu.

Fonte:horaderelaxar.com.br

Sugestão de Arlindo Almeida/Fortaleza

Sofia na terra da Raínha



Ainda não refeita da viagem e sofrendo um pouco com a adaptação ao diferente fuso horário de Londres, Sofia conversou longamente comigo via Skype com som e imagem, na noite passada. Foi uma conversa intensa e muito agradável.
Será muito bom para ela essa temporada, que prevê o estudo intensivo do inglês e, a partir do ano que vem, já com o maior domínio do idioma de Shakespeare, sobre o qual ela já tem uma boa base, Sofia vai aprimorar seus conhecimentos em sua carreira na área da comunicação.
Pretende ficar na Inglaterra até os próximos Jogos Olímpicos, que se realizarão em 2.012, lá mesmo em Londres.
Adoro Londres. É uma das minhas cidades favoritas. Até me animei a voltar lá com um pequeno grupo de amigos para assistir ao torneio de tênis de Wimbledon e ouvir a boa música do Ronnie Scott's Jazz Club, uma das minhas casas de Jazz favoritas.
Ela pretende ficar na Inglaterra até os próximos Jogos Olímpicos, que se realizarão em 2.012 em Londres.
Vai voltar certamente uma Sofia muito mais valorizada profissionalmente. É o que todos nós desejamos.
Sérgio Almeida Franco, de Salvador/Ba

Informação demais confunde memória, comprova estudo

Teste monitorado com ressonância magnética mostrou como se dá o processo de "competição" entre lembranças

Cérebro se atrapalha ao gravar dois eventos ao mesmo tempo, conclui artigo publicado ontem em revista científica


JULIANA VINES - FOLHA DE SÃO PAULO

O excesso de informações confunde o cérebro e dificulta a memorização, comprovaram pesquisadores das universidades Stanford e Yale, nos EUA.
"Descobrimos que a concorrência entre lembranças resulta em memória pior", disse à Folha o psicólogo Brice Kuhl, pesquisador de Yale e principal autor do trabalho.
Diariamente e o tempo todo, o cérebro é exposto a toneladas de informações. Umas são mais lembradas do que outras.
"Embora saibamos que a competição entre memórias é uma parte fundamental da memorização, há poucas provas de como o processo acontece no cérebro", escrevem os autores, no artigo publicado ontem na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences".
O estudo monitorou com ressonância magnética a atividade cerebral de voluntários, durante teste composto de várias rodadas.
No teste de memória, imagens e informações eram misturadas em placas e as pessoas deviam se lembrar do conteúdo separadamente.
Os pesquisadores descobriram que, quando a lembrança era clara, era como se a pessoa revivesse o momento em que a memória foi armazenada, com a ativação das mesmas áreas cerebrais.
Mas, quando as informações foram misturadas, o cérebro também se confundiu e tentou reproduzir duas memórias. A pessoa teve dificuldade de se lembrar com clareza do conteúdo.
"É como se a memória estivesse borrada. Pode-se dizer que quando tentamos guardar duas coisas, não guardamos nenhuma delas direito", afirma Cláudio da Cunha, pesquisador de neurociência e farmacologia da Universidade Federal do Paraná.

MEMÓRIA FOTOGRÁFICA
Para a bióloga e neurocientista, Valéria Catelli Costa, pesquisadora da USP, o maior achado do trabalho foi mostrar como as memórias são codificadas no cérebro, formando "desenhos".
A facilidade ou dificuldade de se lembrar de um acontecimento depende de como essa codificação foi feita.
"Quanto mais você associa dados a um fato, mais fácil fica de você se lembrar, e melhor é a codificação."
Segundo os autores, a codificação é influenciada por memórias antigas e analogias com eventos diferentes.
"Pode ser uma influência negativa ou positiva. A memória de um número de telefone velho torna mais difícil aprender um novo número", exemplifica Kuhl.
Mas, também, um especialista em vinhos só é especialista porque se lembra de conhecimentos anteriores.
"Selecionamos memórias úteis. Guardamos o que é requisitado em tarefas", diz o neurologista Benito Damasceno, da Unicamp.
Para ele, o processo de competição é positivo, porque nos torna capaz de separar o que é importante."Com a seleção conseguimos consolidar um aprendizado e reviver um acontecimento."
O problema é que nem sempre essa seleção é consciente. Para o pesquisador americano, não existem memórias mais fortes do que outras. Então, não adianta muito se esforçar para lembrar a data do aniversário de casamento, por exemplo.
"Queremos pensar que as memórias emocionais ou afetivas são mais fortes, mas nem sempre isso é verdade."

segunda-feira, 21 de março de 2011

O QUE É UM CHURRASCO?


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
(escrito por uma mulher)
O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar, e quando um homem se propõe a realizá-lo, ocorre a seguinte cadeia de acontecimentos:
01 - A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.
02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa.
03 - A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres necessários, enquanto o homem está sentado próximo à churrasqueira, bebendo uma cerveja.
04 - O homem coloca a carne no fogo..
05 - A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar o cozimento dos legumes.
06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.
07 - O homem tira a carne do fogo.
08 - A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.
09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.
10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e, diante do ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas....
DIREITO DE RESPOSTA
(Escrito por um homem)
01 - Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para fazer as compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser, um monte de bifes, asas de frango o e uma peça de picanha de 4,8 Kg que o açougueiro disse ser 'Ótima', pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.
02 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa, ela prepara só para as mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja.
03 - Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem come churrasco como tira-gosto e belisca com a mão, oras!

04 - Colocar a carne no fogo??? Tá louca??? A carne tem que ir para a grelha ou para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.

05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso num churrasco.

06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: 'Não gosto de carne sangrando'; 'Isto está muito cru'; 'tá viva??'. Após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao ponto uma hora antes, elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto e tão suculenta quanto um pedaço de carvão..

07 - Pratos? Só se for para elas mesmas!

08 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol.

09 - Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (e limpei na bermuda).


Realmente, as mulheres nunca vão entender o que é um churrasco!!!

Amar e Ser Amado


Amar e ser amado! Com que anelo
Com quanto ardor este adorado sonho
Acalentei em meu delírio ardente
Por essas doces noites de desvelo!
Ser amado por ti, o teu alento
A bafejar-me a abrasadora frente!
Em teus olhos mirar meu pensamento,
Sentir em mim tu’alma, ter só vida
P’ra tão puro e celeste sentimento
Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
Juntos, juntos perderem-se no oceano,
Beijar teus labios em delírio insano
Nossas almas unidas, nosso alento,
Confundido também, amante, amado
Como um anjo feliz... que pensamento!?

Castro Alves

Fonte: pensador.uol.com.br

domingo, 20 de março de 2011

Presidente Luiz Gastão Bittencourt - Melhor Presidente de Entidade Empresarial/Classista do Ceará


O presidente do Sistema Fecomércio-CE, Luiz Gastão Bittencourt, recebe o título de “Melhor Presidente de Entidade Empresarial/Classista do Ceará”, do ano de 2010. A entrega do diploma acontece na próxima segunda-feira, dia 21, na Câmara Municipal de Fortaleza, a partir das 10h. Esta é a terceira vez que Luiz Gastão é prestigiado na edição dos Melhores da Política e da Administração Pública e Social do Brasil e do Ceará, que já está na 8ª edição. As outras homenagens ao presidente foram feitas nos anos de 2004 e 2005.

Nesta edição, mais de 30 personalidades do Brasil e do Ceará receberão o título. Todos os homenageados foram escolhidos por um colegiado de jurados de alto nível e por uma pesquisa qualitativa e quantitativa na internet com 2.908 votantes.

Dentre os homenageados estão: Ministro Guido Mantega, Governador Cid Gomes, Prefeito Eduardo Paes, Senador José Sarney, Deputado Michel Temer e Airton Queiroz.



Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio/IPDC. Jornalista Responsável: Juliana de Fátima

58 vantagens em ser HOMEM


1 – Uma viagem de cinco dias requer apenas uma mochila.
2 – Conversas telefônicas acabam em 30 segundos ou menos.
3 – Nada de filas para o banheiro.
4 – Você consegue abrir os potes.
5 – Ao passear pelos canais da TV, você não tem que parar quando vê alguém chorando.
6 – Todos seus orgasmos são verdadeiros.
7 – Você não tem que carregar uma bolsa cheia de tralha pra cima e pra baixo.
8 – Você pode ir ao banheiro sem um grupo de apoio.
9 – Se seu trabalho é criticado, você não fica achando que todo mundo lhe odeia.
10 – Ninguém fica especulando se você cospe ou engole.
11 – Você não tem que limpar o vaso.
12 – Você fica pronto para sair 15 minutos depois de acordar, incluindo o banho!
13 – Você economiza tempo e dinheiro lavando a roupa de 2 em 2 semanas.
14 – Fazer sexo não deixa você preocupado com sua reputação.
15 – Se alguém esquece de convidar você para alguma coisa, é apenas um esquecimento, e não evidência de que odeiam você.
16 – Você não tem que fazer a barba abaixo do pescoço.
17 – Nenhum dos seus colegas de trabalho tem o poder de fazer você chorar.
18 – Você não tem que se aninhar num peito cabeludo toda noite.
19 – Se você tem 34 anos e é solteiro, você é o cara!
20 – Não dizemos NÂO querendo dizer SIM
21 – Chocolate é um alimento como qualquer outro.
22 – Flores resolvem tudo após uma briga com sua mulher.
23 – Você não tem que se preocupar em “ferir os sentimentos” dos outros a cada palavra que diz.
24 – Você pensa em sexo 90% do tempo!
25 – Você consegue estacionar em vagas que têm menos de 2,5 vezes o comprimento do seu carro.
26 – Preliminares são opcionais.
27 – Somos os MELHORES em qualquer esporte.
28 – Ana Maria Braga inexiste no seu universo.
29 – A revista “Caras” inexiste no seu universo.
30 – Você fica preso à TV apenas 40 minutos por noite (noticiário) contra as 3 horas ou mais dela.31 – Você não tem compulsão de arrumar sua casa inteira em 15 segundos quando alguém toca a campainha.
32 – Você não tem que convencer amigos seus a não fazer sexo. Pelo contrário.
33 – Os mecânicos lhe dizem a verdade.
34 – Você está nem aí se alguém percebe ou não que você cortou o cabelo.
35 – Se você está assistindo um jogo com um amigo seu e ele está no mais absoluto silêncio por 45 minutos, é porque o jogo está bom, e não porque ele está de mal com você.
36 – Mundo é bem mais simples e menos dramático para você.
37 – Você não depende do seu cônjuge para programar o videocassete.
38 – Cera quente e suas partes íntimas estão sempre a uma distância
respeitável.
39 – Você tem apenas um estado de espírito por dia.
40 – Mesmo emprego, mais salário!
41 – Cabelos brancos e rugas somam charme.
42 – O controle remoto é SEU e ponto final.
43 – Ninguém fica olhando para seu peito enquanto conversa.
44 – Você tem um relacionamento absolutamente normal com sua mãe.
45 – Você pode comprar camisinhas sem que o balconista faça aquela cara de “visão de raios – X”.
46 – Se você diz que vai ligar para um amigo e não liga, ele não fica choramingando e os outros não formam um comitê para solucionar o problema.
47 – Você não tem medo da velhice.
48 – Você não tem que dispensar uma oportunidade de fazer sexo.
49 – Filmes pornô são projetados especificamente para SUA mente.
50 – Você não tem que se lembrar dos aniversários de casamento e nascimento de todo mundo.
51 – Quando se encontra com os amigos, você sabe que não vai enfrentar a frase: “Então, está notando algo diferente em mim?”.
52 – Seus amigos não o obrigam a falar sem ter sobre o que falar.
53 – A continuidade do Universo não depende da roupa de cama ser trocada todo dia.
54 – Ter barriga não o impede de usar camiseta.
55 – Não temos menstruação
56 – Você não fica se achando gordo mesmo magro
57 – Conversar de SEXO para vc é bacana
58 – Nossa 1ª vez não dói!!!


Fonte:www.tudocomentado.com

sábado, 19 de março de 2011

Geração Celular - Bolo de Casamento

A dieta está te deixando mal-humorado? Entenda porquê isso acontece

Existem pesquisas que fazem uma ligação entre o auto-controle e o comportamento agressivo, sugerindo que quando a pessoa precisa estar sempre se controlando – como em dietas – se torna mais irritável e mau-humorada.

Os pesquisadores David Gal e Wendy Liu (da Universidade Northwestern e Universidade da Califórnia, ambas nos EUA) fizeram testes para analisar as escolhas dos participantes quando eles tinham que se controlar. Em experimentos em que as pessoas escolhiam opções saudáveis e práticas – maçãs, crédito de compras em supermercados – ao invés de escolherem as opções prazerosas – chocolate, tratamento grátis em um SPA, os participantes mostraram preferir filmes com temas de raiva e vingança e responderem melhor a campanhas públicas que tinham foco na raiva e violência, e não na tristeza. Os pesquisadores também observaram que os voluntários que escolhiam comidas saudáveis, mas pouco saborosas, se irritavam mais com propagandas que tinham expressões controladoras como “você devia” ou “precisa”.

O estudo sugere que para que o auto-controle não exerça um impacto tão negativo na vida das pessoas, intervenções de controle comportamental devem se focar em emoções positivas para objetivos à longo prazo e métodos mais dirvesificados.

Fonte: Blog Boa Saúde

sexta-feira, 18 de março de 2011

Tá demais mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!

Na última quinta-feira (17) a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota condenando o "baixo nível moral" dos reality shows, considerando que tal categoria de programa é um mal na sociedade e deve ser superado. A nota pedia ao Ministério Público que tivesse "atenção mais acurada no acompanhamento e tomasse providências em relação à programação televisiva".

O MP apoiou a nota da CNBB e reforçou que o programa "Big Brother Brasil" da TV Globo "serve à deseducação, não estimula a criação, o principio da solidariedade e os valores éticos da pessoa e da família". Segundo o subprocurador-geral da República, Aurélio Rios, responsável interino pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), a classificação indicativa do programa é inadequada e deveria mudar de 14 para 18 anos.

Como cristãos, façamos a nossa parte...

Enviado por José Carlos , Salvador/Ba

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Vale lembrar que a TV no Brasil é pública. Apenas é concedido a particulares o direito de explorá-las. Com tal permissão eles, a exemplo da Rede Globo, transformam a TV, que é pública, em uma verdadeira PRIVADA.

Água de coco: poucas calorias e muitos benefícios

Escrito por Carol Sessa

No verão, uma fruta muito comumente consumida é o coco verde – tanto sua água, quanto sua polpa. As duas formas possuem benefícios específicos para nossa saúde, porém devemos ficar atentos à quantidade calórica de cada uma delas. A água de coco possui baixa caloria (em torno de 16kcal por 100ml), enquanto 100g de sua polpa possui 400kcal.

A água de coco pode ser consumida por pessoas que estejam em dieta de restrição alimentar e funciona como uma ótima opção para ser consumida entre as refeições, tapeando a vontade de ‘beliscar’ fora de hora.

Também funciona como um ótimo isotônico natural, repondo minerais após atividade física intensa. Além disso, possui ação na regulação da função intestinal, ajudando tanto nos casos de intestino preso como nos casos de diarreias. Pessoas que apresentam problemas renais, diabéticos e hipertensos devem ficar atentos ao consumo, pois possui sódio, potássio e glicose, que podem agravar os sintomas, dependendo da situação.

É possível encontrá-la na versão industrializada, o que mantém parte de suas propriedades nutritivas, mas vale a pena observar no rótulo se possui conservantes, o que já não seria tão saudável.

Uma sugestão de suco bem saborosa é utilizar um cacho pequeno de uva itália para um copo de água de coco. Use bastante gelo! Experimente!



Carol Sessa - CRN: 2005100649/ES - é nutricionista especialista em Nutrição Humana e Saúde e em Terapia Nutricional. Atua na área de nutrição clínica do "Espaço Terapêutico" em Vila Velha - ES. www.nutricarol.com.br

Já lhe aconteceu, ao olhar para pessoas da sua idade, pensar: não posso estar assim tão velho(a)?!!!!

Veja o que conta uma amiga:
- Estava sentada na sala de espera para a minha primeira consulta com um novo dentista, quando observei que o seu diploma estava exposto na parede.
Estava escrito o seu nome e, de repente, recordei-me de um moreno alto, que tinha esse mesmo nome.
Era da minha turma do Liceu, uns 30 anos atrás, e eu
perguntei-me: poderia ser o mesmo rapaz por quem eu tinha me apaixonado à época?


Quando entrei na sala de atendimento, imediatamente afastei esse pensamento do meu espírito. Este homem grisalho, quase calvo, gordo, com um rosto marcado, profundamente enrugado... era demasiadamente velho para ter sido a minha paixão secreta.
Depois de ele ter examinado o meu dente, perguntei-lhe se ele tinha estudado no Colégio Sacré Coeur.
- Sim, respondeu-me.
- Quando se formou?, perguntei.
- 1965. Por que pergunta?, respondeu.
- É que... bem... o senhor era da minha turma!, exclamei eu.
E então, este velho horrível, cretino, careca, barrigudo, flácido, lazarento perguntou-me:

- A Sra. era professora de quê?


Enviado por Arlindo Almeida/Fortaleza

quinta-feira, 17 de março de 2011

Estudo desfaz associações entre atividade física e lesão no joelho

Pesquisa conclui que exercícios e esportes não causam artrose e até protegem a articulação

Revisão publicada em periódico de prestígio surpreende, mas não há consenso sobre o tema entre especialistas

MARIANA VERSOLATO
FOLHA DE SÃO PAULO

Exercícios são bons para quase tudo, mas não para os joelhos -mostram algumas pesquisas e a ala de ortopedia de qualquer hospital.
Agora, uma revisão de estudos publicada em um periódico científico diz que atividade física não só não prejudica o joelho, mas ajuda a mantê-lo saudável.
Pesquisadores da Monash University, em Melbourne, Austrália, revisaram 28 estudos sobre atividade física e artrose no joelho -doença degenerativa que provoca o desgaste da cartilagem.
Ao todo, as pesquisas envolveram 10 mil pessoas, com idades entre 45 e 79 anos, e analisaram os efeitos no joelho de atividades como corrida e futebol. A conclusão surpreendente da revisão saiu no "Medicine & Science in Sports & Exercise".
A artrose é a lesão do joelho mais comum em idosos, mas problemas mais frequentes em jovens, como ruptura de ligamentos e do menisco, costumam causar esse desgaste no futuro.
Entre as causas que predispõem o joelho a lesões estão os esportes de alto impacto, principalmente se feitos sem orientação.
O objetivo do estudo era achar uma resposta mais clara sobre o tema, que gera pesquisas contraditórias. A conclusão dos pesquisadores é que a atividade física não leva à artrose. Ela aumenta o volume da cartilagem, protegendo o joelho.
Para Ricardo Cury, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho, a revisão é relevante por não haver consenso na literatura. "Esclarece dúvidas e confirma o benefício do exercício."
Já Arnaldo Hernandez, chefe de Medicina do Esporte e Cirurgia do Joelho do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas, critica o fato de a revisão só ter considerado o risco de artrose. "É uma limitação. Outros problemas como tendinites, lesões de menisco e ligamentos acontecem."

quarta-feira, 16 de março de 2011

CARACTERISTICAS DA MULHER PODEROSA


10 dicas da autora SHERRY ARGOV

DICA 1] Ela mantém a própria independência.
Não importa se ela é garçonete ou empresária. Ela gosta do que faz e da capacidade de se sustentar com seu trabalho.

DICA 2] Ela não corre atrás do homem.
A lua, o sol e as estrelas não giram em torno dele. Ela não corre atrás do homem nem vigia seus passos. Ele não é o centro do Universo.

DICA 3] Ela é misteriosa.
Existe uma diferença entre ser verdadeira e dizer tudo o que sente. A mulher poderosa escolhe o que quer revelar e tem um universo próprio. Nesse sentido, ela é imprevisível e desperta a curiosidade.

DICA 4] Ela deixa espaço para que ele sinta saudade.
Ela não o vê todas as noites, não deixa longas mensagens em sua caixa postal nem se torna íntima da secretária dele logo após o primeiro encontro. Os homens gostam de sentir falta da mulher – isso os estimula.

DICA 5] Ela procura resolver os próprios problemas.
Ela não despeja sobre ele suas preocupações, sobretudo no início do relacionamento. Busca outros recursos, reflete e, se acha conveniente, divide com ele as questões resolvidas. Procura acalmar-se antes de conversar.

DICA 6] Ela mantém o controle.
Ela vai devagar, principalmente quando ele tem pressa. Ela se move no próprio ritmo, e não no dele, evitando que ele assuma o controle sobre ela.

DICA 7] Ela não perde o senso de humor.
O senso de humor dá leveza à relação e demonstra seu desprendimento.
Entretanto, ela é capaz de tratar com seriedade qualquer questão que ele levante.

DICA 8] Ela se valoriza.
Quando ele a elogia, ela agradece e não tenta convencê-lo de que está enganado. Ela não pergunta sobre a ex-namorada dele e não compete com outras mulheres.

DICA 9] Ela tem paixão por outras coisas além dele.
Uma mulher com múltiplos interesses é muito mais fascinante do que aquela cujo único foco parece ser o homem. Como ela tem vida própria e independente, ele terá uma parceira com quem trocar experiências. E a mulher poderosa não se sente sozinha e relegada a segundo plano quando ele está ocupado com outras coisas.

DICA 10] Ela trata o próprio corpo com gosto e entusiasmo.
Ela cuida da aparência e da saúde. A auto-estima e o respeito de uma pessoa por si mesma se refletem na aparência física. Ela não deixa de usar batom vermelho porque ele não gosta dessa cor. Também não abre mão de se cuidar só para ficar mais tempo com ele. Mesmo porque um homem que não deseja que a mulher se cuide não merece qualquer atenção. Fuja dele!

Fonte:musclemassablog.site.br.com

terça-feira, 15 de março de 2011

Doenças cardiovasculares


A insuficiência coronariana é classificada como problema de sáude pública, vitimando somente nos Estados Unidos cerca de 1,5 milhão de pessoas por ano. E o que é mais grave: a grande maioria destas vítimas encontram-se na faixa etária mais produtiva da vida, entre 45-55 anos de idade. Uma surpresa é o aumento crescente do número de casos entre as mulheres, o que não ocorria há alguns anos e entre pacientes muito jovens, homens e mulheres situados entre os 30-45 anos.

Entre os principais fatores de risco para que o indivíduo desenvolva a doença coronariana estão: diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, tabagismo, obesidade, taxas elevadas de colesterol, sedentarismo e estresse emocional.

Como prevenir o infarto?

Obesidade – A manutenção do peso ajuda não só a prevenção de doenças cardiovasculares, como de inúmeras outras.

História Familar – Atenção para a predisposição genética.

Tabagismo – O cigarro talvez seja o maior inimigo para a manutenção da qualidade de vida como um todo. Expõe diretamente o usuário a doenças não só cardiovasculares como respiratórias, além de prejudicar quem está a sua volta e não é fumante.

Hipertensão arterial – O controle da pressão arterial evita além do infarto, derrames e inúmeras complicações vasculares que incidem em todos os órgãos, mas principalmente nos rins, na retina, no coração e nos vasos do cérebro.

Stress Emocional – Um dos fatores mais difíceis de serem evitados é atualmente o responsável pelo aumento nos casos de infarto e outras doenças.

Diabetes e Controle do Colesterol – O controle da dieta para os diabéticos é fundamental, principalmente quanto ao consumo de açúcares e gorduras que deve ser rigorosamente controlado para evitar o entupimento das artérias.

Atividade Física – Os exercícios realizados pelo menos de 4 a 5 vezes por semana com duração de uma hora trazem ao organismo diversos benefícios, além da prevenção e até mesmo regressão das doenças cardiovasculares.

Os principais efeitos do exercício são: a queda dos níveis da pressão arterial, a perda e manutenção do peso, importante para diminuir as taxas de colesterol e estimular o músculo cardíaco a criar novos vasos sangüíneos que poderão ser úteis, nos casos em que se iniciam a obstrução de importantes artérias do coração, além de melhorar a auto-estima, a disposição e o humor das pessoas.

Fonte:www.fotosantesedepois.com

segunda-feira, 14 de março de 2011

FILHOS SÃO COMO NAVIOS

Ao olhar um navio no porto, imaginamos que ele esteja em seu lugar mais seguro, protegido por uma forte âncora. Mal sabemos que ali está em preparação,

abastecimento e provisão para se lançar ao mar, ao destino para o qual foi criado, indo ao encontro das próprias aventuras e riscos. Dependendo do que

a força da natureza lhes reserva, poderá ter que desviar da rota, traçar outros caminhos ou procurar outros portos.

Certamente retornará fortalecido pelo aprendizado, mais enriquecido pelas diferentes culturas percorridas. E haverá muita gente no porto feliz à sua espera.

Assim são os FILHOS. Estes têm nos PAIS o seu porto seguro até que se tornem independentes.

Por mais segurança, sentimentos de preservação e de manutenção que possam sentir juntos aos seus pais, eles nasceram para singrar os mares da vida, correr

seus próprios riscos e viver suas próprias aventuras.

Certo que levarão consigo os exemplos dos pais, o que eles aprenderam e os conhecimentos da escola, mas a principal provisão, além das materiais, estará

no interior de cada um: A CAPACIDADE DE SER FELIZ.

Sabemos, no entanto, que não existe felicidade pronta, algo que se guarda num esconderijo para ser doada, transmitida a alguém. O lugar mais seguro que

o navio pode estar é o porto. Mas ele não foi feito para permanecer ali.

Os pais também pensam que sejam o porto seguro dos filhos, mas não podem se esquecer do dever de prepará-los para navegar mar a dentro e encontrar o seu

próprio lugar, onde se sintam seguros, certos de que deverão ser em outro tempo, este porto para outros seres. Ninguém pode traçar o destino dos herdados

como: HUMILDADE, HUMANIDADE, HONESTIDADE, DICIPLINA, GRATIDÃO E GENEROSIDADE.

Filhos nascem dos pais, mas devem se tornar CIDADÃOS DO MUNDO. Os pais podem querer o sorriso dos filhos, mas não podem ser felizes por eles. A FELICIDADE

CONSISTE EM TER UM IDEAL A BUSCAR E TER A CERTEZA DE ESTAR DANDO PASSOS FIRME NO CAMINHO DA BUSCA.

Os pais não devem seguir os passos dos seus filhos e nem devem estes descansar no que os pais conquistaram. Devem os filhos seguir de onde os pais chegaram,

de seu porto, e, como os navios, partirem após ser preparados e amados, na certeza de que: "QUEM AMA EDUCA". "COMO É DIFÍCIL SOLTAR AS AMARRAS".



IÇAMY TIBA

Que tal dar uma pausa nas preocupações?

Amar como Jesus Amou- Pe Zezinho

Foco - na solução ou no problema?

"Um paciente diz ao psiquiatra:
- Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo.
Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando louco!
- Deixe-me tratar de você durante dois anos. Venha 3 vezes por semana, diz o psiquiatra.
- E quanto o senhor cobra?
- R$ 120,00 por sessão - responde o psiquiatra.
- Bem, vou pensar - conclui o sujeito.

Passados 6 meses eles se encontram na rua.
- Por que você não me procurou mais? pergunta o psiquiatra.
- A 120 reais a consulta, 3 vezes por semana, 2 anos = R$ 37.440,00. Ia ficar caro demais. Aí um sujeito num bar me curou por 10 reais.
- Ah é? Como??? - pergunta o psiquiatra.
- Ele cortou os pés da cama.

Muitas vezes o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples.
Há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução.
Concentre-se na solução ao invés de ficar pensando no problema."


Enviada por Arlindo Almeida/Fortaleza

domingo, 13 de março de 2011

Aplausos para o corajoso desabafo dessa paraibana !!!



Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

EMPREGADO NOVO

O gerente chama o empregado da área de produção, negão, forte, 1,90m de altura, 100kg, recém admitido, e inicia o diálogo:
- Qual é o seu nome?
- Eduardo - responde o empregado.
- Olhe, - explica o gerente - eu não sei em que espelunca você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu primeiro nome. Isso é muito familiar e pode levar a perda de autoridade. Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza... Então saiba que eu sou seu gerente e quero que me chame de Mendonça. Bem, agora quero saber: qual é o seu nome completo?
O empregado responde:
- Meu nome é Eduardo Paixão.
- Tá certo, Eduardo. Pode ir agora...

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

Casamento por Jessier Quirino

Essa vai especialmente para o Guto

sábado, 12 de março de 2011

Diretamente das Arábias

Eu e meu amigo Roussel, o Sheik de Agadir, diretamente do Oriente Médio

















quinta-feira, 10 de março de 2011

SALVADOR UM CARNAVAL DE MÚSICAS CHULAS

Mais uma semana, e os trios elétricos, bandas de pagode e blocos tribais tomarão de assalto as ruas e ruelas de Salvador. E, imediatamente, a balbúrdia se instalará nos quatro cantos da doce terra de Dorival Caymmi.
De Caymmi me lembrei quando, horas atrás, voltando do Aeroporto Dois de Julho (este deve ser o seu nome) passei pela mítica praia de Itapuã. Gente pra xuxu!
Lindas negras e mulatas, com suas nádegas avantajadas, brincavam nas suas esbranquiçadas areias.
Diante delas, não fiz outra coisa senão admirar-lhes os requebros, que pareciam acompanhar o balanço do mar.
Ai,iaiá de ioiô!
Um parêntese. Não me condenem porque escrevi Itapuã e não Itapoan. Apenas segui o que determina o Guia Ortográfico e Ortofônico, do mestre Luiz Antonio Sacconi, uma edição, a mais nova, obediente ao que estabelece o Acordo Ortográfico em vigor.
Está, pois, na hora de a Prefeitura consertar - se é que ainda não o fez - a placa que identifica a mais linda praia de Salvador, uma das mais belas do mundo, substituindo o an pelo ã, sem aquela de que o povo quer Itapoan.
Alfabetizar é preciso.
Mas como eu dizia acima, com a chegada dos trios, blocos tribais e bandas de pagode aumenta, na cidade do Salvador, o desrespeito, a licenciosidade e a poluição sonora. Esta ocorre a qualquer hora do dia e da noite, não importando se o balacubaco é na porta de uma igreja ou nas proximidades de um hospital ou de uma casa de saúde.
Não estou exagerando. E ai daquele que se atreve a fazer este pedido: "Companheiro, por favor, baixe o som!"
Outra coisa é o tráfego. Trava imediatamente.Mormente no chamado "circuito do carnaval", o mesmo de antigas folias!
Há mais de 30 anos o carnaval de Salvador é feito do Campo grande à Praça da Sé, e, esculhambando a orla, do Farol da barra ao bairro de Ondina.
"São seis ou sete dias de sofrimento", me dizem meus amigos que moram no tal circuito e adjacências. E, indignados, repetem: " Fosse um carnaval que deixasse saudade, a gente ainda podia aplaudir e até participar da fuzarca, como acontecia nos tempos das marchinhas..."
Amigos, o tempo dos carnavais que deixavam saudade passou. Em Salvador, o carnaval agigantou-se e ficou ruim.
As chamadas "estrelas" são as mesmas de todos os anos. E as músicas que aparecem, beiram à imbecilidade; são, na sua maioria, músicas chulas e imorais.
Apenas um exemplo. Vejam o refrão da música (?) Chupeta que uma "banda" de pagode, em alta na mídia de Salvador (!!!), preparou para o carnaval de logo mais:
"Toma negona, toma chupeta./Toma negona, na boca e na bochecha". (In Correio da Bahia).
E - pasmem! - o seu ilustre compositor (compositor?) ainda declarou aos jornais que Chupeta é uma homenagem a Carmem Miranda.
O quêêê???? A Pequena notável não merece isso.
Sobre os trios e nos blocos comandados por pagodeiros de pouco estudo, pululam "artistas" apresentando coreografias de péssima qualidade.
Algumas até atentaórias à moral e aos bons costumes.
Faltam poetas no carnaval da Bahia; e bons músicos carnavalescos, também. Venho dizendo isso há muitos anos.
Não como um cronista raivoso. Mas como um cidadão que vê o carnaval como um divertimento sadio e não uma "coisa de Satã", como já ouvi de muita gente boa.
Mas a verdade deve ser dita: não é só no carnaval que se confirma a falência da música da Boa Terra, berço de compositores gloriosos como Caymmi, Gil, Caetano, Moraes Moreira, Edil Pacheco, Walter Queiroz, e que, graças às suas maravilhosas canções, ganharam o mundo.
Ora, na ausência de bons compositores, de bons músicos, de bons letristas, surgem pagodeiros sem inspiração, sem vocação musical. Remexem, remexem os quadris, e não dizem nada. Não deixam uma mensagem sequer para a mocidade foliã que, sem outra opção, bailam no chão da praça, latinha na mão, etc., etc., etc. Se há exceções? Claro que há.
E agora, antes que o zumbido impertinente de algum trio eletrico me roube a concentração e a a traquilidade, quero, reforçando minha crônica, transcrever o que escreveu um jornalista da terra sobre o pagode baiano, invandindo cada vez mais as paradas de sucesso: "Pagode baiano usa expressões chulas, palavrões que são reproduzidos por crianças, adolescentes e jovens, e que empobrecem a cultura e reforça a ideia de um estado analfabeto."
Passem por aqui, e vejam se o jornalista não está coberto de razão...

Felipe Jucá

Música baiana, em estado de imbecilidade

Pagode baiano usa expressões chulas, palavrões que são reproduzidos por crianças, adolescentes e jovens, e que empobrecem a cultura e reforçam a idéia de um estado analfabeto.

Quando alguém pronuncia a palavra analfabetismo na Bahia, e se essa declaração parte de um acadêmico, branco ou da elite, parece tratar-se de racismo, discriminação e ódio.

Quando dizem que o som do berimbau é simplório, e que qualquer um pode reproduzi-lo sem maiores conhecimentos instrumentais, por possuir apenas uma corda, logo diriam, é mais um que odeia as raízes baianas, suas influências e sua cultura. Isso já ocorreu na Bahia e deu muito pano pra manga.

E quando dizem que a música baiana está cada dia pior, e que o pagode não passa de mais um sonoro palavrão multiplicado por milhares de incautos, ignaros e estúpidos, certamente repetiriam, trata-se de mais um a ver-nos como sub raça, desinformados e inconformados.

Pois é. E quando essa declaração parte de um pardo, de origem negra e indígena, e que cursou apenas o segundo grau? Aí, certamente dirão, trata-se de um oportunista, um comunicador frustrado ou de alguém que não conseguiu galgar os seus objetivos.

Pois bem, esse rodeio, meio despretensioso, mas importante, é para falar do grau de imbecilidade a que chegou a música baiana, principalmente ao pagode aqui produzido e consumido. Não falo do Axé, que apesar da mesmice, não usa palavrões nem ridiculariza a Bahia como Estado analfabeto.

Como estudei numa das escolas mais influentes da Bahia, principalmente nos anos 50 e 60, o Colégio Central, participei da coletânea poética em homenagem ao sesquicentenário da instituição, fiz teatro e poesia nas ruas de Salvador, pronunciar algumas palavras (ões) e gestos obscenos da música baiana é assinar embaixo aos que dizem da Bahia no Brasil afora, a de que é um povo mal educado, e que só gosta de balançar o bundalelê.

E vendo de perto, em algumas coberturas jornalísticas Bahia adentro, chego a interrogar-me quanto às minhas origens. E chego a duvidar que tivemos em nosso berço um Raul Seixas, um Castro Alves, um Wally Salomão, um Jorge Amado – que mesmo produzindo alguns palavrões, nunca foi um turpilóquio, e tantos outros que enalteceram e alguns que ainda enaltecem e fazem lembrar que tínhamos uma cultura.

Mas, quando vou ao Campo Grande, e ouço Caetano Veloso dizer que Xanddy é lindo e que ele é uma das novas expressões culturais da Bahia chego a duvidar que sou baiano de verdade, daquele que comeu tripa seca e farinha de rosca pra não morrer de fome. E acho Caetano uma das maiores expressões da música mundial, apesar de requentar vez ou outra alguma música que no passado foi considerada brega.

Aí me conformo e vou ouvir um pouco de Xangai, onde, entre as suas pérolas, fez o ABC do preguiçoso, que endossa a tese dos sulistas de que o baiano só é gente até o meio dia. E então o que será o baiano durante a tarde? É uma legião de trabalhadores, cujo estigma de preguiçoso foi amplamente difundido pelos meios turísticos, uma forma de falar da tranquilidade, da “maresia” e do sossego baiano.

O saudosismo aflora e me remete à década de 1980. Lá, até 1985, os shows em Salvador, no projeto verão, no Centro de Convenções da Bahia, eram bastante disputados. No palco, Gil, Caetano, Milton, Beto Guedes, Barão Vermelho e tantos outros que arrastavam multidões. Na Barra, shows com Morais Moreira, Luis Caldas e Armandinho com A Cor do Som, encantavam e lotavam a praia.

Retorno ao meu trabalho de coberturas de eventos com música baiana, e lá, estampada em minha frente, uma multidão de 20, 30 mil pessoas numa avenida. As meninas, os meninos, dançam como se tivessem sido libertados naquele instante. Mais parece um balé de zumbis, daquele extraído dos filmes de terror das décadas de 70 e 80. Ou então em um orgasmo coletivo, algo do tipo promovido César ou qualquer outro Calígula da nossa imaginação.

E em uníssono, eles repetem as frases, os refrões e fazem todo o gestual obsceno para completar o enredo empobrecedor. E o vocalista da banda grita, berra e pede para que todos ecoem aos quatros cantos; “Aponte o corno aí, diga que é corno”. E todos riem, como num circo, mas deveriam chorar ao debruçar a cabeça no travesseiro.

A grande maioria desempregada, deseducada e pobre. Desiludida pela face cruel do ensino que lhes oferecem nas escolas públicas, entregam-se aos bailes horrendos como se fossem a última ópera da vida deles. E se entregam de corpo e alma à missão.

Os maiores patrocinadores da música baiana no interior são as prefeituras, que gastam somas vultosas em festas, micaretas, aniversários e inaugurações, contratando bandas que em nada enriquecem a cultura popular, em detrimento do folclore, das raízes de cada cidade e de sua história. E lá se vão tubos e mais tubos de dinheiro público pelo ralo.

E voltam para casa sem saber um verso de Vinícios de Morais, sem ter-se envaidecido em ser brasileiro ao ouvir Pixinguinha, em ter-se delirado com os versos não menos preguiçosos de Dorival Caymi, em ter-se deleitado à sonoridade de Bethania e Gal, ou ter-se maravilhado ao som poético de Gilberto Gil. “Esses moços, pobres moços, a se soubessem o que eu sei”, disse Lupicínio Rodrigues em uma de suas canções imortalizada na voz de Gilberto Gil.

E aí vão me perguntar o que tenho feito para mudar o que já está construído. Nada. Sinto-me impotente. Apesar de radialista de profissão, jornalista por paixão, não consigo convencer ninguém do contrário. A música baiana vai continuar tocando assim durante muito tempo. Mas um dia acaba. Lutar contra o mercado é muito difícil. É uma máquina de fazer dinheiro a qualquer custo. E ninguém está preocupado com a educação, com a cultura, com o folclore. A mídia baiana enaltece, enobrece, escancara esses palavrórios como deuses. Até que duas meninas aparecem decapitadas numa esquina qualquer. De quem é a culpa?


Vanderley Soares
radialista/jornalista DRT 5892
Editor do Jornal Gazeta dos Municípios/Alagoinhas-Ba

quarta-feira, 9 de março de 2011

Marcha da Quarta Feira de Cinzas de Carlos Lyra e Vinícius

Interpretação de Toquinho e Vicícius de Moraes





Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas foi o que restou

Pelas ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê
Que nem se sorrir
Se beija e se abraça
E sai caminhando
Dançando e cantando cantigas de amor

E no entanto é preciso cantar
Mais que nunca é preciso cantar
É preciso cantar e alegrar a cidade

A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vão sorrir
Voltou a esperança
É o povo que dança
Contente da vida, feliz a cantar
Porque são tantas coisas azuis
E há tão grandes promessas de luz
Tanto amor para amar de que a gente nem sabe

Quem me dera viver pra ver
E brincar outros carnavais
Com a beleza dos velhos carnavais
Que marchas tão lindas
E o povo cantando seu canto de paz
Seu canto de paz

terça-feira, 8 de março de 2011

MULHERES


"Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós.

Pare para refletir sobre o sexto-sentido.
Alguém duvida de que ele exista?

E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você?

E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento?

E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece?
O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro!
"Leve um sapato extra na mala, querido.
Vai que você pisa numa poça..."
Se você não levar o "sapato extra", meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro. Pois o seu estará, sem dúvida, molhado...

O sexto-sentido não faz sentido!

É a comunicação direta com Deus!
Assim é muito fácil...
As mulheres são mães!

E preparam, literalmente, gente dentro de si.
Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal?

E não satisfeitas em ensinar a vida elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral.
Fala-se em "praga de mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"...

Tudo isso é meio mágico...
Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de mãe" nos "anjos da guarda" de Seus filhos (que, aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança).

As mulheres choram. Ou vazam? Ou extravazam?

Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens...

É choro feminino. É choro de mulher...

Já viram como as mulheres conversam com os olhos?

Elas conseguem pedir uma à outra para mudar de assunto com apenas um olhar.
Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar.
E apontam uma terceira pessoa com outro olhar.
Quantos tipos de olhar existem?

Elas conhecem todos...

Parece que freqüentam escolas diferentes das que freqüentam os homens!
E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens.

EN-FEI-TI-ÇAM !

E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas?
Para estudar os homens, é claro!
Embora algumas disfarcem e estudem Exatas...

Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa seara. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era "um continente obscuro".
Quer evidência maior do que essa?
Qualquer um que ama se aproxima de Deus.
E com as mulheres também é assim.

O amor as leva para perto dEle, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem "estar nas nuvens", quando apaixonadas.
É sabido que as mulheres confundem sexo e amor.
E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida.
Pena que eles nunca verão as mulheres-anjos que têm ao lado.
Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo.
Mas elas são anjos depois do sexo-amor.
É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos.
E levitam.
Algumas até voam.
Mas os homens não sabem disso.
E nem poderiam.
Porque são tomados por um encantamento
que os faz dormir nessa hora."

Luís Fernando Veríssimo

Fonte: pensador.uol.com.br


A AFA deseja um Feliz dia da Mulher para todas as Mulheres que com seu Amor e Força conduzem juntamente com os Homens o maravilhoso presente que nos deram, A VIDA.

Parabéns Mulheres!

A Diretoria

segunda-feira, 7 de março de 2011

DESPEDIDA


Existem duas dores de amor:
A primeira é quando a relação termina e a gente,
seguindo amando, tem que se acostumar com a ausência do outro,
com a sensação de perda, de rejeição e com a falta de perspectiva,
já que ainda estamos tão embrulhados na dor
que não conseguimos ver luz no fim do túnel.

A segunda dor é quando começamos a vislumbrar a luz no fim do túnel.

A mais dilacerante é a dor física da falta de beijos e abraços,
a dor de virar desimportante para o ser amado.
Mas, quando esta dor passa, começamos um outro ritual de despedida:
a dor de abandonar o amor que sentíamos.
A dor de esvaziar o coração, de remover a saudade, de ficar livre,
sem sentimento especial por aquela pessoa. Dói também…

Na verdade, ficamos apegados ao amor tanto quanto à pessoa que o gerou.
Muitas pessoas reclamam por não conseguir se desprender de alguém.
É que, sem se darem conta, não querem se desprender.
Aquele amor, mesmo não retribuído, tornou-se um souvenir,
lembrança de uma época bonita que foi vivida…
Passou a ser um bem de valor inestimável, é uma sensação à qual
a gente se apega. Faz parte de nós.
Queremos, logicamente, voltar a ser alegres e disponíveis,
mas para isso é preciso abrir mão de algo que nos foi caro por muito tempo,
que de certa maneira entranhou-se na gente,
e que só com muito esforço é possível alforriar.

É uma dor mais amena, quase imperceptível.
Talvez, por isso, costuma durar mais do que a ‘dor-de-cotovelo’
propriamente dita. É uma dor que nos confunde.
Parece ser aquela mesma dor primeira, mas já é outra. A pessoa que nos
deixou já não nos interessa mais, mas interessa o amor que sentíamos por
ela, aquele amor que nos justificava como seres humanos,
que nos colocava dentro das estatísticas: “Eu amo, logo existo”.

Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo.
É o arremate de uma história que terminou,
externamente, sem nossa concordância,
mas que precisa também sair de dentro da gente…
E só então a gente poderá amar, de novo.

Martha Medeiros

Fonte: pensador.uol.com.br

sábado, 5 de março de 2011

O ESPETÁCULO DA VIDA


Que você seja um grande empreendedor. Quando empreender, não tenha medo de falhar. Quando falhar, não tenha receio de chorar. Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue. Dê sempre uma nova chance para si mesmo.

Encontre um oásis em seu deserto. Os perdedores vêem os raios. Os vencedores vêem a chuva e a oportunidade de cultivar. Os perdedores paralisam-se diante das perdas e dos fracassos. Os vencedores começam tudo de novo.

Saiba que o maior carrasco do ser humano é ele mesmo. Não seja escravo dos seus pensamentos negativos. Liberte-se da pior prisão do mundo: o cárcere da emoção. O destino raramente é inevitável, mas sim uma escolha. Escolha ser um ser humano consciente, livre e inteligente.

Sua vida é mais importante do que todo o ouro do mundo. Mais bela que as estrelas: obra-prima do Autor da vida. Apesar dos seus defeitos, você não é um número na multidão. Ninguém é igual a você no palco da vida. Você é um ser humano insubstituível.

Jamais desista das pessoas que ama. Jamais desista de ser feliz. Lute sempre pelos seus sonhos. Seja profundamente apaixonado pela vida. Pois a vida é um espetáculo imperdível.

Augusto Cury

Fonte:pensador.uol.com.br

Reike,cura pelas mãos


O Reiki é um método natural de cura por meio das mãos. Em japonês, rei significa a "energia cósmica que flui por todo o Universo", e ki, a "energia vital do ser humano".

A técnica consiste em impor as mãos a uma determinada distância para transferir a energia vital de uma pessoa para a outra ou passá-la pelos locais do corpo que necessitam de equilíbrio: cabeça, olhos, nariz, chacras do corpo, região umbilical, pulmões, rins, joelhos e embaixo dos pés, para fixar a energia.

Mikao Usui (1865-1926), um padre cristão de Kioto, no Japão, sabia que era possível curar com as mãos, a partir de uma força vital que elas emanavam, mas não sabia como isso funcionava. Ao estudar sânscrito e antigas escritas budistas, Usui encontrou uma fórmula baseada em uma série de símbolos. Quando acionados, os símbolos ativavam e captavam a energia vital universal. Mikao Usui, então, passou o ensinamento para vários japoneses e fundou o sistema dos Mestres do Reiki.

Para aplicar o Reiki, é preciso fazer um curso composto por quatro níveis. O primeiro é o principal. Nele, o aluno recebe Reiki para toda a vida e aprende a ativar a energia vital em si mesmo e nos outros, por meio de uma técnica específica com a ajuda das mãos.

O segundo nível tem aplicações avançadas. Ele foca a cura mental com repercussão no corpo físico e etérico, além da cura à distância. No terceiro nível A, a pessoa pode aplicar Reiki nos outros e em multidões, mas ainda não é considerada um Mestre. Esse título é alcançado apenas no terceiro nível B, quando o Mestre formado pode iniciar outros alunos no Reiki.

Natalia Cabral está no nível 3 do curso e é considerada Máster. Segundo ela, o Reiki é uma energia que está presente em todo o universo e vem do cosmo diretamente para as mãos do iniciado, aquele que já passou pelo curso. "A pessoa recebe a energia, acreditando ou não", diz ela.

O Reiki é indicado para problemas físicos e espirituais. "Ele cura doenças e males sociais, como ansiedade e depressão. A pessoa tem que ter fé, mas mesmo aquelas que não têm, recebem a energia", garante Natalia. A iniciada explica que em casos muito graves, o método é feito até cinco vezes por dia.

Fonte - MBPress

sexta-feira, 4 de março de 2011

Pesquisadores criam índice para calcular obesidade

Novo método desenvolvido nos EUA mede percentual de gordura com mais precisão do que o IMC

RICARDO BONALUME NETO
FOLHA DE SÃO PAULO

O Índice de Massa Corporal (IMC), usado para medir o grau de magreza ou obesidade de uma pessoa, tem quase 200 anos de idade e defeitos.
Oito pesquisadores liderados por Richard Bergman, da Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, criaram "Um Índice Melhor de Adiposidade do Corpo". Esse é o título do artigo científico em que descrevem o método, na revista médica "Obesity".
O novo método chama-se Índice de Adiposidade Corporal (IAC) e usa uma equação e apenas duas medidas -a circunferência do quadril e a altura da pessoa- para chegar à porcentagem de gordura no corpo.
O método tradicional de calcular é obtido ao se dividir o peso da pessoa em quilos pelo quadrado de sua altura em metros. [veja ilustração]
O velho índice foi criado em 1832 pelo matemático e astrônomo belga Lambert Adolphe Jacques Quetelet (1796-1874). O Índice de Quetelet foi rebatizado de IMC em 1972, e depois adotado pela Organização Mundial de Saúde como um método simples de medir a obesidade.

SÓ PARA MAIORES
O IMC é impreciso, pois não leva em conta o sexo ou a massa muscular (mulheres têm mais gordura; e músculos pesam mais que gordura). Também não é adequado para menores de 18 anos.
Saber a prevalência de obesidade em uma população é importante em termos de saúde pública. Trata-se de fator de risco para doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, hipertensão e câncer.
Por exemplo: estudo com 24.508 pessoas de 45 a 79 anos, no Reino Unido, revelou que 1.708 homens e 892 mulheres desenvolveram doença coronária cerca de nove anos depois. Homens com as maiores cinturas em relação aos seus quadris tiveram 55% maior chance de desenvolver a doença; entre elas, o risco foi 91% maior.
Bergman e colegas testaram várias equações para checar qual corresponderia melhor à realidade. Eles tinham a porcentagem de gordura no corpo de duas populações estudadas antes, uma de 1.733 americanos descendentes de mexicanos, outra de 223 afro-americanos.
A gordura tinha sido medida por uma técnica de raio-X, a DXA (sigla em inglês para Absorciometria de Raios-x de Dupla Energia).
A fórmula conseguiu prever com precisão a gordura corporal nos casos acima de 20%; nos casos de gordura de 25% a 30%, a precisão foi total, erro de 0% na estimativa. Apenas nos casos de adiposidade abaixo de 10% a equação não foi tão precisa, indicando um erro de 17,4% a mais de gordura.
"O número de pessoas estudadas ainda é pequeno para generalizar para a população mundial", diz a brasileira Rosana Radominski, presidente da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica). "O percentual de gordura é muito relativo."
Entre o grupo de mexicanos-americanos, o porcentual de gordura medido pela técnica DXA variava de 8,7% a 61,2% da massa corporal. "Acima de 32% já há excesso, 60% vai ser sempre negativo", afirma Radominski.
Os extremos em saúde não costumam ser positivos. "Mas o porcentual pequeno de gordura em um atleta com massa muscular grande não é ruim", diz a médica; afinal, músculo pesa mais, e o atleta tem boa saúde geral.
Já em uma adolescente normal, esse mesmo porcentual de gordura pode significar que a garota está subnutrida e até incapaz de menstruar, com risco grave de desenvolver anorexia.
Os autores do estudo reconhecem que é preciso mais medidas e de diferentes populações para validar o novo índice.

Não Sei Quantas Almas Tenho


Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não atem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que sogue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.

Fernando Pessoa

quinta-feira, 3 de março de 2011

O QUE É PNL?


"É preciso fazer alguma coisa para passar o tempo e pôr em uso aquela pequena astúcia do cérebro que nos incomoda quando não é aplicada."
Tomaz Édison


A Programação Neurolingüística - PNL, simplesmente Neurolingüística ou PNL é uma tecnologia de vanguarda que utiliza métodos e processos para determinar os padrões utilizados pelas pessoas na geração de seus comportamentos e na obtenção dos resultados desses comportamentos. Assim, fracasso e sucesso são apenas lados distintos do resultado. O termo Programação está relacionado ao aprendizado comportamental; Neuro refere-se ao Sistema Nervoso Central e Lingüística relaciona-se com a linguagem, em especial a linguagem neurosensorial.

A PNL estuda o comportamento como um todo, tanto aqueles excepcionais quanto os limitantes e ineficazes. Mas o foco é a transição para a excelência, com direcionamento para a eficácia comportamental.
Assim as ferramentas utilizadas pela PNL são sempre direcionadas à criação da eficácia comportamental, para a geração de resultados satisfatórios nos diversos contextos da vida.
A PNL possibilita o entendimento e a modelagem da excelência comportamental. Com ela é possível uma pessoa repetir os comportamentos excepcionais de outra ou dela mesma, em outros contextos. Trata-se de uma maneira de descobrir e revelar a genialidade humana. A PNL é a ciência que permite que a pessoa tenha como dar o melhor de si e possa extrair o melhor dos outros. Com a PNL tornou-se possível modelar pessoas que têm facilidades para superar obstáculos, resolver conflitos, negociar, ampliar a inteligência emocional e atingir seus objetivos, de modo prático, assertivo, ecológico e rapidamente.
A PNL é um instrumento para as pessoas que desejam melhorias significativas em suas vidas. É um excelente mecanismo para o autoconhecimento e, consequentemente, uma base sólida para alcançar o ápice da realização pessoal e profissional.
Definição:
A Programação Neurolingüística - PNL é a ciência que estuda como o cérebro percebe, codifica, organiza, aprende e experimenta. Este processo afeta toda a comunicação e comportamentos. Afeta como você aprende e como você experimenta o mundo ao seu redor.
Por aprendizado, definem-se todos os comportamentos adquiridos e desenvolvidos ao longo da vida, sejam eles produtivos ou improdutivos.

O homem tem como instrumento de aprendizado o seu sistema neurológico e lingüístico. A PNL estuda a interligação dos canais sensoriais, os sentidos, com o processamento cerebral e as conseqüências dessa interação no comportamento humano, o aprendizado.
O homem desenvolve seu aprendizado através da percepção do ambiente que o circunda. Assim, tudo que é visto, tudo que é ouvido e sentido contribui para com a formação da experiência subjetiva da pessoa, que por sua vez é responsável pelo aproveitamento ou não desse potencial.


Histórico:
A Programação Neurolingüística - PNL foi desenvolvida originalmente por Richard Bandler, matemático e expert em informática e John Grinder, especialista em lingüística e gramática transformacional, ambos da Universidade de Santa Cruz, Califórnia em meados de 1970. Eles observaram que a diferença entre uma pessoa que produz resultados satisfatórios e outra que produz resultados ineficazes, é meramente operacional. Ou seja, o que faz a diferença é a maneira como a pessoa faz suas conexões neuroassociativas, para gerar resultados comportamentais.

As pesquisas no campo da PNL envolveram a observação de padrões comportamentais e lingüísticos de pessoas de destaque em várias áreas de atuação: terapia, negócios, comunicação, vendas, medicina, treinamento, esportes, hipnose etc. O mapeamento desses padrões permite o desenvolvimento de técnicas de modelagem da excelência humana, o que, hoje, possibilita reproduzir em qualquer pessoa, preservando seus princípios e valores, os comportamentos que outras realizam intuitivamente. Isso elimina o aprendizado por tentativa e erro e introduz no sistema de desenvolvimento humano um método de aprendizado sistemático, direcionado para o acerto e o prazer da eficácia e do sucesso.


Fundamentação:
Os fundamentos da PNL são os aprendizado e do funcionamento do ser humano: somos seres neurosensoriais, nosso aparato sensorial representa a porta de entrada de estímulos em nosso sistema nervoso, nossas experiências são interpretadas como únicas por esse sistema e o resultado, a saída, são os nossos comportamento, que atingem, ou não, os resultados que esperávamos. A PNL estuda como utilizar melhor o potencial desse sistema de entrada e saída, de modo a explorar toda a potencialidade neurológica que temos para gerar respostas produtivas, levando-nos a excelência.


Fonte:www.cursocoachingpnl.com.br

quarta-feira, 2 de março de 2011

Nanda e Cecília arrasam no camarote de Daniela Mercury na Bahia

Em Salvador já é Carnaval. Não se sabe se é o Carnaval deste ano que já começou ou se ainda é o do ano passado que não terminou.

Fantasiadas de chinesinhas, as irmãs Nanda (6 anos) e Cecília (2 anos) arrasaram na noite da última terça-feira, em Salvador, no camarote de Daniela Mercury, aberto para crianças convidadas. Esteve presente nata da sociedade baiana, inclusive vários artistas, como a própria estrela Daniela, Carla Peres Cia, entre outros.

Nanda e Cecília chamaram bastante a atenção dos presentes, inclusive da raínha da festa e dona do camarote, Daniela. Praticamente todas as pessoas que lá estavam elogiaram a beleza das meninas que foram de fato o alvo das atenções, Chamada para dar entrevista para a televisão, Nanda recusou. Indagada pelo vovô Sérgio por que não quis ser entrevistada, Nanda respondeu que foi pelo fato de não ser para a Globo. Assim ela não despertou o interesse. Quem sabe, estava pensando no cachê que normalmente é pago pela "vênus platinada" às celebridades. Afinal, estrela é estrela...

O figurinos foram adquiridos pela avó Ita em recente viagem ao Oriente. O make up porém ficou a cargo da mãe Patrícia juntamente com a tia Simone e a avó Taninha. As fotos foram batidas tio Lênio, que veio do Rio com Simane passar o carnaval em Salvador.














Casos de derrame cerebral aumentam entre os jovens

Internações de homens com até 34 anos cresceram 51% em 13 anos, nos EUA

No Brasil, números também saltaram; mais novos têm estilo de vida parecido com o dos idosos, dizem médicos

GUILHERME GENESTRETIDE - FOLHA DE SÃO PAULO

Casos de derrame aumentam entre os jovens, mostra levantamento dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, ligados ao Departamento de Saúde dos EUA.Em pouco mais de uma década, houve crescimento de 51% nas internações por acidente vascular cerebral isquêmico entre homens de 15 a 34 anos. Nas mulheres dessa faixa, a alta foi de 17%.Os pesquisadores acessaram dados sobre a internação de pacientes em cerca de mil hospitais americanos entre os anos de 1994 e 2007.No Brasil, as doenças cerebrovasculares também tiveram aumento expressivo entre os jovens, segundo números do Datasus, banco de dados do Ministério da Saúde.Entre 1998 e 2007, houve crescimento de 64% nas internações por AVC entre homens, e de 41% entre mulheres na faixa de 15 a 34 anos.O AVC isquêmico representa cerca de 90% dos casos e é causado pela obstrução das artérias cerebrais.Se não for contida a tempo, a doença pode lesionar áreas do cérebro e causar sequelas nos movimentos e em funções como a fala.Só em 2007 houve um total de 7.599 internações por doenças cerebrovasculares no Brasil, nessa faixa etária.Para a neurologista Sheila Martins, presidente da ONG Rede Brasil AVC, o aumento maior dos casos entre os brasileiros deve-se ao menor controle dos fatores de risco.MAIS SALHipertensão, diabetes e colesterol alto são fatores de risco de derrame."O AVC isquêmico é comum em idades mais avançadas, mas o jovem passa a ter os mesmos riscos se é mais sedentário e obeso", diz o neurologista Luiz Alberto Bacheschi, presidente do Conselho Regional de Medicina de São Paulo."Pensam que é doença de velho, mas cada vez mais jovens chegam aos hospitais com perda de força nos membros, tonturas, sinais que antes só víamos entre pessoas de mais idade", diz Martins.O jovem, segundo ela, está ingerindo mais sal, bebendo mais álcool e comendo mal.O uso de álcool e drogas pode causar lesões arteriais, tornando o adolescente e o jovem predispostos ao problema, diz Bacheschi.O neurologista Santino Lacanna, da Unifesp, não descarta a possibilidade de que nos últimos anos os diagnósticos tenham ficado mais precisos, o que pode explicar parte do aumento dos casos.Mas acrescenta que fatores como o estresse também podem ser uma hipótese válida."Com a competitividade, não dá para jogar o estresse pela janela, mas dá para controlar a alimentação e praticar exercícios físicos."SINAISDor de cabeça, dificuldade para falar ou enxergar e dormência nos membros são sinais. "As pessoas não sabem reconhecê-los e demoram a chegar aos hospitais", diz Sheila Martins.Para Bacheschi, "faltam campanhas mostrando que o jovem está levando uma vida comparável à de um idoso".