quarta-feira, 30 de junho de 2010

Perca peso todo dia

Entenda como pequenas mudanças de hábitos diários podem ajudar você e toda a família a emagrecer, combater o ócio e, de quebra, prevenir as doenças cardiovasculares

por Ivan Alves

A manufatura da roda revolucionou a vida do ser humano. A criação da circunferência tinha um princípio básico: reduzir a quantidade de esforço empregado pelo homem em algumas das atividades diárias. Desde então tem sido assim: século após século, a rotina é transformada por inventos que facilitam todo tipo de tarefa, seja no preparo de um café da manhã ou em uma operação bancária entre contas de diferentes continentes.

Tanta facilidade, no entanto, pode ter reflexos negativos no organismo. Em uma era onde tudo é remoto ou automático, a mobilidade do homem é pouco ou nada exigida. A medicina declara o sedentarismo como um dos principais inimigos da saúde. O movimento é um mecanismo que desencadeia uma série de reações no organismo, essenciais para que o corpo funcione corretamente. Além disso, são poucos os que têm uma dieta regrada. O excesso de calorias consumidas, combinado com a estagnação física, resulta no ganho de peso, catalisador de muitos malefícios ao nosso bem-estar.

"Ser saudável é uma combinação de nutrição equilibrada, movimentação física e uma boa noite de sono", ensina Páblius Staduto Braga da Silva, coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho. A importância das atividades físicas não é novidade para nenhum leigo. O problema é que poucos podem ou estão dispostos a dedicar algumas horas do dia para os exercícios.

ABAIXO O SEDENTARISMO

De acordo com José Kawazoe Lazzoli, especialista em Cardiologia e em Medicina do Esporte e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBME), essas mudanças de atitude compõem um conceito que surgiu na década de 1980, a partir de estudos epidemiológicos que mostraram a redução da taxa de mortalidade geral e cardiovascular associada a um maior gasto energético. "Esse conceito é denominado lifestyle exercise, ou seja, o exercício como um estilo de vida. Baseia-se na noção de que é necessário acumular gasto energético e que esse acúmulo pode ocorrer ao longo do dia".

Segundo Páblius da Silva, qualquer mudança de hábito que faça um indivíduo se movimentar mais será benéfica. Uma pessoa adulta com cerca de 70 kg de peso pode consumir de 1.500 a 2.000 calorias por dia. Esse valor varia individualmente, determinado por características físicas e metabólicas. A equação, então, é simples: quem consome mais energia do que gasta, ganha peso. Outro fator envolvido nessa conta se refere justamente às atividades manuais que realizamos. "Elas que estimulam a queima de calorias", ensina Silva. Por isso, mesmo os movimentos mais simples, como levantar-se para trocar de canal, ajudam no combate ao sedentarismo.

Um estudo de 1986, envolvendo quase 17 mil ex-alunos da Universidade de Harvard, nos EUA, comprovou que um gasto energético semanal igual ou superior a 2.000 kcal estava associado à redução do risco de mortalidade geral e por motivos cardiovasculares. Outra pesquisa da mesma instituição, essa de 1993, mostrou uma taxa 22% menor de mortalidade geral em indivíduos que caminhavam pelo menos nove milhas (14,48 km) por semana, quando comparados aos que percorriam menos de três milhas (4,82 km) por semana. O artigo mostrou, ainda, que pessoas que subiam mais de 55 lances (com 10 degraus) de escadas em sete dias apresentaram mortalidade geral 33% inferior em relação àquelas que enfrentavam menos de 20 lances de escada no mesmo período.

É HORA DE MUDAR

Cada pessoa que opta por mudanças pequenas deve respeitar suas características físicas. "Em primeiro lugar, ela deve se sentir bem, sem cansaço excessivo, até que seu corpo se adapte a essa carga. Depois de algum tempo, o praticante terá mais facilidade para realizar essa atividade e, se quiser, poderá aumentar a intensidade ou a frequência. Uma pessoa pouco acostumada aos exercícios, mas que decide usar a escada para subir andares de um prédio, pode percorrer parte do percurso a pé e o restante pelo elevador", aconselha Silva.

Lição assimilada, pense no seu dia e por onde começar. Tudo é estratégia. Veja os benefícios de cada atividade e elabore seu plano para vencer a luta contra a balança



Fonte: Site Vida Natural

Sou grato a Deus...

Por minha mulher...
por ela dizer que teremos cachorro-quente ao jantar, porque ela está em casa comigo!

Por meu marido...
por ele estar esparramado no sofá como um purê de batata, porque ele está comigo!

Pela adolescente lá de casa...
que está reclamando por ter que lavar a louça, porque isso significa que está em casa, e não nas ruas!

Pelas broncas do chefe...
pois isto significa que estou empregado!

Pela bagunça que restou depois da festa...
porque isto significa que estive rodeado de amigos!

Pelas roupas que estão ficando apertadas...
porque isso significa que tenho mais que o suficiente para comer!

Pela minha sombra que me observa em ação...
porque isso significa que estou fora, ao sol!

Pela grama que precisa ser cortada, pelas janelas que precisam ser limpas e pelas calhas que preciso consertar...
Porque isso significa que tenho uma casa!

Pela vaga que achei bem no final do estacionamento...
porque isso significa que posso caminhar e que tenho meio de transporte!

Pela conta monstruosa de energia que pago...
porque isso significa que estou sempre confortável!

Pela senhora desafinada que canta atrás de mim na Igreja...
porque isso significa que posso ouvir!

Pela pilha de roupas para lavar e passar...
porque isso significa que tenho roupa para vestir!

Pelo cansaço e músculos doloridos ao final do dia...
por que isso significa que fui capaz de dar duro o dia inteiro!

Pelo alarme que desligo pela manhã...
porque isso significa que continuo vivo!

E sou grato a Deus pelas pessoas que são meus colegas de trabalho...
porque tornam o trabalho mais interessante e divertido!

E, finalmente, por receber e-mails demais...
pois isso significa que um monte de amigos pensa em mim!

MANDE ISTO PARA QUEM VOCÊ GOSTA, COMO EU FIZ!

Deus abençoe!!


Enviado por Carmen Holanda, Fortaleza/Ce

Somos Insubstituíveis ?

Autor desconhecido

Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores.

Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: "ninguém é insubstituível" .

A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.

Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça.

Ninguém ousa falar nada.

De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:

- Alguma pergunta?

- Tenho sim.

-E Beethoven ?

- Como? - o encara o diretor confuso.

- O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?

Silêncio.....

O funcionário fala então:
- Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso.

Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar.

Quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Albert Einstein? Picasso? etc...

Todos esses talentos marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, são sim insubstituíveis.

Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa.

Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe focando no brilho de seus pontos fortes e não utilizando energia em reparar seus erros/ deficiências' .

Ninguém lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo , se Picasso era instável , Caymmi preguiçoso , Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico ...

O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos.

Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Se seu gerente, ainda está focado em 'melhorar as fraquezas' de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder/ técnico, que barraria Garrincha por ter as pernas tortas, Albert Einstein por ter notas baixas na escola, Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos

Nunca me esqueço de quando o Zacarias dos Trapalhões 'foi pra outras moradas'. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: "Estamos todos muito tristes com a 'partida' de nosso irmão Zacarias... e hoje, para substituí-lo, chamamos:... . Ninguém ... pois nosso Zaca é insubstituível"

Portanto nunca esqueça: Você é um talento único... com toda certeza ninguém te substituirá!

"Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo..., mas posso fazer alguma coisa. Por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso."

"No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é..., e outras..., que vão te odiar pelo mesmo motivo..., acostume-se a isso..., com muita paz de espírito. ..".


É bom para refletir e se valorizar!

Um bom dia ... insubstituível

Enviado por Ana Lúcia Passos, Psicóloga e Psicoterapeuta, Salvador/Ba

África do Sul em filmes

A África do Sul não produz um cinema relevante, mas tem sido palco de filmes importantes sobre a conturbada e espetacular história recente do país.

Se você viu Invictus, de Clint Eastwood, ambientado no primeiro ano do governo Mandela, talvez seja interessante "andar para trás" na história e conhecer filmes que tratam do período imediatamente anterior - sempre lembrando que o que vemos na tela não é "a" história, mas uma determinada visão da história.

Entrou em cartaz há pouco tempo na África do Sul um filme que já está disponível em DVD no Brasil, Frente a frente com o inimigo, do britânico Pete Travis. Trata do período final do apartheid, mais precisamente das negociações secretas entre o governo sul-africano e os militantes do clandestino Congresso Nacional Africano no exílio ou na prisão (como o próprio Mandela) tendo em vista a transição para um regime democrático. É cinema político da melhor qualidade, enxuto, tenso, com uma pegada documental que lembra certos filmes de Ken Loach e os thrillers políticos que os italianos (Rosi, Petri) faziam tão bem nos anos 60 e 70.

E logo deve estrear na África do Sul a adaptação cinematográfica de um livro extraordinário, O Clube do Bang-Bang, sobre os fotógrafos sul-africanos que documentaram na linha de frente os sangrentos conflitos étnicos e políticos ocorridos no país no delicado período entre a libertação de Mandela (1990) e sua posse como presidente (1994). Ainda não vi o filme, dirigido por Steven Silver, mas entevistei para a Folha o autor do livro, o fotógrafo Greg Marinovich, que acompanhou as filmagens - realizadas nos próprios locais dos acontecimentos - e deu o seu aval.


Fonte: Blog do José Geraldo Couto

terça-feira, 29 de junho de 2010

Chico Alfredo passa bem




Após sentir forte mal-estar, o nosso sempre simpático e jovial Chico Alfredo foi hospitalizado no último sábado pela manhã, em São Luiz/Ma, onde reside. Alfredo é casado com Iralda, uma das fundadoras da AFA.

Ela continua hospitalizado, em observação, mas, pelas informações que dispomos, o quadro evolui bem, caminhando para o seu restabelecimento, que é o que todos desejamos.

Temos certeza que com os cuidados e o carinho que ele vem recebendo sobretudo da família, logo Alfredo retornará às suas atividades normais, ao convívio em casa com sua família, com os parentes e amigos e ao trabalho, continuando a distribuir a sua contagiante simpatia.

Lambança na arbitragem

Na foto o Gol não validado do jogador britânico Lampard no jogo Alemanha X Inglaterra pela Copa do mundo na África do Sul. A bola ultrapassou a linha do gol em 30 cm.

Se o árbitro uruguaio Jorge Arrionda fosse paciente do Instituto dos Cegos, isso não teria acontecido.

Quem sabe, após esse e outros erros de arbitragem nesta Copa, os dirigentes da FIFA não passem a utilizar recursos eletrônicos para evitar a repetição de erros tão grotescos.


A hora da Verdade

Na hora da verdade ninguém engana a vida. É possível enganar o professor, os pais e até a pessoa que as estas contratando, mas enganar a vida é impossível. Na hora da verdade a vida se encarrega de pôr todas as pessoas no devido lugar.

ROBERTO SHINYASHIKI

MULHERES MODERNAS !!!

A moça passeava às margens do lago, quando, de repente, apareceu um sapo dizendo:
- Olhe, eu sou um engenheiro e fui transformado em um sapo por uma bruxa malvada. Se você me beijar, eu me caso com você e seremos felizes para sempre!

A mocinha toda contente, pegou o sapo e o colocou no bolso da jaqueta.
Enquanto ela ia a caminho de casa, o sapo começou a ficar impaciente e perguntou:
- Ei, você não vai me beijar?
Ela respondeu:
- De jeito nenhum! Faço muito mais dinheiro com um sapo falante do que com um marido engenheiro.

Vacinação e o desenvolvimento saudável das crianças

Do final dos anos 70 aos dias de hoje, a área da imunização deu um salto de qualidade científica e técnica incomparável na história da humanidade. Para se ter uma ideia, no século passado as grandes descobertas biomédicas (BCG, vacina da poliomielite) tiveram papel fundamental na cura de diversas doenças. Em pouco mais de 30 anos, o Brasil multiplicou o conhecimento nesta área, contemplando uma vasta lista de doenças que foram extintas. Como a varíola, cuja vacinação provocou a extinção do vírus no planeta.

Diversos programas governamentais foram cruciais para que a imunização atingisse um grande número de crianças (e também de adultos) em todo o País. A campanha anual contra a poliomielite, a introdução no calendário das vacinas contra o rotavírus e influenza são exemplos clássicos, mas não únicos.

Há algumas décadas era comum a internação de crianças com diarréia e pneumonia. Hoje, o volume destes casos nas enfermarias pediátricas é muito reduzido, graças à evolução da imunização. Neste período, a vacinação mais do que duplicou e tivemos um aumento de mais de 100% no número de vacinas aplicadas, o que resultou na queda no número de internações hospitalares.

Em pouco mais de 30 anos a imunização no Brasil passou de 20 para 39 vacinas nos dois primeiros anos de vida, sendo que, além destas, ainda se aplicam doses contra influenza, para prevenção de gripe sazonal.

Ainda assim é necessário conscientizar os pais sobre a importância das vacinas. A grande maioria está incluída no programa do SUS e por isso é gratuita. Mas, por outro lado, aos que podem investir um pouco nas vacinas extra calendário, oferecidas pelos serviços privados, lembro que o custo benefício vale a pena. Afinal, prevenir é muito mais barato do que remediar.

Poliomielite
Este é o 21º ano sem paralisia infantil no País e o 31º de campanhas nacionais. Desde 1989 o Brasil não tem registro de casos de poliomielite. Mas a vigilância é contínua para evitar a reintrodução dos poliovírus selvagens em razão dos casos importados de países em que a doença é endêmica.


Por Dr. Sylvio Renan Site do Pediatra

Por que (não) estudar latim hoje?



Se a língua latina é considerada a mãe da língua portuguesa e de outras línguas ocidentais, será que seu estudo não seria importante ainda hoje?

por Francisco Edmar Cialdine Arruda*


Qual a importância do latim hoje? Por que estudá-lo? Essas são as perguntas que geralmente nós nos fazemos tão logo entramos na primeira aula de latim da faculdade. Motivados pelo medo de alguns veteranos, às vezes chegamos até a negar a importância da disciplina com tais questionamentos. É claro que, muitas vezes, esse temor é corroborado quando somos obrigados a decorar listas e mais listas de desinências de casos, conjugações e etc., todavia, deixar de lado a língua que não só deu origem ao português e demais línguas neolatinas, como também influenciou tantas outras, é deixar de lado a oportunidade de entender, historicamente, como todas essas línguas se relacionam e se transformam. Foi pensando nisso que resolvi escrever esta apologia ao ensino de latim.

O latim nosso de cada dia

Ao contrário do que muitos possam pensar, o latim não é uma língua morta. Ele está mais vivo do que nunca. Não só vivo nas línguas neolatinas, mas em seu uso propriamente dito. Utilizamos a língua latina em algumas situações de nosso dia a dia. Deixamos o curriculum vitae nas empresas para conseguir emprego, fazemos cursos de pós-graduação lato sensu ou stricto sensu, nossa universidade pode estar localizada em diferentes campi etc. Esses são apenas alguns exemplos de expressões latinas comuns ao nosso cotidiano. É claro que sua influência se estende a outras línguas, por exemplo - ou melhor e.g.: em latim, temos a palavra dominus, que significa "senhor". A partir dessa palavra vieram as palavras "dominar", "condomínio" e o dia dedicado ao Senhor ("domingo"). Note que, há alguns séculos, tínhamos o título de "dom" (Dom Manuel, Dom Pedro I etc.), que caiu em desuso em português - porém, permanece em espanhol. O nome original do seu Madruga, famoso personagem do seriado de TV "Chaves", é, na verdade don Ramón. Temos o resquício dessa palavra apenas em seu feminino "dona" e seu diminutivo "donzela" (que veio de dominicella).

Se formos falar de língua inglesa, os exemplos não são menores. Apenas para citar alguns, temos university, que significa "universidade" - ambas as palavras vieram do latim universitas, isto é, o "universo", a "totalidade das coisas"; e não é essa a ideia de universidade? Outro exemplo curioso: o verbo to delete chegou ao português como "deletar", isto é, apagar algo que foi digitado no computador. Mas o verbo inglês tem origem latina: delere, "destruir" (incrivelmente, a segunda pessoa do plural do imperativo é delete). Então eu deixo a pergunta: será que Kaiser (imperador em alemão) e czar (imperador em russo) têm alguma relação com o império dos césares romanos? (Só para dar uma dica, César se escreve Caeser em latim e uma possível pronúncia é "cáisser").

Deixar de lado a língua que não só deu origem ao português e demais línguas neolatinas, como também influenciou tantas outras, é deixar de lado a oportunidade de entender como todas essas línguas se relacionam e se transformam



Internauta
Há, inclusive, sites e comunidades no site de relacionamentos Orkut em latim e que tentam "modernizar" a língua. Confira por exemplo em http://www.cirlapa.org/ locutorium.htm




Voltando para nossa língua, conhecer latim nos faz raciocinar sobre os sentidos das palavras. Observe: a palavra latina para água é aqua, daí a natação ser um esporte aquático, os seus peixes ficarem em um aquário. Então eu pergunto o que seria aquicultura? Você pode até nem saber ao certo, mas fará uma ideia.

Podemos também falar sobre o que algumas gramáticas chamam de irregularidades da língua e perceber que elas têm explicação na sua história. Uma grande pedra no sapato dos alunos é o plural de palavras terminadas em "-ão". Na verdade, a irregularidade está em conhecer a origem dos três possíveis plurais ("-ãos", "-ões", "-ães"). O plural de "nação" é "nações" porque veio do latim, natione; em "pão" (pane), temos "pães", mas "cristãos" para "cristão" (christianu).

O latim está tão vivo que ainda hoje ele ajuda a criar neologismos. Além do exemplo de "deletar", podemos citar mais esse: "marinheiro", em latim, é nauta - daí o porquê do adjetivo náutico para coisas ligadas à marinha. De nauta teremos "astronauta" ou "cosmonauta", o navegante dos astros ou dos cosmos. Por isso dizemos que quem navega na Internet é internauta.

Fonte: Site Conhecimento Prático

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Pensamento


Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.

Charles Chaplin

Blog com Contador de Visitas


Nosso Blog passa a contar com um contador de visitas. Assim, toda vez que um leitor acessar o contador registra essa nova visita.

O recurso foi adotado a partir do último sábado à noite, em torno das 20:00 horas. No momento em que faço essa postagem às 6:30 horas da segunda, a contagem já se aproxima dos 240 acessos. E é que nos finais de semana o número de visitas tende a ser menor do que de segunda a sexta.
Há um outro recurso que permite verificar o número de acesso dos últimos trinta dias, o qual mostra atualmente um número de acesso em torno de 4 mil mensais. Mas esse recurso não é visível no Blog, ao contrário do Contador de Visitas que é mostrado permanentemente do lado direito superior da primeira página.

Contamos para com a competente assessoria da Cássia Aquino, que nos auxiliou na montagem desse recurso de grande utilidade.

ERROS GROTESCOS DE ARBITRAGEM


Como no sétimo dia de Copa, em que Klose foi expulso injustamente, e a Alemanha acabou perdendo da Sérvia, e os EUA não venceram a Eslovênia porque tiveram um gol legítimo anulado, os árbitros voltaram a ser protagonistas. O chute do inglês Lampard ultrapassou a linha em mais de 30 centímetros. Tevez também estava dezenas de centímetros à frente dos mexicanos no primeiro gol. Não à toa, crescem os apelos para que se permita o uso da TV para que árbitros revejam lances duvidosos...

domingo, 27 de junho de 2010

Frase

“A única diferença entre o político e o ladrão é que o primeiro a gente escolhe e o segundo escolhe a gente…”

Millor Fernandes

Curiosidades

A Coca-Cola era originalmente verde.

É possível fazer com que uma vaca suba escadas mas não que desça.

O alfabeto havaiano tem 12 letras.

A cidade com mais Rolls Royce per cápita é Hong Kong.

O estado americano com a mais alta porcentagem de pedestres é o Alaska.

A porcentagem da África ainda selvagem é de 28%.

A porcentagem da América do Norte que é selvagem é de 38%.

Número médio de dias que uma alemã passa sem lavar sua roupa interior: 7!

Porcentagem de homens norte-americanos que dizem que se casariam com a mesma mulher se pudessem casar outra vez: 80%.

Porcentagem de mulheres norte-americanas que dizem que se casariam com o mesmo homem se pudessem casar outra vez: 50%.

Quantidade média de pessoas que se encontra em aviões em qualquer instante do dia: 61.000.

Porcentagem de norte-americanos que tenham visitado a Disneylandia ou Disney World: 70%

sábado, 26 de junho de 2010

São João no Instituto dos Cegos


TV Verdes Mares, no Bom Dia Ceará, dá ampla divulgação à festa de São João no Instituto dos Cegos.


Alunos mostram que são capazes de superar os desafios

25/06/10

As festas juninas são sempre coloridas e cheias de atrativos para os olhos. Mas quem não enxerga não perde a animação. Foi o que mostrou um grupo de pessoas com deficiência do Instituto dos Cegos. Eles fizeram o arraial da inclusão.
Ainda criança eles aprendem a balançar o quadril. O verde e o amarelo estavam por todos os lados. Uma homenagem ao país que também está em festa desde o início dos jogos da Copa do Mundo.
Para estes alunos especiais a festa de São João é mais que um motivo de diversão. Na festa mais aguardada do ano, os alunos têm oportunidade de mostrar que são capazes de superar desafios. Segundo a coordenadora do instituto em dias de festas os alunos tem muitos motivos para comemorar.
A quadrilha pé de serra é o grupo mais esperado. Quando ela chega ninguém fica parado. A noiva faz charme para chamar ainda mais atenção

Vejam pelo link abaixo a reportagem da TV Verdes Mares

http://tvverdesmares.com.br/bomdiaceara/sao-joao-no-instituto-dos-cegos/

'Barriga de Chopp' pode estar relacionada ao Alzheimer




Pessoas que acumulam gordura na região do abdômen tendem a desenvolver doenças mentais, aponta um novo estudo americano realizado pela Universidade de Boston.

Segundo o periódico Annals of Neurology, onde a pesquisa foi publicada, pessoas com níveis elevados de tecido visceral – gordura que se acumula ao redor dos órgãos – são mais propensas a serem diagnosticadas com doenças como o Alzheimer.

Os especialistas mediram o índice de massa corporal, a circunferência da cintura e realizaram exames de ressonância magnética nos quase 1000 voluntários que participaram da experiência na qual foi baseada a pesquisa.

As conclusões do estudo mostraram que quanto maior o IMC (índice de massa corporal), menor o volume cerebral. Para os cientistas, esse fator é o principal responsável pela conexão entre a gordura abdominal e os riscos de demência


- Título oficial: Visceral fat is associated with lower brain volume in healthy middle-aged adults-

- Publicação: Annals of Neurology

- Quem fez: Sudha Seshadri, médica do Departamento de Neurologia da Escola de Medicina da Universidade de Boston

- Instituição: Universidade de Boston, nos Estados Unidos

- Dados de amostragem: A análise americana foi realizada em pessoas com, aproximadamente, 60 anos, dos quais 70% eram mulheres. Ao todo, foram acompanhados 700 voluntários adultos.

- Resultado: O estudo mostrou que a obesidade está associada ao menor volume do cérebro, um fator importante para o desenvolvimento de demências.
Fonte: site Revista Veja

Relembrando AFA Kids

O que o açúcar falou para o café?
R.: "Quando chego perto de você, eu me derreto todo!"

O que a frigideira falou para a pipoca?
R.: "Eu aqui fritando e você pulando de alegria!"

O que a letra "i" falou para letra "b"?
R.: "Acho que está na hora de você fazer um regime e perder esta barriga".

O que o pires falou para a xícara?
R.:"Tira essa bunda quente de cima de mim!"

O que o Liso falou para a Lisa?
R.: "Lisos somos."

O que é que o pneu disse para o asfalto?
R.: "Você me deixa careca."

O que o pára-quedas disse para o homem que tinha acabado de saltar?
R.: "Estou contigo e não abro!"

O que o cadarço falou para o tênis?
R.: 'Estou amarradão em você."

O que o fósforo disse para a bomba?
R.: "Você é um estouro!"

O que um elevador disse para o outro?
R.: "Pense em quantas pessoas nós já fizemos subir na vida!"

O que disse o prego para o martelo?
R.: "Bate devagar que eu estou com dor de cabeça..."

O que a máquina de calcular disse para o contador?
R.: "Pode contar comigo!"

O que é que a banana suicida falou?
R.: "Macacos me mordam."

O que um cromossomo disse para o outro?
R.: "Oh! Cromossomos felizes!"

O que um sabão em pó disse para o outro?
R.: "Eu te OMO."

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Carroça Vazia

Barulho de Carroça

Certa manhã, meu pai convidou-me a dar um passeio
no bosque e eu aceitei com prazer.

Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno
silêncio me perguntou:

- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais
alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:

- Estou ouvindo um barulho de carroça.

- Isso mesmo, disse meu pai. É uma carroça vazia ...
Perguntei ao meu pai:

- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?

- Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia, por causa do barulho.
Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.

Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, inoportuna, interrompendo a conversa de todo mundo,
tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo:

Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...

Autor desconhecido

Envie esta mensagem por email para os seus amigos

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

A criação

No primeiro dia, Deus criou a vaca e disse:
"Você deve, diariamente, ir ao campo com o fazendeiro, ficar Sob o sol, ter bezerros e dar leite para alimentar fazendeiro.
Eu lhe dou 60 anos de vida"

A vaca respondeu:
"É uma vida muito sacrificada para mim durante 60 anos.
Eu aceito 20 e devolvo os outros 40."
E Deus aceitou.

No segundo dia, Deus criou o cachorro e disse:
"Fique sentado todos os dias sob o sol,
Na frente da casa e lata para qualquer um que passar.
Eu lhe dou uma vida de 20 anos."

O cachorro disse:
"É uma vida muito longa para ficar latindo.
Dê-me 10 anos e eu devolvo os outros 10."
E Deus aceitou.

No terceiro dia, Deus criou o macaco e disse: "Divirta as pessoas, faça-as rir. Eu lhe concedo 20 anos."

O macaco disse:
"Fazer macaquice por 20 anos é muito chato. Para o cachorro o Sr. Concedeu 10 anos. Faça o mesmo comigo.."
E Deus concordou.
No quarto dia, Deus criou o homem e disse:
"Coma, durma, brinque, e não se preocupe com nada.
E lhe concedo 20 anos.

O homem respondeu:
"O quê? Só 20 anos? Que miséria.
Veja, eu pego os meus 20, os 40 que a vaca devolveu, Os 10 do macaco e os 10 do cachorro.
Isso faz 80 anos.

Está bem" -Deus respondeu. "Negócio fechado".

É Por isso que durante os 20 primeiros anos de nossa vida nós comemos, dormimos, brincamos. ...
E não fazemos mais nada.

Nos 40 anos seguintes nós trabalhamos como uma vaca sob o sol para manter a família.

Nos outros 10 anos fazemos macaquices para distrair os netos.

E nos últimos dez anos ficamos sentados na frente da casa cuidando de todo mundo...

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

Pelé x Maradona (escrito por um uruguaio)


Pelé vs. Maradona

Pelé a los 17 años
*Campeón Mundial
*Gran figura del Mundial de Suecia

Maradona a los 17 años
*Sustituido en el Mundial de Argentina de 1978 por Menotti

Pelé a los 21
*A los 21 años, Pelé ya había hecho más de 500 goles en una época en que no existía tarjeta amarilla.
*Enseguida se corona Bicampeón Mundial de Clubes 1962-1963

Maradona a los 21 años
*Juega en el Mundial de España sin ningún brillo
*Es expulsado contra Brasil por una falta violenta contra Batista

Pelé a los 26 años
*Considerado el Rey del Futbol - durante el Mundial de 1966 en Inglaterra.
*Según “Ratin” – defensor argentino – el mundial más violento de la historia

Maradona a los 26 años
*Campeón del Mundo por Argentina.
*Considerado el mejor jugador de este mundial.
*Hizo el famoso gol contra Inglaterra con ayuda de la “Mano de Dios”

Pelé a los 30 años
*Campeón del mundo por la 3a. vez en México
*Gran figura del mundial con 6 goles
*El 19 de noviembre de 1969 hace su milésimo gol

Maradona a los 30 años
*Juega el mundial de Italia, sub-campeón mundial
*Expulsado del futbol italiano por uso de drogas
*Paga más de US$30,000 en multas por faltar a entrenamientos/juegos

Pelé a los 34 años
*Es contratado por el equipo Cosmos por US$ 6,000,000.00 para jugar dos temporadas en los Estados Unidos
*Campeón de NASL en 1977

Maradona a los 34 años
*Expulsado del Mundial de 94 por uso de drogas – jugando como Capitán de la Selección Argentina

Pelé – Estadísticas



Mundiales (1958, 1962 e 1970) 

2 Mundiales Interclubes - Santos (1962 e 1963)

2 Copas Libertadores da América - Santos (1962 e 1963)

10 Campeonatos Paulistas - Santos (1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969 e 1973)

5 Tazas Brasil - Santos (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965)

4 Torneos Rio-Sao Paulo - Santos (1959, 1963, 1964 e 1966)

1 Campeonato Nacional de los Estados Unidos - Cosmos 
 


1281 goles en 1363 juegos


Con la Selección Brasileña : 92 juegos – 97 goles

Maradona – Estadísticas

Boca Juniors (1981)
Barcelona (Copa del Rey, 1983)
World Cup (Mexico, 1986)
Napoli (Scudetto, 1987 y 1990)
Italian Cup (1987)
UEFA Cup (1989)
Italian Supercup (1991)
Artemio Franchi Cup (1993)

692 juegos - 352 goles

90 juegos por la Selección Argentina - 33 goles

Ambos jugaron 21 años :


Pelé : 1363 juegos – 1281 goles


Maradona : 692 juegos – 345 goles



Por la Selección :


Pelé : 92 juegos – 97 goles


Maradona : 90 juegos – 33 goles

Fuera del Campo – Pelé

*Pelé fue recibido por los Papas Juan XXIII, Pablo VI y Juan Pablo II, en el Vaticano, y por cuatro Presidentes norteamericanos en la Casa Blanca.

*Electo el atleta del Siglo 20 por el Comité Olímpico Internacional.

*Condecorado Sir, por la Reina Elizabeth II, de Inglaterra; Embajador de la UNESCO.

*Recibió homenajes en más de 30 paises.

*En 1977 ganó el diploma de Ciudadano del Mundo en la ONU.

*Fue Ministro de Deportes em Brasil entre los años de 1995 y 1998.


Fuera del campo – Maradona


*En dos ocasiones ha sido internado por uso de drogas, ninguno contrato de patrocionio.

Curiosidades sobre Pelé:


Por causa de Pelé, Santos llegó a jugar 22 partidos en 30 días, creando la ley de las 72 horas entre un partido y otro.
FIFA tuvo que cambiar la regla del penal por la “paradinha” que el Rey creo.
Debutó profesionalmente a los 15 años, a los 16 en la selección, con 17 era Campeón del Mundo y a los 21 años y 10 meses hacia su gol número 500.


Conclusión

Comparar a Pelé con Maradona solo puede ser cosa de argentinos.
Nota: Que Pelé foi muito melhor jogador do que foi Maradona, não se discute, mas acho que isso foi escrito por um brasileiro.
Se Maradona quer se comparar a Pelé pelo que fez, imagine a quem ele ia querer se comparar se tivesse feito o que Pelé fez. Certamente, a Deus.
A sorte de Maradona é que ele atuou na época da TV, o que não aconteceu com Pelé, que foi da era do rádio no futebol.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Copa do Mundo e a numerologia




O Brasil ganhou a copa do mundo em 1994, antes disso, sua última conquista do título foi em 1970.
Se você somar 1970 + 1994 = 3964

A Argentina ganhou sua última copa do mundo em 1986, antes disso, só em 1978.
Somando 1978 + 1986 = 3964

Já a Alemanha ganhou a sua última copa em 1990. Antes disso foi em 1974.
Somando 1990 + 1974 = 3964

Seguindo esta lógica, poderia se ter adivinhado o ganhador da copa do mundo de 2002, pois este teria que ter sido o vencedor da copa de 1962!
Conferindo: 3964 -2002 = 1962

E o ganhador da copa em 1962 foi o Brasil!

Realmente, a numerologia parece funcionar… E quem venceria a copa do mundo de 2010 na África do Sul?
Resposta: 3964 – 2010 = 1954

E quem ganhou em 1954?…. Alemanha!!!!

Confira no dia 11 de julho
Fonte: Blog do Mesquita

MANUEL BÍBLICO

Maria Madalena estava para ser apedrejada quando
Jesus interferiu a seu favor:
- Quem aqui nunca errou, que atire a primeira pedra!
Manuel que estava ali por perto, pegou um baita tijolo do chão
e meteu bem no meio da testa de Maria Madalena.
Jesus foi conversar com o Manuel:
- Escuta meu filho, você nunca errou????
- Desta distância, não sinhore!!

Vitaminas na infância



As vitaminas são elementos nutritivos essenciais e, embora todas sejam muito importantes, cada uma desenvolve diferentes papéis de acordo com a faixa etária. Algumas são fundamentais quando ingeridas na infância, para o perfeito desenvolvimento da maioria das funções de nosso organismo ao longo de toda a vida.

Na fase neonatal, alguns cuidados são imprescindíveis, tanto para os bebês como para as mamães, sobretudo com a ingestão de vitaminas do complexo B e, com elas, o ácido fólico.

A história da Vitamina B12 e suas funções estão intimamente ligadas ao ácido fólico. Até por isto é também denominada de "vitamina da futura mamãe". A falta de ácido fólico está relacionada à alta incidência de crianças com malformações congênitas do sistema nervoso, lábio leporino e fissura palatina nesta situação. Estudos indicam que adicionar ácido fólico na alimentação das recém-gestantes diminuiria em 70% a incidência de malformações congênitas, assim como pode reduzir os partos prematuros. Isto porque é justamente no início da gestação que a suplementação de ácido fólico é importante. Porém, toda reposição de Vitamina B12 deve ser feita sob a supervisão e orientação de um médico.

As principais fontes de vitamina B12 e ácido fólico são carnes, verduras escuras, cereais, feijões e batatas, além de suplementos. No Brasil, como em outros países, o ácido fólico já vem sendo acrescentado à farinha de trigo de uso doméstico.

Na infância, a Vitamina D tem muita importância, sobretudo nos últimos anos. Algumas pesquisas demonstram que a carência de Vitamina D pode estar associada ao Diabetes Tipo 1, entre outros problemas de saúde.

Há cerca de 10 anos pesquisadores do departamento de epidemiologia pediátrica e bioestatística do Instituto de Saúde Infantil de Londres anunciaram que a Vitamina D atua como um agente imunossupressor e que sua falta na infância pode desenvolver o diabetes. Os pesquisadores indicaram que uma elevada, porém controlada, quantidade de suplementos de vitamina D na infância pode impedir o Diabetes Tipo 1. Há evidências de que o uso materno de óleo de fígado de bacalhau durante a gravidez pode reduzir a freqüência deste mesmo tipo de diabetes em crianças. O mesmo estudo apontou ainda que crianças que tomaram a suplementação regular de vitamina D tiveram o risco de Diabetes Tipo 1 reduzido em cerca de 80%.

Embora as vitaminas A e D sejam encontradas em diversos alimentos, convencionou-se ser mais seguro a sua administração via solução oral medicamentosa para crianças de 0 a 2 anos. A falta de tempo dos pais e a industrialização dos alimentos sugerem ser mais eficaz a ingestão destas vitaminas por gotas. E, embora estejamos num país tropical, onde o sol é rica fonte de vitamina D, poucos têm a chance de desfrutar da natureza em tempo e forma adequada para suprir as suas necessidades diárias.

A vitamina A também é conhecida por executar papel importante no corpo humano, da fase ultra-interina à terceira idade. Seus benefícios são a formação dos ossos, da pele, cabelos e unhas, proteção da retina, principalmente para a visão noturna, e no desenvolvimento embrionário.

Igualmente importante é a Vitamina B6, fundamental para o crescimento dos jovens, por interferir no metabolismo das proteínas e gorduras, atuando na produção de hormônios e como estimulante das funções defensivas das células. Sua carência pode provocar convulsões e edema de nervos periféricos, distúrbios do crescimento e anemia.

Enfim, as vitaminas agem na principal essência da medicina, que é a prevenção, a proteção e o desenvolvimento à saúde, sendo a maneira mais eficaz de se garantir uma longevidade de qualidade.

Fonte: Blog do Pediatra - Dr. Sylvio Renan

Notícias de Flávia Assaife

Queridos amigos

O que seria de mim sem vocês? Nadinha....

Venho agradecer a conquista de 50.000 leituras e a aquisição da estrela dourada junto a Camara Brasileira de Jovens Escritores (www.camarabrasileira.com).

Continuem me prestigiando e indicando aos amigos. Abaixo os links para as publicações deste mês:

Forte e afetuoso abraço,

Flávia Flor (Assaife)

http://www.camarabrasileira.com/apol67-013.htm
http://www.camarabrasileira.com/ab10-010.htm
http://www.camarabrasileira.com/enc10-002.htm

Pensamento

Ter verdadeiro sucesso na vida é: rir muito e muitas vezes; ganhar o respeito de pessoas inteligentes; gozar do carinho de meninos; ganhar o reconhecimento de pessoas qualificadas e saber suportar a traição de falsos amigos; apreciar a beleza; procurar o melhor nos demais; deixar o mundo um pouco melhor de como o encontraste - com um filho são, um jardim bonito ou uma pessoa mais feliz; saber que ao menos alguém viveu melhor graças a ti.

(Autor desconhecido)

quarta-feira, 23 de junho de 2010

As baianinhas estão em Fortaleza esta semana


Encontram-se em Fortaleza desde terça-feira à noite, permanecendo até o próximo domingo, as netas Nanda e Cecília, curtindo uma semana de férias na companhia dos pais.

Como em Salvador as férias escolares começam antes do dia de São João, que é a festa mais importante e a mais comemorada pelos baianos, nada melhor do que dar uma esticadinha ao Ceará, para aproveitar esses dias de folga.

Show da língua portuguesa!

'Um homem rico estava muito mal, agonizando. Pediu papel e caneta. Escreveu assim:

'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. '

Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes.

1) O sobrinho fez a seguinte pontuação:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres

2) A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o escrito:
Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

4) Aí, chegaram os descamisados da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.

Moral da história:
'A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras. Nós é que fazemos sua pontuação.
E isso faz toda a diferença.

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

CONSELHO DE UM PAI

Um jovem recém casado estava sentado num sofá num dia quente e úmido, bebericando chá gelado durante uma visita à casa do seu pai.
Enquanto conversavam sobre a vida, o casamento, as responsabilidades, as obrigações e deveres da pessoa adulta, o pai remexia pensativamente os cubos de gelo no seu copo, quando lançou um olhar claro e sóbrio para seu filho, e disse:
Nunca se esqueça de seus amigos! - aconselhou.

Serão mais importantes na medida em que você envelhecer.
Independentemente do quanto você ame sua família, os filhos que porventura venham a ter, você sempre precisará de amigos.
Lembre-se de, ocasionalmente, ir a lugares com eles; divirta-se na companhia deles; escreva para eles; telefone de vez em quando...
Que estranho conselho - pensou o jovem.
Acabo de ingressar no mundo dos casados.
Sou adulto.
Com certeza minha esposa e minha família serão tudo o que necessito para dar sentido à minha vida!
Contudo, ele seguiu o conselho de seu pai.
Manteve contato com seus amigos e sempre procurava fazer novas amizades.
À medida em que os anos se passavam, ele foi compreendendo que seu pai sabia do que falava.
À medida em que o tempo e a natureza realizavam suas mudanças e mistérios sobre o homem, os amigos sempre foram baluartes em sua vida.
Passados mais de 50 anos, eis o que o jovem aprendeu:
O tempo passa.
A vida acontece.
A distância separa...
As crianças crescem.
Os empregos vão e vêem.
O amor se transforma em afeto.
As pessoas não fazem o que deveriam fazer.
O coração para sem avisar.
Os pais se vão.
Os colegas esquecem os favores.
As carreiras terminam.Mas os verdadeiros amigos(as) estão lá, não importa quanto tempo, nem quantos quilômetros tenham afastado vocês.

Um AMIGO(A) nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade, torcendo por você, intervindo em seu favor e esperando você de braços abertos, abençoando sua vida!
Quando iniciamos esta aventura chamada VIDA, não sabemos das incríveis alegrias e tristezas que experimentaremos à frente, nem temos boa noção do quanto precisamos uns dos outros...
Mas, ao chegarmos ao fim da Vida, já sabemos muito bem o quanto cada um foi importante para nós!

(Autor desconhecido)

Enviado por Vilemar Rocha, Fortaleza/Ce

POEMA ESCRITO POR ELE, E POR ELA

*POEMA ESCRITO POR ELE:*


Que feliz sou eu, meu amor!*
Já, já estaremos casados,*
O café da manhã na cama,*
Um bom suco e um pão torrado*

Com ovos bem mexidinhos*
Tudo pronto bem cedinho*
Depois irei para o trabalho*
E você para o mercado*

Daí você corre pra casa*
Rapidinho arruma tudo*
E corre pro seu trabalho*
Para começar o seu turno*
Você sabe que de noite*
Gosto de jantar bem cedo*
De ver você bem bonita*
Alegre e sorridente*

Pela noite minisséries*
Cineminha bem barato*
Nada, nada de shoppings*
Nem de restaurantes caros*

Você vai cozinhar pra mim*
Comidinhas bem caseiras*
Pois não sou dessas pessoas*
Que gosta de comer besteiras....*

Você não acha, querida*
Que esses dias serão gloriosos?*
Não se esqueça, meu amor*
Que logo seremos esposos!*


*POEMA ESCRITO POR ELA*



Que sincero meu amor!*
Que oportunas tuas palavras!*
Esperas tanto de mim*
Que me sinto intimidada*

Não sei fazer ovo mexido*
Como sua mãe adorada,*
Meu pão torrado se queima*
De cozinha não sei nada!*

Gosto muito de dormir*
Até tarde, relaxada*
Ir ao shopping fazer compras*
Com o Visa tarja dourada*

Sair com minhas amigas,*
Comprar só roupa de marca*
Sapatos só exclusivos*
E as lingeries mais caras*

Pense bem, que ainda há tempo*
A igreja não está paga*
Eu devolvo meu vestido*
E você seu terno de gala*

E domingo bem cedinho*
Prá começar a semana,*
Ponha aviso num jornal*
Com letras bem destacadas:

HOMEM JOVEM E BONITO*
PROCURA ESCRAVA BEM LERDA*
PORQUE SUA EX-FUTURA ESPOSA*
MANDOU ELE IR À M

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

Técnicos superpoderosos viram vedetes nesta Copa

Técnicos superpoderosos viram vedetes nesta Copa

Treinadores ganham prestígio e se expõem bem mais do que os craques


Ricos, poderosos e prato principal para milhares de jornalistas. Na Copa do Mundo, os antes coadjuvantes treinadores foram transformados em vedetes.
A começar pela própria Fifa. A entidade tem normas que geram uma superexposição dos treinadores e esconde os jogadores.
Resultado: Dunga e seus colegas de profissão são obrigados pela federação internacional a conceder entrevistas coletivas na véspera dos jogos e após as partidas. Isso sempre nos estádios, com as marcas dos patrocinadores da Fifa bem atrás dos treinadores. São, em cada sessão, cerca de 15 minutos.
Assim, só na primeira fase serão seis entrevistas e cerca de 90 minutos de imagens e palavras dos técnicos exibidas para todo o mundo.
São, portanto, excessivamente expostos Dunga, Maradona e Fabio Capello, por exemplo, mas pouco se vê de Messi, Rooney e Kaká.
Pelas regras da Fifa, o único jogador que obrigatoriamente precisa falar com os jornalistas é o melhor da partida. Mas quase sempre o eleito precisa responder a só duas breves perguntas.
Para os jogadores, existe a zona mista, entretanto fala apenas quem quer. Fora disso, restam as entrevistas organizadas pelas federações -em mais de um mês, a CBF colocou o atacante Luis Fabiano, por exemplo, para falar duas vezes.
Os técnicos falam muito também porque ganham muito. Levantamentos de publicações europeias mostram que os 32 treinadores que comandam as seleções deste Mundial ganham juntos o equivalente a R$ 80 milhões por ano, ou uma média individual de R$ 2,5 milhões.

PODERES INIMAGINÁVEIS
Quem puxa a fila dos técnicos mais bem pagos é o italiano Fabio Capello, que recebe quase R$ 20 milhões para comandar a Inglaterra, que corre sério risco de eliminação já na primeira fase.
Dunga está longe das primeiras colocações -seu salário anual está na casa dos R$ 2 milhões. Mas o brasileiro é, porém, um dos exemplos mais acabados dos superpoderes que os técnicos de seleções têm hoje, pelo menos desde a década de 90.
Dunga decide como o time vai se relacionar com a imprensa e determina se os treinos serão fechados ou não -algo inimaginável em 1958, quando a imagem do técnico campeão é a de um Vicente Feola que, dizem, dormia no banco de reservas e deixava a seleção brasileira jogar.
Capello resolveu até avaliar as hospedagem da equipe. Vetou a Universidade de Pretória, o mais desejado local de treinos da Copa, por avaliar que os quartos não estavam à altura do time.
A Argentina assumiu o lugar, e a mídia inglesa atacou o técnico italiano. (EDUARDO ARRUDA, MARTÍN FERNANDEZ, PAULO COBOS E SÉRGIO RANGEL) - Folha de São Paulo

terça-feira, 22 de junho de 2010

PARA QUEM GOSTA UM POUQUINHO DA LÍNGUA PORTUGUESA.

Texto: Redação de aluna da Universidade Federal de Pernambuco*

Era a terceira vez que aquele substantivo e aquele artigo se encontravam no elevador. Um substantivo masculino, com um aspecto plural, com alguns anos bem vividos pelas preposições da vida. E o artigo era bem definido, feminino, singular: era ainda novinha, mas com um maravilhoso predicado nominal.

Era ingênua, silábica, um pouco átona, até ao contrário dele: um sujeito oculto, com todos os vícios de linguagem, fanáticos por leituras e filmes ortográficos. O substantivo gostou dessa situação: os dois sozinhos, num lugar sem ninguém ver e ouvir. E sem perder essa oportunidade, começou a se insinuar, a perguntar, a conversar.

O artigo feminino deixou as reticências de lado, e permitiu esse pequeno índice. De repente, o elevador pára, só com os dois lá dentro: ótimo, pensou o substantivo, mais um bom motivo para provocar alguns sinônimos. Pouco tempo depois, já estavam bem entre parênteses, quando o elevador recomeça a se movimentar: só que em vez de descer, sobe e pára justamente no andar do substantivo. Ele usou de toda a sua flexão verbal, e entrou com ela em seu aposto.

Ligou o fonema, e ficaram alguns instantes em silêncio, ouvindo uma fonética clássica, bem suave e gostosa. Prepararam uma sintaxe dupla para ele e um hiato com gelo para ela. Ficaram conversando, sentados num vocativo, quando ele começou outra vez a se insinuar.

Ela foi deixando, ele foi usando seu forte adjunto adverbial, e rapidamente chegaram a um imperativo, todos os vocábulos diziam que iriam terminar num transitivo direto.

Começaram a se aproximar, ela tremendo de vocabulário, e ele sentindo seu ditongo crescente: se abraçaram, numa pontuação tão minúscula, que nem um período simples passaria entre os dois. Estavam nessa ênclise quando ela confessou que ainda era vírgula; ele não perdeu o ritmo e sugeriu uma ou outra soletrada em seu apóstrofo. É claro que ela se deixou levar por essas palavras, estava totalmente oxítona às vontades dele, e foram para o comum de dois gêneros.

Ela totalmente voz passiva, ele voz ativa. Entre beijos, carícias, parônimos e substantivos, ele foi avançando cada vez mais: ficaram uns minutos nessa próclise, e ele, com todo o seu predicativo do objeto, ia tomando conta.

Estavam na posição de primeira e segunda pessoa do singular, ela era um perfeito agente da passiva, ele todo paroxítono, sentindo o pronome do seu grande travessão forçando aquele hífen ainda singular. Nisso a porta abriu repentinamente. Era o verbo auxiliar do edifício. Ele tinha percebido tudo, e entrou dando conjunções e adjetivos nos dois, que se encolheram gramaticalmente, cheios de preposições, locuções e exclamativas. Mas ao ver aquele corpo jovem, numa acentuação tônica, ou melhor, subtônica, o verbo auxiliar diminuiu seus advérbios e declarou o seu particípio na história.

Os dois se olharam, e viram que isso era melhor do que uma metáfora por todo o edifício. O verbo auxiliar se entusiasmou e mostrou o seu adjunto adnominal. Que loucura, minha gente. Aquilo não era nem comparativo: era um superlativo absoluto. Foi se aproximando dos dois, com aquela coisa maiúscula, com aquele predicativo do sujeito apontado para seus objetos. Foi chegando cada vez mais perto, comparando o ditongo do substantivo ao seu tritongo, propondo claramente uma mesóclise-a-trois. Só que as condições eram estas: enquanto abusava de um ditongo nasal, penetraria ao gerúndio do substantivo, e culminaria com um complemento verbal no artigo feminino.

O substantivo, vendo que poderia se transformar num artigo indefinido depois dessa, pensando em seu infinitivo, resolveu colocar um ponto final na história: agarrou o verbo auxiliar pelo seu conectivo, jogou-o pela janela e voltou ao seu trema, cada vez mais fiel à língua portuguesa, com o artigo feminino colocado em conjunção coordenativa conclusiva.


* Não tenho informações do título e da autora do texto. Este texto é uma redação feita por uma aluna da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco (Recife), que venceu um concurso interno promovido pelo professor titular da cadeira de Gramática Portuguesa.

Enviado por Joseoly Moreira, Fortaleza/Ce

Técnica reduz obesidade sem cirurgia

Colocação de revestimento plástico no intestino impede absorção de alimentos e leva à perda de até 30% do peso

HC de São Paulo está testando a intervenção com 78 pacientes; prótese também ajuda a controlar o diabetes

GABRIELA CUPANI
DE SÃO PAULO

Um novo procedimento pode ajudar pacientes obesos a perder peso e até evitar a cirurgia de obesidade, além de controlar o diabetes.
Trata-se de uma técnica endoscópica, que insere via oral uma espécie de revestimento de 62 centímetros no início do intestino delgado da pessoa. Isso impede a absorção de comida naquela região. O alimento, então, vai do estômago diretamente para a porção final do intestino.
A técnica vem sendo testada com sucesso há mais de um ano no Hospital das Clínicas de São Paulo em 78 pacientes, que perderam, em média, 30% do peso. Uma redução de 10% já é considerada significativa pelos médicos.
A prótese colocada é de um material plástico maleável. Ela é deixada no organismo por cerca de um ano. Nesse período, o paciente passa por reeducação alimentar e mudança de hábitos de vida, incluindo prática de atividade física. Isso evita que ele recupere o peso perdido.

OBESOS MÓRBIDOS
Todos os pacientes avaliados eram obesos mórbidos (tinham índice de massa corporal acima de 35), portadores de diabetes e doenças associadas. Eles haviam se candidado à cirurgia bariátrica (de obesidade), porque não conseguiam perder peso com métodos não cirúrgicos.
Embora a nova técnica seja indicada para quem precisa perder peso antes da cirurgia de obesidade, alguns dispensaram a operação após o resultado obtido.
Além disso, 90% deles conseguiram manter o diabetes sob controle. Os resultados mostraram que houve redução no uso de remédios pelos pacientes -20% deixaram de usar drogas antidiabéticas. Os níveis de colesterol e triglicérides também se normalizaram.

VIDA NORMAL
O procedimento é feito com anestesia geral e dura de 15 a 20 minutos. O índice de complicações é baixo.
"Depois, o paciente leva vida normal, apenas toma suplementos vitamínicos para compensar os nutrientes que deixam de ser absorvidos", diz Eduardo Guimarães Hourneaux de Moura, um dos líderes do trabalho, diretor do serviço de endoscopia gastrointestinal do Hospital das Clínicas e professor de gastroenterologia da Faculdade de Medicina da USP.
"Em dois anos, a técnica deve estar disponível e deve se tornar um furor", acredita.
A ideia da prótese surgiu nos Estados Unidos, mas lá só foi testada em animais. O grupo brasileiro é um dos três únicos do mundo a fazer pesquisas em pessoas.
"Possivelmente, vai ser um grande auxílio para esses pacientes, mas ainda não temos resultados a longo prazo", avalia Thomas Szegö, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. "A curto prazo, os resultados são muito interessantes."

Fonte: Folha de São Paulo

segunda-feira, 21 de junho de 2010

História das Copas

História das Copas do Mundo

De quatro em quatro anos, seleções de futebol de diversos países do mundo se reúnem para disputar a Copa do Mundo de Futebol.

A competição foi criada pelo francês Jules Rimet, em 1928, após ter assumido o comando da instituição mais importante do futebol mundial: a FIFA ( Federation International Football Association).

A primeira edição da Copa do Mundo foi realizada no Uruguai em 1930. Contou com a participação de apenas 16 seleções, que foram convidadas pela FIFA, sem disputa de eliminatórias, como acontece atualmente. A seleção uruguaia sagrou-se campeã e pôde ficar, por quatro anos, com a taça Jules Rimet.

Nas duas copas seguintes (1934 e 1938) a Itália ficou com o título. Porém, entre os anos de 1942 e 1946, a competição foi suspensa em função da eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Em 1950, o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo. Os brasileiros ficaram entusiasmados e confiantes no título. Com uma ótima equipe, o Brasil chegou à final contra o Uruguai. A final, realizada no recém construído Maracanã (Rio de Janeiro - RJ) teve a presença de aproximadamente 200 mil espectadores. Um simples empate daria o título ao Brasil, porém a celeste olímpica uruguaia conseguiu o que parecia impossível: venceu o Brasil por 2 a 1 e tornou-se campeã. O Maracanã se calou e o choro tomou conta do país do futebol.

O Brasil sentiria o gosto de erguer a taça pela primeira vez em 1958, na copa disputada na Suécia. Neste ano, apareceu para o mundo, jogando pela seleção brasileira, aquele que seria considerado o melhor jogador de futebol de todos os tempos: Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Quatro anos após a conquista na Suécia, o Brasil voltou a provar o gostinho do título. Em 1962, no Chile, a seleção brasileira conquistou pela segunda vez a taça.

Em 1970, no México, com uma equipe formada por excelentes jogadores ( Pelé, Tostão, Rivelino, Carlos Alberto Torres entre outros), o Brasil tornou-se pela terceira vez campeão do mundo ao vencer a Itália por 4 a 1. Ao tornar-se tricampeão, o Brasil ganhou o direito de ficar em definitivo com a posse da taça Jules Rimet.

Após o título de 1970, o Brasil entrou num jejum de 24 anos sem título. A conquista voltou a ocorrer em 1994, na Copa do Mundo dos Estados Unidos. Liderada pelo artilheiro Romário, nossa seleção venceu a Itália numa emocionante disputa por pênaltis. Quatro anos depois, o Brasil chegaria novamente a final, porém perderia o título para o pais anfitrião: a França.

Em 2002, na Copa do Mundo do Japão / Coréia do Sul, liderada pelo goleador Ronaldo, o Brasil sagrou-se pentacampeão ao derrotar a seleção da Alemanha por 2 a 0.

Em 2006, foi realizada a Copa do Mundo da Alemanha. A competição retornou para os gramados da Europa. O evento foi muito disputado e repleto de emoções, como sempre foi. A Itália sagrou-se campeã ao derrotar, na final, a França pelo placar de 5 a 3 nos pênaltis. No tempo normal, o jogo terminou empatado em 1 a 1.

Em 2010, pela primeira vez na história, a Copa do Mundo será realizada no continente africano. A África do Sul será a sede do evento.

Em 2014, a Copa do Mundo será realizada no Brasil. O evento retornará ao território brasileiro após 64 anos, pois foi em 1950 que ocorreu a última copa no Brasil.

Curiosidades sobre a História da Copa do Mundo de Futebol

- O recorde de gols em Copas é do francês Fontaine com 13 gols;

- O Brasil é o único país que participou de todas as Copas do Mundo;

- O Brasil é o país com mais títulos conquistados: total de cinco;

- A Itália foi quatro vezes campeã mundial. A Alemanha foi três vezes, seguida das bi-campeãs Argentina e Uruguai. Inglaterra e França possuem apenas um título cada;

- A Copa do Mundo é o segundo maior evento esportivo do planeta;

- As Copas do Mundo da França (1998) e Japão / Coréia do Sul (2002) foram as únicas que tiveram a participação de 32 seleções. A Copa do Mundo da Alemanha 2006 teve o mesmo número de seleções participantes.

Os campeões de todos os tempos

Uruguai (1930) / Itália (1934) / Itália (1938) / Uruguai (1950) / Alemanha (1954) / Brasil (1958) / Brasil ( 1962) / Inglaterra ( 1966) / Brasil (1970) / Alemanha (1974) / Argentina (1978) / Itália (1982) / Argentina (1986) / Alemanha (1990) / Brasil (1994) / França (1998) / Brasil (2002), Itália (2006).

fonte: www.suapesquisa.com/educacaoesportes

Fisiologia explica por que o amor é cego

Desde a adolescência, a médica paulista Cibele Fabichak se perguntava sobre vários assuntos relacionados a amor, emoções e sexo. Quando entrou na faculdade de medicina, já no primeiro ano, apaixonou-se por fisiologia e começou a buscar as respostas nesta área para suas dúvidas. O resultado é o livro “Sexo, Amor, Endorfinas & Bobagens” (Editora Novo Século, R$ 29,90), em que a médica explica por meio de estudos científicos como funcionam os mecanismos da paixão e do amor no corpo e na mente.

A primeira pergunta da entrevista, portanto, não poderia ser outra: o amor pode ser explicado biologicamente? “Sim, já temos vários trabalhos para entender melhor como funciona o cérebro e os hormônios, além de outros elementos, como história pessoal, cultura e ambiente”, diz. Ela cita a antropóloga americana Helen Fisher, que classificou o amor em três etapas:
1ª – Desejo sexual, em que o principal hormônio envolvido é a testosterona.
2ª – Atração física ou sexual, caracterizada por grande euforia e felicidade intensa. Fase regida pelos hormônios que proporcionam bem-estar, como dopamina, endorfina e serotonina.
3ª – Vínculo duradouro, o amor.

Diante dessa classificação, outra pergunta é automaticamente respondida: o amor pode vir com o tempo. Mas, e o tal do famoso amor à primeira vista? De acordo com Cibele, seria mais correto dizer paixão à primeira vista. Segundo ela, o grande gatilho é olhar e gostar. Os estudiosos buscam explicação para esse comportamento nos homens primitivos: a natureza busca a procriação, portanto é importante que o macho (principalmente) tenha uma visão que o atraia. E esse mecanismo precisa agir rápido nos animais, porque o período fértil é curto para fêmea. “O ser humano herdou dos primórdios esse encantamento rápido pela fêmea. E esse comportamento é universal, de acordo com pesquisas feitas com vários povos”, afirma a médica.

A mulher também é atraída pela visão, mas nem tanto. Para ela é importante visualizar também o aspecto emocional no homem. E aí entram outros elementos: cultura, bom humor, status social, se dá segurança, se é provedor. “A velocidade com que o homem se apaixona é mais rápida. Já a mulher demora mais porque ela precisa de tempo para avaliar”, conclui Cibele.

Por que o amor é cego?

Pesquisas demonstram que a paixão tem duração de aproximadamente 12 a 48 meses. “Esse seria o tempo para fortalecer a união, acontecer o ato sexual, a gestação e a criação do bebê (até que tenha certa independência, por volta dos 2 anos). A natureza faz as contas perfeitamente”, brinca Cibele.

E isso só é possível porque, quando o indivíduo está apaixonado, o sistema límbico (central das emoções) produz uma avalanche de substâncias que tornam o amado “perfeito”. Por isso se diz que o amor é cego, além ser uma boa explicação para escolhas erradas, casamentos precipitados e afins. Quando passa essa onda de prazer que distorce os novos julgamentos, o casal começa a enxergar o outro exatamente como ele é. Se os laços formados são fortes e existem outros elementos que ligam o casal além do sexo, a parceria continua.

A médica, no entanto, avisa que o principal ponto para a manutenção da união é o novo. “O casal deve realizar atividades novas, como um jantar romântico de vez em quando, tentar posições sexuais diferentes, planejar viagens etc.”, aconselha. “A cada novidade, nosso cérebro ativa as substâncias que trazem prazer”, diz.

Rompimento

Estudos mostram que a pessoa apaixonada se acostuma com as substâncias produzidas pelo cérebro que geram uma onda de prazer e satisfação. “Após a separação, é como se o cérebro estivesse ‘viciado’, por isso o indivíduo entra em estado de abstinência”, explica a autora.

Como resultado, pode-se citar a raiva, a busca intensa pelo parceiro e até o aumento do estado de paixão, já que são mantidas as atividades cerebrais que estimulam a paixão. “Essa fase pode demorar de dias a meses”, avisa a médica. E, a partir do momento em que cessam os estímulos do parceiro, a pessoa pode entrar numa fase de tristeza e depressão.

“Toda essa química do cérebro começa a diminuir e a estimular a atividade do córtex pré-frontal, região importante para o julgamento crítico, discernimento. Começa, então, a construção do ódio, o oposto do amor, e sentimento de total distanciamento, o que facilita o rompimento”, explica a especialista. Segundo ela, algumas exageram e chegam à vingança. Vários elementos, como educação, personalidade, cultura, ambiente, transtornos psíquicos etc., vão determinar se o indivíduo vai passar por essas fases e seguir em frente ou cometer loucuras de amor

domingo, 20 de junho de 2010

Poema de Fernando Pessoa


Contemplo o lago mudo

Contemplo o lago mudo
Que uma brisa estremece.
Não sei se penso em tudo
Ou se tudo me esquece.
O lago nada me diz,
Não sinto a brisa mexê-lo
Não sei se sou feliz
Nem se desejo sê-lo.

Trêmulos vincos risonhos
Na água adormecida.
Por que fiz eu dos sonhos
A minha única vida?



Fernando Pessoa

Pensamento

Há ocasiões que é mil vezes preferível fazer de menos que fazer de mais, entrega-se o assuntto ao governamento da sensibilidade, ela, melhor que a inteligência racional, saberá proceder segundo o que mais convenha à perfeição dos instantes seguintes.

José Saramago

Festa de São João da SAC em ritmo de Copa




SÃO JOÃO - SAC 2010
O São João da Sociedade de Assistência aos Cegos – SAC a cada ano que passa vem se superando em termos de criatividade, descontração, alegria e informação.
A tradicional festa junina desta Instituição está em ritmo de Copa, com o slogan “Arraiá da Copa” oferecendo para os seus convidados um gostoso forró nordestino com o seu grupo musical, grupo de dança, barracas de comidas típicas, barracas de jogos e a tradicional “Quadrilha Pé de Serra”. A temática da festa estará fazendo uma homenagem à seleção brasileira, desde a sua decoração, música e casamento.
Neste ano a Quadrilha Pé de Serra será composta por 17 pares, professores e alunos, dentre eles, de baixa visão e cegos. Seu casamento embora temático, mas com raízes, falas e vestimentas nordestinas abordará uma história de um jogador cearense que é escalado para jogar na Copa e sua noiva faz uma confusão querendo ir com ele. Como os pais não deixarão viajar sem casório e para surpresa de todos, ela inventa que está embarrigada...
A música que acompanhará toda a quadrilha é de autoria do professor de informática Paulo Roberto que traz como refrão: “ Oxente, oxente! Neste ano o Hexa é da gente”.
Nosso São João será dia 24 de junho, iniciando às 17h30min com as barracas de jogos, apresentações folclóricas infantis, quadrilha infantil “Pingos na Roça” e finalizando entre 19 e 20 horas com a apresentação da Quadrilha Pé de Serra.
Obs: Rua: Padre Anchieta, 1400 – São Gerado – 3281.6111

Fonte: Site Sacescola, da Sociedade de Assistência aos Cegos

A economia do futebol chato

VINICIUS TORRES FREIRE - Folha de São Paulo


--------------------------------------------------------------------------------
Livre mercado de atletas e racionalização do negócio esportivo uniformizaram e "europeizaram" o esporte
--------------------------------------------------------------------------------


"NÃO HÁ mais time bobo." "As seleções jogam de modo cada vez mais parecido." "O futebol da Copa é cada vez mais chato." Cada um desses clichês têm muita verdade; todos refletem uma tendência inevitável e fenômenos conhecidos:
1) O futebol é um negócio europeu e um produto montado finalmente na Europa, com recursos naturais importados do resto do mundo;
2) Os "softwares" (técnicas e táticas) de treinamento são tão acessíveis como planilhas de cálculo;
3) Como qualquer negócio, o futebol é orientado pela maximização de resultado, do campo de jogo à contabilidade, e pelos interesses do corpo burocrático que o dirige;
4) Em termos esportivos, a Copa é prejudicada pelos interesses do negócio europeu do futebol.
A Copa é jogada no final da temporada europeia. Nos clubes, os atletas atuam no limite da capacidade humana, o máximo de tempo possível e exigido por clubes, patrocinadores e TVs. Ao fim da temporada, estão esgotados ou machucados. O interesse dos clubes limita cada vez mais o treinamento das seleções a raras semanas ou a um dia antes de jogos de torneios preparatórios. As seleções, pois, mal existem como equipes entrosadas.
Os principais jogadores do mundo atuam em times europeus. As transferências de atletas são tão antigas como a primeira Copa. Mas começaram a se tornar rotina nos anos 1980. Passaram ao estágio de livre comércio em 1995. O negócio agora em parte regride a algo parecido ao estabelecimento de feitorias coloniais. Em vez de pagar caro por jogadores prontos e famosos, clubes europeus adquirem atletas juvenis e infantis. Ou criam centros de recrutamento e treino de crianças em países das Américas e da África.
A seleção brasileira de 1982 foi a primeira a contar com jogadores "estrangeiros", que jogavam no exterior: 3 de 22. A de 1990 inaugurou a maioria de "estrangeiros": 12 de 22, como a de 1994. Nas de 2006, 20 de 23 eram estrangeiros. Como o time desta Copa de 2010.
Desde 2002, o Brasil "vende" em média cerca de 800 jogadores por ano. Quase 60% da exportação destina-se à Europa. Na Inglaterra, 59% dos jogadores são estrangeiros. Em Portugal, 54%. Na Alemanha, 52%. Itália, 40%. Espanha, 37% (dados de 2008, do Professional Football Players Observatory).
A internacionalização dos times europeus foi impulsionada por uma decisão da Corte de Justiça Europeia, de 1995, liberando os times de cotas para jogadores estrangeiros e dando cabo de contratos que contrariavam a lei europeia de livre fluxo de trabalhadores. Pelo mundo, seguiram-se medidas que abririam o mercado de atletas e os libertariam da propriedade dos clubes.
A mundialização deveu-se ainda ao crescimento do negócio europeu do futebol, favorecido em especial pela alta da renda publicitária. Oligopólios transnacionais pagam cada vez mais para aparecer em transmissões planetárias.
Cada vez mais cedo, atletas submetem-se a rotinas de treinamento e práticas de otimização de resultados muito similares. Fazem-no em campos europeus, segundo técnicas e tradições esportivas do continente, ou lá adaptadas. Antes da "mundialização", os atletas diferenciavam sua maneira de jogar graças à heterogeneidade cultural no modo de encarar o jogo.

vinit@uol.com.br

sábado, 19 de junho de 2010

Xiuuu vuvuzela - aprenda como eliminar o som da vuvuzela da sua televisão


Depois que a Fifa voltou atrás e desistiu de proibir a presença das barulhentas vuvuzelas nos estádios da Copa, muita gente achou que a única alternativa seria reduzir o volume da TV. Há outra saída, porém: alterar a configuração de áudio do seu aparelho.

Para isso, acesse o equalizador gráfico do menu da TV – operação que normalmente pode ser realizada via controle remoto. Uma vez ali, selecione a faixa de frequência de 300Hz e a reduza até o mínimo: o som das vuvuzelas, que gira em torno de 235 Hz, é imediatamente abafado. Você pode tentar também aumentar o sinal das demais faixas de frequência.

O site Anti Vuvuzela Filter oferece outra alternativa – mas ela é bem mais complicada e seu resultado é discutível. O endereço vende um arquivo, pelo valor de 2,95 euros (6,52 reais), que, ao ser reproduzido pelo computador, anula o som desagradável. A onda sonora emitida tem a mesma frequência que a da vuvuzela, mas em fase invertida – o que cancela o zumbido. Mas, para isso, é preciso ligar simultaneamente PC e TV.

As cornetas têm causado irritação pelo mundo inteiro. Um site (Banvuvuzela) decidiu medir o quão enervados estão os torcedores, colocando no ar uma enquete sobre o eventual banimento da corneta: até a manhã desta quinta-feira, 87.400 votos pediam que o brinquedo fosse calado, ante 9.300 a seu favor.

(Por Paula Reverbel) - Revista Veja

Origem dos dez mandamentos



Em certa época da história, foi dito aos egípcios:
- Eu vos ofereço um mandamento.
- Qual seria o mandamento?
- Não cometerás adultério.
- Não obrigado, isso arruinaria nossos finais de semana.

Então foi aos assírios e disse:
- Eu vos ofereço um mandamento.
- Qual seria o mandamento?
- Não roubarás.
- Não, obrigado, isso arruinaria nossa economia.

E assim foi perguntando a todos os povos, até chegar aos judeus.
- Eu vos ofereço um mandamento.
- Quanto custaria?
- Nada, é de graça.
- Então manda dez de uma vez! ...

"Mundo fica mais burro e cego com a morte de Saramago"




Única pessoa cujo idioma nativo é o portugês a ganhar um Prêmio Nobel , o de Literatura, morreu nesta sexta-feira (18) o escritor português José Saramago, aos 87 anos, na cidade de Tías, Lanzarote, Espanha, onde morava desde 1993.

José Saramago havia tido uma noite tranquila e a morte ocorreu por volta das 8h desta sexta-feira, após tomar seu café da manhã ao lado da mulher, a tradutora Pilar del Río. Eles estavam conversando quando o escritor começou a sentir-se mal e logo depois faleceu. Nos últimos anos, ele foi hospitalizado em várias oportunidades, principalmente devido a problemas respiratórios.

Dos livros que li de Saramago o que mais me atraiu foi o "Intermitências da morte", o qual me fez entender a morte como um fato essencial à própria vida.

Intermitëncias da Morte - Descrição extraída do site Terra:

"Não há nada no mundo mais nu que um esqueleto", escreve José Saramago diante da representação tradicional da morte. Só mesmo um grande romancista para desnudar ainda mais a terrível figura.
Apesar da fatalidade, a morte também tem seus caprichos. E foi nela que o primeiro escritor de língua portuguesa a receber o Prêmio Nobel da Literatura buscou o material para seu novo romance, As intermitências da morte. Cansada de ser detestada pela humanidade, a ossuda resolve suspender suas atividades. De repente, num certo país fabuloso, as pessoas simplesmente param de morrer. E o que no início provoca um verdadeiro clamor patriótico logo se revela um grave problema.
Idosos e doentes agonizam em seus leitos sem poder "passar desta para melhor". Os empresários do serviço funerário se vêem "brutalmente desprovidos da sua matéria-prima". Hospitais e asilos geriátricos enfrentam uma superlotação crônica, que não pára de aumentar. O negócio das companhias de seguros entra em crise. O primeiro-ministro não sabe o que fazer, enquanto o cardeal se desconsola, porque "sem morte não há ressurreição, e sem ressurreição não há igreja". Um por um, ficam expostos os vínculos que ligam o Estado, as religiões e o cotidiano à mortalidade comum de todos os cidadãos. Mas, na sua intermitência, a morte pode a qualquer momento retomar os afazeres de sempre. Então, o que vai ser da nação já habituada ao caos da vida eterna?
Ao fim e ao cabo, a própria morte é o personagem principal desta "ainda que certa, inverídica história sobre as intermitências da morte". É o que basta para o autor, misturando o bom humor e a amargura, tratar da vida e da condição humana.
Saramago aderiu à Campanha de Florestas, do Greenpeace, e Intermitências da morte será impresso em papel certificado pelo FSC (sigla em inglês para Conselho de Manejo Florestal).

Perguntado certa vez se tinha medo da morte, Saramago respondeu que se tivesse não falaria tanto dela.


A frase título desta postagem é de Fernando Meirelles, cineasta brasileiro que filmou uma outra imporante obra de Saramago, "Ensaio sobre a Cegueira".




sexta-feira, 18 de junho de 2010

Comércio do CE é o 3º do Nordeste em 2008


Apresentando R$ 34,9 milhões de receita bruta, o comércio cearense se classifica como o terceiro maior do Nordeste, atrás apenas de Bahia e de Pernambuco, em investigação realizada na Pesquisa Anual do Comércio (PAC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O levantamento também estabelece uma margem de comercialização de R$ 5,6 milhões e um custo com salários e outras remunerações de R$ 1,4 milhão para o Ceará. O número de pessoal com ocupação no comércio no Estado ficou em 211.370.

A PAC foi divulgada ontem e investigou empresas comerciais em todo Brasil no ano de 2008. O dados gerais consultados pelo IBGE foram, além da receita bruta, da margem de comercialização e do custo com remunerações, a estimativa do pessoal ocupado e das unidades locais com receita de revenda.

Varejo é vedete O objetivo da pesquisa é descrever as características estruturais básicas do comércio no país em três grandes divisões: comércio varejista, comércio por atacado e comércio de veículos automotores, peças e motocicletas.
Das três categorias, a que mais contribuiu para o rendimento cearense foi comércio varejista, a qual alçou a marca de R$ 15 milhões em sua receita bruta, R$ 3 milhões de margem de comercialização e custo com salários e outras remunerações em R$ 969 mil.

A categoria também empregou cerca de 163 mil pessoas e apresentou aproximadamente 48.344 mil unidades locais com receita de revenda.No atacadoComércio por atacado e o de veículos, peças e motocicletas foram segundo e terceiro, respectivamente, apresentando marcas da ordem de R$ 13 milhões e R$ 6 milhões em sua receita bruta, com margem de comercialização entre 800 mil e 1 milhão, remunerações entre 197 mil e 300 mil. Ambos também empregaram entre 19 e 28 mil pessoas e obtiveram unidades de revenda na casa de 3 mil unidades.

Mudanças na pesquisaA partir dessa edição, a Pesquisa Anual do Comércio apresenta mudanças em sua elaboração devido à incorporação da nova Classificação Nacional de Atividades Econômicas (Cnae), versão 2.0.

De acordo com o novo método, o acréscimo de algumas atividades novas e o maior detalhamento de outras contempladas no modelo antigo foi possibilitado. Exemplo são as atividades dos representantes e agentes do comércio (exceto de veículos e motocicletas) que passam a fazer parte da PAC. Devido à incorporação da Cnae, os dados de 2007 foram republicados de acordo com a nova classificação, porém a comparação do PAC 2008 com as de anos anteriores a 2007 não é possível.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Curiosidades científicas bem interessantes

Não posso afirmar que as informações abaixo são verdadeiras ou não, mas que são curiosas são

A distância entre a Terra e o Sol é de 149.600.000 Km.

A ovelha Dolly tem este nome porque ela foi criada a partir de uma célula
da glândula mamária da mãe, e em homenagem aos grandes seios de Dolly Parton.

A velocidade de uma bola de tênis lançada por um jogador pode chegar a
mais de 200km/h.

Acontecem 1 milhão de tremores de terra a cada ano.

Carlos Magno, o maior soberano da Europa Medieval, só aprendeu a ler aos
32 anos de idade.

Cerca de 14 milhões de pessoas de diferentes partes do mundo fazem
aniversário no mesmo dia.

Do século XIX até hoje, houve sete epidemias em escala mundial (pandemia)
de cólera. A última delas começou há 30 anos e chegou a América do Sul em
1991, espalhando-se a partir do Peru.

Entre as 28 mil vítimas da erupção vulcânica da montanha Pelée, na
Martinica, em 1902, apenas um sobreviveu porque ele teve a sorte de ser
preso na véspera.
Fechado na cela mal ventilada, ficou ao abrigo dos gases asfixiantes.

Piracema é o fenômeno de subida dos peixes até as cabeceiras dos rios.

Relâmpagos matam mais do que vulcões, furacões e terremotos.

Se a temperatura dos continentes aumentar 1oC, a temperatura nos pólos
aumentaria 10oC.

A monumental “História Natural” do escritor latim Plínio o Velho (I século
d.C.), expõe de forma enciclopédica o saber dos tempos antigos, recolhidos
por ele consultando mais de duas mil obras de autores diferentes. Plínio
cita todos no primeiro dos 37 livros dos quais a obra é composta. Nela,
além dos quatro livros de assunto zoológico, há uma ampla seção dedicada aos
remédios obtidos dos animais, para cujo tema são dedicados 5 livros.

A palavra “átomo” é de origem grega e deriva do verbo “témnein = cortar”,
com o prefixo negativo “a-”; significando portanto “indivisível”. O termo
foi usado pela primeira vez pelo sumo filósofo grego Demócrites (cerca de
460-370 a.C.), para indicar as partículas indivisíveis em que, segundo
ele, era formada a matéria. Sendo que não havia como demonstrar cientificamente, com
provas, esta sua teoria atomística, foi considerada uma simples
especulação filosófica.
Tiveram que passar mais de dois mil anos, antes que a teoria fosse
confirmada pela ciência; o átomo é realmente um componente elementar da
matéria, apesar que nos dias de hoje os cientistas tenham descoberto que o átomo é
constituído, por sua vez, de partículas ainda menores.

O “Amok” é uma doença mental que pega os habitantes de sexo masculino de
algumas regiões da Ásia sul-oriental, em particular a Malásia. Quem
adoece, começa caindo num profundo estado de depressão, seguido logo por uma
incontrolável fúria homicida, no curso da qual o doente sai correndo,
gritando e golpeando (e matando), qualquer um que lhe passa por perto. Passada a crise, ele não
se lembra de nada. Uma forma análoga da doença, chamada “pibloktoq”, é
presente também entre os Esquimós

Fonte: Site Curiosidades on Line

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Arraiá na Sociedade de Assistência aos Cegos

Porque as MULHERES enlouquecem os homens?

- Onde você vai?

Homem - Vou sair um pouco.
Mulher - Vai de carro?
Homem - Sim.
Mulher - Tem gasolina?
Homem - Sim.... coloquei.
Mulher - Vai demorar?
Homem - Não... coisa de uma hora.
Mulher - Vai a algum lugar específico?
Homem - Não... só rodar por aí.
Mulher - Não prefere ir a pé?
Homem - Não... vou de carro.
Mulher - Traz um sorvete pra mim!
Homem - Trago... que sabor?
Mulher - Manga.
Homem - Ok... na volta eu passo e compro.
Mulher - Na volta?
Homem - Sim... senão derrete.
Mulher - Passa lá, compra e deixa aqui..
Homem - Não... melhor não! Na volta... é rápido!
Mulher - Ahhhhh!
Homem - Quando eu voltar eu tomo com você!
Mulher - Mas você não gosta de manga!
Homem - Eu compro outro.. de outro sabor.
Mulher - Aí fica caro... traz de cupuaçu!
Homem - Eu não gosto também.
Mulher - Traz de chocolate... nós dois gostamos.
Homem - Ok! Beijo... volto logo....
Mulher - Ei!
Homem - O que?
Mulher - Chocolate não... Flocos...
Homem - Não gosto de flocos!
Mulher - Então traz de manga prá mim e o que quiser prá você.
Homem - Foi o que sugeri desde o começo!
Mulher - Você está sendo irônico?
Homem - Não tô não! Vou indo.
Mulher - Vem aqui me dar um beijo de despedida!
Homem - Querida! Eu volto logo... depois.
Mulher - Depois não... quero agora!
Homem - Tá bom! (Beijo.)
Mulher - Vai com o seu ou com o meu carro?
Homem - Com o meu.
Mulher - Vai com o meu... tem cd player... o seu não!
Homem - Não vou ouvir música... vou espairecer...
Mulher - Tá precisando?
Homem - Não sei... vou ver quando sair!
Mulher - Demora não!
Homem - É rápido... (Abre a porta de casa.)
Mulher - Ei!
Homem - Que foi agora?
Mulher - Nossa!!! Que grosso! Vai embora!
Homem - Calma... estou tentando sair e não consigo!
Mulher - Porque quer ir sozinho? Vai encontrar alguém?
Homem - O que quer dizer?
Mulher - Nada... nada não!
Homem - Vem cá... acha que estou te traindo?
Mulher - Não... claro que não... mas sabe como é?
Homem - Como é o quê?
Mulher - Homens!
Homem - Generalizando ou falando de mim?
Mulher - Generalizando.
Homem - Então não é meu caso... sabe que eu não faria isso!
Mulher - Tá bom... então vai.
Homem - Vou.
Mulher - Ei!
Homem - Que foi, cacete?
Mulher - Leva o celular, estúpido!
Homem - Prá quê? Prá você ficar me ligando?
Mulher - Não. caso aconteça algo, estará com celular.
Homem - Não... pode deixar...
Mulher - Olha... desculpa pela desconfiança, estou com saudade, só isso!
Homem - Ok, meu amor. Desculpe-me se fui grosso. Tá.. eu te amo!
Mulher - Eu também! Posso futricar no seu celular?
Homem - Prá quê?
Mulher - Sei lá! Joguinho!
Homem - Você quer meu celular prá jogar?
Mulher - É.
Homem - Tem certeza?
Mulher - Sim.
Homem - Liga o computador... lá tem um monte de joguinhos!
Mulher - Não sei mexer naquela lata velha!
Homem - Lata velha? Comprei pra a gente mês passado!
Mulher - Tá..ok.. então leva o celular senão eu vou futricar...
Homem - Pode mexer então... não tem nada lá mesmo...
Mulher - É?
Homem - É.
Mulher - Então onde está?
Homem - O quê?
Mulher - O que deveria estar no celular mas não está...
Homem - Como!?
Mulher - Nada! Esquece!
Homem - Tá nervosa?
Mulher - Não... tô não...
Homem - Então vou!
Mulher - Ei!
Homem - O que ééééééé, caramba?
Mulher - Não quero mais sorvete não!
Homem - Ah é?
Mulher - É!
Homem - Então eu também não vou sair mais não!
Mulher - Ah é?
Homem - É.
Mulher - Oba! Vai ficar comigo?
Homem - Não vou não... cansei... vou dormir!
Mulher - Prefere dormir do que ficar comigo?
Homem - Não... vou dormir, só isso!
Mulher - Está nervoso?
Homem - Claro!!!
Mulher - Porque você não vai dar uma volta para espairecer?
Homem - Ah, vai to*&%# %@#*&...

Enviado por José Leite Mesquita, Fortaleza/Ce

Emergência: Gato kkkkkkk

Um policial do 190 atendeu o telefone e foi anotando o pedido de socorro:

- POR FAVOR, MANDEM ALGUÉM URGENTE, ENTROU UM GATO AQUI EM CASA! É CASO DE VIDA OU MORTE!!!!!!!!!

- Mas como assim, um gato em sua casa???

- UM GATO!!! ELE INVADIU A MINHA CASA E ESTÁ CAMINHANDO NA MINHA DIREÇÃO.
- ELE VAI ME MATAR! PRECISO DE AJUDA!!!!!!

- Mas como assim? Você quer dizer um ladrão que é gato?

- NÃO, IMBECIL! ESTOU FALANDO DE GATO MESMO, DESSES QUE TÊM
QUATRO PATAS, RABO, FAZEM MIAU !!! VEM DEPRESSA!!!

- Mas o que tem de mais um gato ir na sua direção?

- ELE VAI ME MATAR !!! SE VOCÊS NÃO FIZEREM NADA,
SERÃO OS CULPADOS!!!

- Quem está falando ?


- É O PAPAGAIO `

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

Bingo CALA A BOCA GALVAO - imprima e jogue

Os 12 Mandamentos do Médico do S.U.S.

O PIOR É QUE É DESSE JEITO MESMO...


Os 12 mandamentos do médico do S.U.S.:

1. Se você não sabe o que o paciente tem, dê Voltaren;

2. Se você não entende o que viu, dê Benzetacil;

3. Apertou a barriga e fez "ahhnnn", dê Buscopan;

4. Caiu e passou mal, dê Gardenal;

5. Tá com uma dor bem grandona, dê Dipirona;

6. Se você não sabe o que é bom, dê Decadron;

7. Vomitou tudo que ingeriu, dê Plasil;

8. A pressão subiu? Dê Captopril;

9. Se a pressão deu mais uma grande subida, dê Furosemida;

10. Chegou morrendo de choro, ponha no soro;

11. Arritmia doidona, dê Amiodarona;

12. Pelo não, pelo sim, dê Rocefin..



P.S.: Se nada der certo, não tem neurose: diga que é só uma virose!!!

Enviado por Flávio Franco, Fortaleza/Ce

quarta-feira, 16 de junho de 2010

José Eduardo, Lara e Arnaldo Filho os aniversariantes de hoje

José Eduardo
É o quarto filho do casal Célia- Eduardo, hoje alcançando a maioridade, 18 anos. Para se preparar melhor para o vestibular que vai enfrentar no fim do ano, está passando a temporada escolar na residência dos avós Carmen-Aldemir, o que é garantia de aprovação, dados os cuidados especiais dos avós.
Que ele seja bem sucedido no vestibular.

Lara e Arnaldo Filho
São os irmãos gêmeos, filhos de Zeldinha e Arnaldo, família muito presente nos eventos da AFA.

Parabéns da AFA aos aniversariantes

E o Kaká, hein?


Dizem que ele não está 100% porque 10% vão para a Bispa Sônia..
Essa é do Zé Simão. KKKKKKKKK

FATALIDADE.....rs

Num acidente de trânsito, com dois carros batendo de frente, um guiado por um homem e o outro por uma mulher, os dois carros ficaram completamente destruídos, mas, surpreendentemente, os motoristas nada sofreram.
Saíram completamente ilesos.
Depois de sairem de seus carros o homem estava pronto para agredir a mulher verbalmente, quando a mulher rapidamente diz:
- Interessante, você um homem e eu uma mulher, com os carros totalmente destruídos, mas estamos sem nenhum arranhão. Isto deve ser um sinal de Deus.
Nós realmente precisávamos nos encontrar.
Estava em nossos destinos nos conhecermos e ficarmos vivendo em paz, como grandes amigos, até o fim de nossos dias.
Concordo! disse o homem.
- Isto com certeza é um sinal de Deus, continuou ela, olhe outro milagre, meu carro está completamente destruído, mas esta garrafa de vinho não se quebrou e é uma safra especial.
Está claro que o destino quer que a bebamos para celebrar a nossa vida, que foi salva milagrosamente neste acidente, e não, trocarmos ofensas.
Vamos celebrar!
Então a mulher passa a garrafa para o homem. Ele concorda sem titubear e vira o gargalo na boca até beber a metade da garrafa.
Entrega a garrafa pela metade para a mulher. Ela pega a rolha e recoloca no gargalo, imediatamente, sem beber nenhum gole.
Sem entender nada, o homem pergunta:
- Não vai beber a sua metade para comemorar?
A mulher responde:
- Agora não. Vou esperar a polícia chegar primeiro...fazer o teste do bafômetro....depois EU COMEMORO!!!

Enviado por Carmen Holanda, Fortaleza/Ce