domingo, 31 de janeiro de 2010

"CORDEL SOBRE O BBB."

É UMA NARRATIVA DE AUTORIA DE UM BAIANO QUE DENUNCIA, COM MUITA SABEDORIA, ESSE IMORALÍSSIMO PROGRAMA DA GLOBO, BIG BROTHER. VALE A PENA LER E REPASSAR!!!
UM BOM FINAL DE SEMANA


Enviado por Arildo Almeida e CHICO PONTES


Fortaleza, 28 de janeiro de 2010


Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

FIM

Salvador, 16 de janeiro de 2010.

* * *

Antonio Barreto nasceu nas caatingas do sertão baiano, Santa Bárbara, na Bahia.

É autor de um dos mais recentes e estrondosos sucessos da Internet, o cordel Caetano Veloso: um sujeito alfabetizado, deselegante e preconceituoso.

Tipos de vegetarianos - Qual desses você é?

Veganismo: é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos, através do boicote a atividades e produtos considerados especistas. Os veganos não consomem quaisquer produtos de origem animal (alimentares ou não), nem usam produtos que tenham sido testados em animais ou que incluam qualquer forma possível de exploração animal nos seus ingredientes ou processos de manufactura.

Macrobióticos: é um regime alimentar e de vida. A sua designação deriva de macro, grande, e bio, vida. O estilo de vida macrobiótico preconiza a plena vida, implementando o velho aforismo alma sã em corpo são. Considera esta arte/ciência que o alimento principal para os seres humanos são os cereais integrais, comidos crus, cozidos, assados, fritos, germinados, enfim, em inúmeras formas de preparo e apresentação. Um tópico importante a ser destacado é que se dá muita atenção ao equilíbrio sódio-potássio na escolha e no preparo da alimentação. A proporção dos mesmos deve se aproximar, na alimentação, da proporção existente nas células do organismo humano. A habilidade em discernir essas características vem com a prática, através da observação e meditação sobre os conceitos de Yin e Yang, principais colunas do pensamento dialético oriental.

Crudivorismo: é um tipo de dieta vegetariana estrita, ou seja, o indivíduo não consome nada de origem animal, e além disso, seus alimentos não são cozidos.Nessa dieta, nada pode ser preparado ao fogo, por acreditarem que este tipo de preparação causa perda de nutrientes. Não quer dizer, necessariamente, que se comam apenas alimentos crus. Existem processos de preparação que não causam perda de nutrientes, como a desidratação dos alimentos.A alimentação crudívora, também chamada de "alimentação viva" ou "comida viva", é uma forma de alimentação baseada em alimentos crus, frutos frescos e secos (hidratados), vegetais, sementes, grãos germinados como o germe de trigo e algas, ricos em enzimas e nutrientes. Os quais têm toda a vitalidade nutricional necessária para uma vida saudável.

Ovolactovegetarianos: é aquele que além de comer alimentos de origem vegetal, consome também ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.

Vegetariano restrito: é aquele que não come proteína animal, ou seja leite, ovos e carnes.
Fonte: Site Sou Vegetariano

Joseoly Setentão



Nosso velho amigo Joseoly Moreira festejou no dia 29 seu aniversário de 70 anos. Não é fácil se chegar a essa idade com tamanho senso de humor. Isso certamente deve ser o motivo de sua aparência jovem não corresponder à idade que tem.


Nossos parabéns ao amigo aniversariante.

O Segredo do Casamento

por Stephen Kanitz

Stephen Kanitz é administrador por Harvard (www.kanitz.com.br)

Editora Abril, Revista Veja, edição 1922, ano 38, nº 37, 14 de setembro de 2005, página 24

Meus amigos separados não cansam de me perguntar como eu consegui ficar casado trinta anos com a mesma mulher. As mulheres, sempre mais maldosas que os homens, não perguntam a minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo.

Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo.

Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário. Não sou um especialista do ramo, como todos sabem, mas, dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue.

Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém agüenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade. Eu, na realidade, já estou em meu terceiro casamento - a única diferença é que me casei três vezes com a mesma mulher. Minha esposa, se não me engano, está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes do que eu.

O segredo do casamento não é a harmonia eterna. Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher. O segredo no fundo, é renovar o casamento, e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal. De tempos em tempos, é preciso renovar a relação. De tempos em tempos, é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, voltar a se vender, seduzir e ser seduzido.

Há quanto tempo vocês não saem para dançar? Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial? Há quanto tempo não fazem uma lua de mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção?

Sem falar nos inúmeros quilos que se acrescentaram a você, depois do casamento. Mulher e marido que se separam perdem 10 quilos num único mês, por que vocês não podem conseguir o mesmo? Faça de conta que você está de caso novo. Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a freqüentar lugares desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo e a maquiagem. Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge.

Vamos ser honestos: ninguém agüenta a mesma mulher ou marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas. Muitas vezes não é sua esposa que está ficando chata e mofada, são os amigos dela (e talvez os seus), são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração. Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo círculo de amigos.

Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso. Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar. Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento. Mas, se você se separar, sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas, e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior.

Não existe essa tal "estabilidade do casamento", nem ela deveria ser almejada. O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos. A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensando fazer no início do casamento. Você faz isso constantemente no trabalho, por que não fazer na própria família? É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo.

Portanto, descubra o novo homem ou a nova mulher que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo e interessante par. Tenho certeza de que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças. Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso, de vez em quando é necessário casar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.

Stephen Kanitz é administrador por Harvard (www.kanitz.com.br)

Revista Veja, edição 1922, ano 38, nº 37, 14/09/2005, página 24: http://www.veja.com.br/acervodigital/home.aspx

Enviado por Heloísa Helena de Abreu Sobral, Fortaleza/Ce

sábado, 30 de janeiro de 2010

Se vc for inteligente responda

*Como se escreve zero em algarismos romanos???

* Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam
numa época antes de Cristo??

* Por que os filmes de batalha espaciais tem explosões tão
barulhentas, se o som não se propaga no vácuo???

* Se depois do banho estamos limpos porque lavamos a
toalha???

* Como é que a gente sabe que a carne de chester é de chester
se nunca ninguém viu um chester??? (vc já viu um chester? )

* Por que quando aparece no computador a frase 'Teclado Não
Instalado', o fabricante pede p/ apertar qualquer tecla???

* Se os homens são todos iguais, por que as mulheres escolhem
tanto???

* Por que a palavra 'Grande' é menor do que a palavra
Pequeno'???

* Por que 'Separado' se escreve tudo junto e 'Tudo junto' se
escreve separado???

* Se o vinho é líquido, como pode existir vinho seco???

* Por que as luas dos outros planetas tem nome, mas a nossa é
chamada só de lua???

* Por que quando a gente liga p/ um número errado nunca dá ocupado???

* Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais
força, quando a pilha está fraca???

* O instituto que emite os certificados de qualidade ISO 9002,
tem qualidade certificada por quem???

* Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram,
para poder acertá-lo???

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

APOSENTADA DO FUTURO

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Vale a Pena Ver de Novo

Essa já foi publicada neste Blog. Mas o Luciano me mandou novamente e aí não resisti: Publico novamente.
Quando publicamos a primeira vez, Arildo teve uma pilora. Desta vez, espero que isso não se repita e que ninguém venha a sentir pilora, estalicido, nó nas tripa ou qualquer uma outra dessas doenças que todo mundo sente, mas só cearense sabe o que é....



CDC- CÓDIGO DE DOENÇAS DE CEARENSE

CONTE QUANTAS VC JÁ TEVE!!!

ISPINHELA CAÍDA
DOR NOS QUARTOS
PÉ DISMINTIDO
MOLEIRA MOLE
QUEBRANTO
TOSSE DE CACHORRO
DOR NO ESTOMBO
FARNIZIM
PASSAMENTO
CACHINGAR
FRIEIRA
COBREIRO DE PÉ
PEREBA
CURUBA
REMELA NO ZÓI
DORDÓI (conjuntivite)
GASTURA
MARIA PRETA
TERSOL
DOR NO PÉ DA BARRIGA
DOR DE VIADO
BODE
MORRÓIDIA
IMPINGE
PILÔRA
PANO BRANCO
XANHA
CATARRO NOS PEITO
ESTALICIDO
BICHEIRA
FININHA
ALÔJO
ÍNGUA
COCEIRA NAS VIRIA
BICHO DE PÉ
EMPACHADO
FASTIO
DOR NO ESPINHAÇO
BUCHO QUEBRADO
DENTIQUÊRO
CALO SECO
UNHA FOFA
PÉ INCHADO
PAPOQUINHA
CORPO REIMOSO
MUCUIM
ZOVIDO ESTOURADO
ÁGUA NA PLEURA
BERRUGA
OLHO DE PEIXE (verruga na planta do pé)
SETE COURO
CORPO MUÍDO
BARRIGA FAROSA
DIFRUÇO (resfriado)
GÔTO INFLAMADO (quando a comida cai no gôto)
DENTE PÔDI
MÔCO
PÁ QUEBRADA
CADUQUICE
VISTA CANSADA
OS QUARTO ARRIADO
ESPINHA CARNAL
PAPÊRA
DOENÇA DOS NERVO
OMBRO DISMINTIDO
QUEIMA NO ESTOMBO
JUÍZO INCRIZIADO
FERVIÃO NO CORPO
CAMPANHIA CAÍDA
ESMORECIMENTO NO CORPO
BROTOEJA
DESENCHAVIDO
PITO FROUXO
ISCURICIMENTO DE VISTA
RACHADURA NOS PÉ
PAPOCA ROXA
OS PEITO ABERTO
LÊNDEA
PIOLHO
PIRA
TISGA
INFRAQUICIDA
VENTO CAÍDO
FRACO DOS NERVO
ESPORÃO DE GALO
BICO DE PAPAGAIO
LANDRA INCHADA (gânglios inchados)
DOR NAS COSTAS QUE RESPONDE NA PERNA
PAPOCA DÁGUA
DOR NAS TÁBUA DOS QUEIXO
DOR NAS CRUZ
DOR NOS BRUGUMI
MAL JEITO NO ESPINHAÇO
INTALO
INTANGUIDA
DIFULUÇO
DOR NAS CADEIRA
SAPIRANGA NOS ÓI
RUÇARA
DOR NA JUNTA
MONDRONGO
INQUIZILA
PÉ DURMENTE (remédio é fazer uma cruz com cuspe em cima do pé. É pei bufe)
ESQUENTAMENTO
VERMÊIA
CESÃO
CARNE TRIADA
NERVO TORTO
DOR NO MUCUMBÚ
SOLITÁRIA
TOSSE DE CACHORRO DOIDO
CARAOLHO
ESQUECIMENTO
ASTROSE E ASTRITE
SAPINHO
ENTOJO
PAPEIRA
TIRISSA
LUNDU
COQUELUCHE
COBREIRO
ISCOLIOSE
NÓ NAS TRIPA
ALGUEIRO
ESTOPOR
GÔGO
UNHEIRO
BOQUEIRA
CALOMBO
DORMÊNCIA NUMA BANDA DO CORPO
ZÔVO GÔRO
MURRINHA
ZÔVO VIRADO
CANSAÇO NO CORAÇÃO
JUÊI DISMANTELADO
ZÓIO NUVIADO
VAZAMENTO (CAGANEIRA)
ÁGUA NAS JUNTA
RESGUARDO
ZUMBIDO NO ZOVIDO
INTUPIDO (passar dias sem obrar)
MUFUMBA
SOLUÇO
FÍGADO OFENDIDO
IMPANZINADO
PEIDO PÔDI
VÊIA QUEBRADA
CHABOQUE DO JOELHO ARRANCADO

Enviada por Luciano Franco, Fortaleza/Ce

A origem de alguns ditos populares

JURAR DE PÉS JUNTOS:
- Mãe, eu juro de pés juntos que não fui eu.
A expressão surgiu através das torturas executadas pela Santa Inquisição, nas quais o acusado de heresias tinha as mãos e os pés amarrados (juntos) e era torturado pra dizer nada além da verdade. Até hoje o termo é usado pra expressar a veracidade de algo que uma pessoa diz.


MOTORISTA BARBEIRO:
- Nossa, que cara mais barbeiro!
No século XIX, os barbeiros faziam não somente os serviços de corte de cabelo e barba, mas também, tiravam dentes, cortavam calos, etc, e por não serem profissionais, seus serviços mal feitos geravam marcas. A partir daí, desde o século XV, todo serviço mal feito era atribuído ao barbeiro, pela expressão "coisa de barbeiro". Esse termo veio de Portugal, contudo a associação de "motorista barbeiro", ou seja, um mau motorista, é tipicamente brasileira.

TIRAR O CAVALO DA CHUVA:
- Pode ir tirando seu cavalinho da chuva porque não vou deixar você sair hoje!
No século XIX, quando uma visita iria ser breve, ela deixava o cavalo ao relento em frente à casa do anfitrião e se fosse demorar, colocava o cavalo nos fundos da casa, em um lugar protegido da chuva e do sol. Contudo, o convidado só poderia pôr o animal protegido da chuva se o anfitrião percebesse que a visita estava boa e dissesse: "pode tirar o cavalo da chuva". Depois disso, a expressão passou a significar a desistência de alguma coisa.

À BEÇA:
- O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa. A origem do dito é atribuída às qualidades de argumentador do jurista alagoano Gumercindo Bessa, advogado dos acreanos que não queriam que o Território do Acre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.


DAR COM OS BURROS N'ÁGUA:
A expressão surgiu no período do Brasil colonial, onde tropeiros que escoavam a produção de ouro, cacau e café, precisavam ir da região Sul à Sudeste sobre burros e mulas. O fato era que muitas vezes esses burros, devido à falta de estradas adequadas, passavam por caminhos muito difíceis e regiões alagadas, onde os burros morriam afogados. Daí em diante o termo passou a ser usado pra se referir a alguém que faz um grande esforço pra conseguir algum feito e não consegue ter sucesso naquilo.


GUARDAR A SETE CHAVES:
No século XIII, os reis de Portugal adotavam um sistema de arquivamento de jóias e documentos importantes da corte através de um baú que possuía quatro fechaduras, sendo que cada chave era distribuída a um alto funcionário do reino.
Portanto eram apenas quatro chaves. O número sete passou a ser utilizado devido ao valor místico atribuído a ele, desde a época das religiões primitivas. A partir daí começou-se a utilizar o termo "guardar a sete chaves" pra designar algo muito bem guardado.

OK:
A expressão inglesa "OK" (okay), que é mundialmente conhecida pra significar algo que está tudo bem, teve sua origem na Guerra da Secessão, no EUA. Durante a guerra, quando os soldados voltavam para as bases sem nenhuma morte entre a tropa, escreviam numa placa "0 killed" (nenhum morto), expressando sua grande satisfação, daí surgiu o termo "OK".

ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS:
Existe uma história não comprovada, de que após trair Jesus, Judas enforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, já que havia posto o dinheiro que ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados viram que Judas estava sem as botas, saíram em busca delas e do dinheiro da traição. Nunca ninguém ficou sabendo se acharam as botas de Judas. A partir daí surgiu à expressão, usada pra designar um lugar distante, desconhecido e inacessível.

PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA:
A história mais aceitável para explicar a origem do termo é proveniente das tradições hebraicas, onde os bezerros eram sacrificados para Deus como forma de redenção de pecados. Um filho do rei Absalão tinha grande apego a uma bezerra que foi sacrificada. Assim, após o animal morrer, ele ficou se lamentando e pensando na morte da bezerra. Após alguns meses o garoto morreu.

PARA INGLÊS VER:
A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que o Brasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto, todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, assim, essas leis eram criadas apenas "pra inglês ver". Daí surgiu o termo.

RASGAR SEDA:
A expressão que é utilizada quando alguém elogia grandemente outra pessoa, surgiu através da peça de teatro do teatrólogo Luís Carlos Martins Pena. Na peça, um vendedor de tecidos usa o pretexto de sua profissão pra cortejar uma moça e começa a elogiar exageradamente sua beleza, até que a moça percebe a intenção do rapaz e diz: "Não rasgue a seda, que se esfiapa".

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER:
Em 1647, em Nimes, na França, na universidade local, o doutor Vicent de Paul D`Argent fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel. Foi um sucesso da medicina da época, menos pra Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imaginava era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou pra história como o cego que não quis ver.

ANDA À TOA:
Toa é a corda com que uma embarcação reboca a outra. Um navio que está à toa é o que não tem leme nem rumo, indo pra onde o navio que o reboca determinar.

QUEM NÃO TEM CÃO, CAÇA COM GATO:
Na verdade, a expressão, com o passar dos anos, se adulterou. Inicialmente se dizia quem não tem cão caça como gato, ou seja, se esgueirando, astutamente, traiçoeiramente, como fazem os gatos.

DA PÁ VIRADA:
A origem do ditado é em relação ao instrumento, a pá. Quando a pá está virada pra baixo, voltada pro solo, está inútil, abandonada decorrentemente pelo Homem vagabundo, irresponsável, parasita.

NHENHENHÉM:
Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, os indìgenas não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer "nhen-nhen-nhen".

VAI TOMAR BANHO:
Em "Casa Grande & Senzala", Gilberto Freyre analisa os hábitos de higiene dos índios versus os do colonizador português. Depois das Cruzadas, como corolário dos contatos comerciais, o europeu se contagiou de sífilis e de outras doenças transmissíveis e desenvolveu medo ao banho e horror à nudez, o que muito agradou à Igreja. Ora, o índio não conhecia a sífilis e se lavava da cabeça aos pés nos banhos de rio, além de usar folhas de árvore pra limpar os bebês e lavar no rio as redes nas quais dormiam. Ora, o cheiro exalado pelo corpo dos portugueses, abafado em roupas que não eram trocadas com freqüência e raramente lavadas, aliado à falta de banho, causava repugnância aos índios. Então os índios, quando estavam fartos de receber ordens dos portugueses, mandavam que fossem "tomar banho".

ELES QUE SÃO BRANCOS QUE SE ENTENDAM:
Esta foi das primeiras punições impostas aos racistas, ainda no século XVIII. Um mulato, capitão de regimento, teve uma discussão com um de seus comandados e queixou-se a seu superior, um oficial português. O capitão reivindicava a punição do soldado que o desrespeitara. Como resposta, ouviu do português a seguinte frase: "Vocês que são pardos, que se entendam". O oficial ficou indignado e recorreu à instância superior, na pessoa de dom Luís de Vasconcelos (1742-1807), 12° vice-rei do Brasil. Ao tomar conhecimento dos fatos, dom Luís mandou prender o oficial português que estranhou a atitude do vice-rei. Mas, dom Luís se explicou: Nós somos brancos, cá nos entendemos.

A DAR COM O PAU:
O substantivo "pau" figura em várias expressões brasileiras. Esta expressão teve origem nos navios negreiros. Os negros capturados preferiam morrer durante a travessia e, pra isso, deixavam de comer. Então, criou-se o "pau de comer" que era atravessado na boca dos escravos e os marinheiros jogavam sapa e angu pro estômago dos infelizes, a dar com o pau. O povo incorporou a expressão.

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA:
Um de seus primeiros registros literário foi feito pelo escritor latino Ovídio (43 a.C.-18 d.C), autor de célebres livros como "A arte de amar "e "Metamorfoses", que foi exilado sem que soubesse o motivo. Escreveu o poeta: "A água mole cava a pedra dura". É tradição das culturas dos países em que a escrita não é muito difundida formar rimas nesse tipo de frase pra que sua memorização seja facilitada. Foi o que fizeram com o provérbio, portugueses e brasileiros.

QUANDO DEUS QUER, NÃO TEM JEITO!

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio
pedindo ajuda.
Um bruxo do mal que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça.
Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem
uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação:
- Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o DIABO!
Ao chegarem na casa, a mulher os recebeu com alegria e foi logo
guardando alimentos.
Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, lhe
perguntaram:
- A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?
A mulher, na simplicidade da fé, respondeu:
- Não, meu filho. Não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo
obedece!

Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza/Ce

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Carroça Vazia

Certa manhã, meu pai me convidou a dar um passeio na roça, e fomos.
Paramos num rancho e depois de um pequeno silêncio ele perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo o barulho de uma carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia!
Perguntei a meu pai:
- Como pode saber se é uma carroça vazia, se ainda não a vimos?
Ele respondeu:
- Ora, é muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia, mais barulho ela faz.
Tornei-me adulto e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando para intimidar, tratando o próximo com grossura de forma inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo e querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz de meu pai dizendo:



- Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...

Enviado por Pinho, Salvador/Ba

Trabalhando com o Vovô

Nanda e Cecília em visita ao avô no trabalho





Frase ilustrada


Não devemos acreditar na maioria que diz que apenas as pessoas livres podem ser educadas, mas sim acreditar nos filósofos que dizem que só as pessoas educadas são livres.
(Epiteto)

Ciberpegadinhas


Muito bom !
Vale a pena ler com atenção até o final. E o melhor vem justamente no final ! ! !
É bom conhecer essas pegadinhas para não ser uma vítima delas.
RUY CASTRO


Há meses, o departamento de informática de um grande banco me manda apelos desesperados para que eu atualize meu cartão, sob pena de vê-lo cancelado. "Basta clicar no endereço xis", diz o aviso. O estranho é que não sou cliente do tal banco, e ele, generoso, em vez de me cancelar logo o cartão, continua me dando oportunidades de me redimir.
Outra empresa, que não se identifica, insiste em me passar comprovantes de depósito pagando por serviços que não me lembro de ter prestado. Pede que eu clique no endereço ipsilone para checar os dados e o valor. E ainda outra, também sem se identificar, avisa que tem um reembolso de dinheiro a meu favor e quer saber meu banco, minha agência e minha conta para o depósito.
Um plano de saúde de que não sou sócio me escreve repetidamente dizendo que posso reduzir o custo e manter todos os serviços do plano, bastando clicar para descobrir como. Já o Correio avisa que tenho um Sedex retido em meu nome e, se eu clicar assim ou assado, eles mandarão entregá-lo.
Uma mensagem cruel, porque apela para nossos bons sentimentos, é a do desempregado que pede ajuda para arranjar "uma colocação" e anexa o currículo para meu exame. É tão difícil de ser ignorada quanto a da mulher que diz: "Amooor, foi maravilhoooso, veja nossas fotos, você estava demaaais, não deixe ninguém ver". Você não se lembra de ter protagonizado nada tão espetacular nos últimos tempos, mas, quem sabe...
A internet está cheia de pegadinhas como essas. Um clique em falso e sua vida financeira estará em mãos de pilantras. Eu próprio, às vezes, quase sucumbo à curiosidade. Mas sou alertado pelo uso rude da língua portuguesa nas ditas mensagens. Os piratas do ciberespaço não conseguem disfarçar seu semianalfabetismo crônico.

Fonte: Folha de São Paulo

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Respeito!




Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado.
Ele se vira para o chinês e pergunta:
- Desculpe-me, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde:
- Sim e geralmente na mesma hora que o seu vem cheirar as flores!

Respeitar as opções do outro em qualquer aspecto é uma das maiores
virtudes que um ser humano pode ter. As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente. Nunca julgue. Apenas compreenda e respeite.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

A Vida




A vida é uma oportunidade, aproveite-a...
A vida é beleza, admire-a...
A vida é felicidade, deguste-a...
A vida é um sonho, torne-o realidade...
A vida é um desafio, enfrente-o...
A vida é um dever, cumpra-o...
A vida é um jogo, jogue-o...
A vida é preciosa, cuide dela...
A vida é uma riqueza, conserve-a...
A vida é amor, goze-o...
A vida é um mistério, descubra-o...
A vida é promessa, cumpra-a...
A vida é tristeza, supere-a...
A vida é um hino, cante-o...
A vida é uma luta, aceite-a...
A vida é aventura, arrisque-a...
A vida é alegria, mereça-a...
A vida é vida, defenda-a..."

"Um coração feliz é o resultado inevitável de um coração ardente de amor."

"Ontem foi embora. Amanhã ainda não veio. Temos somente hoje, comecemos."

"A pior calamidade para a humanidade não é a guerra ou o terremoto. É viver sem Deus.
Quando Deus não existe, se admite tudo. Se a lei permite o aborto e a eutanásia,
não nos surpreende que se promova a guerra!"

"Qualquer ato de amor, por menor que seja, é um trabalho pela paz."

"O mundo que Deus nos deu é mais do que suficiente, segundo os cientistas e pesquisadores, para todos; existe riqueza mais que de sobra para todos. É só uma questão de reparti-la bem, sem egoísmo.

"Temos medo da guerra nuclear e dessa nova enfermidade que chamamos Aids,
mas abusar de crianças inocentes não nos assusta".

"O amor, para ser verdadeiro, tem de doer. Não basta dar o supérfluo a quem necessita,
é preciso dar até que isso nos machuque."

"Nunca compreenderemos o quanto um simples sorriso pode fazer."

"Como Jesus, pertencemos ao mundo inteiro, vivendo não para nós mesmos,
mas para os outros. A alegria do Senhor é a nossa força".

"Buscando a face de Deus em todas as coisas, em todas as pessoas, em todos os lugares, durante todo o tempo, e vendo a Sua mão em cada acontecimento
- isso é contemplação no coração do mundo".

"Amar, ser verdadeiro, deve custar - deve ser árduo - deve esvaziar-nos do ego."

"Famintos de amor, Deus olha por vocês. Sedentos de amabilidade, Ele pede por vocês.
Privado de lealdade, Ele espera em vocês. Desabrigados de asilo em seu coração,
Ele procura por vocês. Você será esse alguém para Ele ?"

"Os pobres que buscamos podem morar perto ou longe de nós. Podem ser material ou espiritualmente pobres. Podem estas famintos de pão ou de amizade.
Podem precisar de roupas ou do senso de riqueza que o amor de Deus representa para eles. Podem precisar do abrigo de uma casa feita de tijolos e cimento ou da confiança
de possuírem um lugar em nossos corações."


Madre Teresa de Calcutá

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

No mínimo curioso.....

E serve para descontrair ou numa linguagem mais atual relaxe !!!!

Algumas mudanças... dos anos 70 para os dias de hoje:

Antes era: creme rinse - Agora é: condicionador
Antes era: obrigado - Agora é: valeu
Antes era: collant - Agora é : body
Antes era: rouge - Agora é: blush
Antes era: ancião e corôa - Agora é: Véi
Antes era:bailinho e discoteca - Agora é:balada
Antes era:japona - Agora é: jaqueta
Antes era: nos bastidores - Agora é: making off
Antes era: cafona - Agora é: brega
Antes era: programa de entrevistas - Agora é: talk-show
Antes era:reclame - Agora é: propaganda
Antes era:calça cocota - Agora é: calça cintura baixa
Antes era: flertar, paquerar - Agora é: dar mole
Antes era: oi, olá, como vai? - Agora é: e aê?
Antes era: cópia, imitação - Agora é: genérico
Antes era: curtir, zoar - Agora é: causar

Ainda tem mais...
Antes era: mamãe posso ir? - Agora é: véiaaaa, fui!!!
Antes era: legal, bacana - Agora é: manero, irado
Antes era: mulher de vida fácil - Agora é: garota de programa
Antes era: legal o negócio - Agora é: xapado o baguio
Antes era: pasta de dente - Agora é: creme dental
Antes era: cansaço - Agora é: estresse
Antes era: desculpe - Agora é: foi mal
Antes era: oi, tudo bem? - Agora é: e aê, belê?
Antes era: ficou chateada - Agora é: ficou bolada
Antes era: médico de senhoras - Agora é: ginéco
Antes era: super legal - Agora é: irado
Antes era: primário e ginásio - Agora é: ensino fundamental
Antes era: preste atenção - Agora é: se liga na bagaça
Antes era: por favor - Agora é: quebra essa
Antes era: recreio - Agora é: intervalo
Antes era: radinho de pilhas - Agora é: ipod
Antes era: manequim - Agora é: modelo e atriz
Antes era: retrato - Agora é: foto
Antes era: jardineira - Agora é: macacão
Antes era: mentira - Agora é: kaô
Antes era: saquei - Agora é: tô ligado
Antes era: entendeu? - Agora é: copiou?
Antes era: gafe - Agora é: mico
Antes era: fofoca - Agora é: babado
Antes era: ha ha há - Agora é: uhauhauhauha
Antes era : fotocópia - Agora é : xerox
Antes era: brilho labial - Agora é: gloss
Antes era : bola ao cesto - Agora é: basquete
Antes era: folhinha - Agora é: calendário
Antes era: empregada doméstica - Agora é: secretária do lar
Antes era: faxineira - Agora é: diarista
Antes era: vou verificar - Agora é: vou estar verificando
Antes era: madureza - Agora é: supletivo
Antes era: vidro fumê - Agora é: insulfilm
Antes era: posso te ligar? - Agora é: posso te add?
Antes era: tingir uma roupa - Agora é: costumizar
Antes era: dar no pé - Agora é: vazar
Antes era: embrulho - Agora é: pacote

Enviado por Ana Lúcia, Salvador/Ba
Antes era: lycra - Agora é: stretch
Antes era: tristeza - Agora é: deprê
Antes era: beque - Agora é: zagueiro
Antes era: rádio patrulha - Agora é : viatura
Antes era: atlético - Agora é: sarado
Antes era: peituda - Agora é: siliconada
Antes era: professor de ginástica - Agora é: personal trainning
Antes era : quadro negro - Agora é : lousa
Antes era: babosa - Agora é: aloe vera
Antes era - Ave Maria!!! - Agora é - Afffff!!
Antes era: caramba - Agora é: caraca
Antes era: namoro - Agora é: pegação
Antes era: laquê - Agora é: spray
Antes: derrame - Agora é: AVC
Antes era: sua bênção papai - Agora é: "qualé" coroa?
Antes era: você tem certeza? - Agora é: fala sério aê!
Antes era: banha - Agora é : gordura localizada
Antes era: casa de fundos - Agora é: edícula
Antes era: bar no fim do expediente - Agora é: happy hour
Antes era: costureira - Agora é: estilista
Antes era: negro - Agora é: afro-descendente
Antes era: professora - Agora é: tia, prof
Antes era: aquele senhor - Agora é: aquele tiozinho

Relato masculino

(caso verídico )

Chega sempre uma fase da vida em que pensamos no que há pela frente.

Numa noite, minha esposa e eu estávamos sentados na sala, falando das muitas coisas da vida.
Estávamos falando da idéia de viver e morrer.

Foi quando eu lhe disse:

- Nunca me deixe em estado vegetativo, dependendo de uma máquina e líquidos para viver. Se você me vir nesse estado, por favor desligue os artefatos que me mantém vivo.

Ela se levantou, desligou a TV, me tirou a cerveja e foi dormir

DIA NACIONAL DA BOSSA NOVA


25 de janeiro de 2010 - Aniversário de Tom Jobim

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (Rio de Janeiro, 25 de janeiro de 1927Nova Iorque, 8 de dezembro de 1994), mais conhecido como Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro.
É considerado um dos maiores expoentes da música brasileira e um dos criadores do movimento da bossa nova. É praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.
Nesta data btambém se comemora o DIA NACIONAL DA BOSSA NOVA.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B4nio_Carlos_Jobim

domingo, 24 de janeiro de 2010

Poema Árabe - Lindo!

و تعيينهمللأعياننواب
حسب الدستور المعدل عام أصبحت إسبانيا
دولة قانون إ
جتماعية و ديمقراطية تحت نظام ملكي
برلماني. الملك منصبه فخري و رن و واحدئيس
أصبحت إسبانيا دولة قانون إجتماعية و
ديمقراطية تحت نظام ملكي برلماني. الملك
الوزراء هو الحاكم الفعلي للبلاد. البرلمان
الإسباني مقسم الى مجلسين واحد للأعيا
وعدد أعضاء يبل عين و واحد للنواب و عدد
نتائج الانتخابات نائب
نتائج الانتخابات الأخير مباشرة من أصبحت
الشعبسنوات،
بينما كل سنوات، بينما يعي نتخاباتضو
من مجلس الأعيان و ينتخب الباقون الشعب
أيضاً
. رئيس الوزراء و الوزراء يتم تعيينهم من
قبل البرلمان اعتماداً على نتائج
الانتخابات النيابية. أهم الأحزاب
الإس أصمقسم الى مجلسين واحد
للأعيان وعدد الشعببانية يتم ماعية و
تعيينهمللأعيان

LINDO, NÉ?
EU QUASE CHOREI! AINDA MAIS NA PARTE EM QUE DIZ:

أصبحت إسبانيا دولة قانون إجتماعية و
ديمقراطية تحت نظام ملكي برلماني. الملك

اعتما


kkkkkkkkkkkkkkkk

Enviado por Arlindo Simões, Fortaleza/Ce

Revista Caras: O axé dos orixás protege boda de Astrid e Fausto












A CARAS desta semana apresenta ampla matéria com uma sucessão de fotos do casamento de Astrid e Fausto.

Jornalista e produtor se casam em tocante cerimônia conduzida por Mãe Carmen do Gantois

Com a proteção dos orixás da Bahia, a jornalista Astrid Fontenelle (48) trocou alianças com Fausto Franco (31), produtor da banda Chiclete com Banana, no sábado, 16, na capital baiana, em uma cerimônia de candomblé, religião da qual os noivos são simpatizantes. "A união que Oxum e Oxalá fazem ninguém pode separar", sentenciou Carmen Oliveira Silva (75), a yalorixá Mãe Carmen do Gantois, ao abençoar o casal em um ritual comovente, que arrancou lágrimas da apresentadora do Happy Hour, do canal pago GNT, no Zank Boutique Hotel, no bairro de Rio Vermelho.

Marcado para começar às 17 horas, sob o pôr do sol de verão em Salvador, o casamento - para o qual todos os presentes estavam vestidos de branco a pedido dos noivos - acabou sendo adiado para as 19 horas devido ao mau tempo que tomou conta da cidade. O imprevisto, contudo, não desanimou Astrid. Pelo contrário, a noiva se sentiu honrada com o presente que veio do céu. "Meu orixá é Oxum, cujo símbolo é a chuva. Quando entrei, a chuva, que já havia parado, começou a cair novamente. Me senti abençoada no dia do meu casamento pelo meu orixá", explicou a noiva, radiante em um modelo off white em cetim e musseline de seda, bordado com fios de seda e vidrilhos, assinado por Samuel Cirnansk (33), exuberantes brincos de turquesa e sandália plataforma em piton, criada por Alexandre Birman (33), para completar o look da noite.

Sem esconder a emoção, Astrid ainda foi surpreendida pelo amado, que interpretou ao piano a música Corcovado, do inesquecível Tom Jobim (1927-1994), enquanto ela seguia para o altar com o filho adotivo, Gabriel (2), em seus braços. "Foi um grande presente ele ter tocado piano para mim. Foi muito lindo", elogiou ela. Fausto também não fez por menos e demonstrou todo seu amor pela apresentadora. "Toquei essa música porque ela representa muito bem a nossa história. É a primeira vez que estou me casando e espero muito que seja a última", disse ele.

Após a cerimônia, que teve ao fundo a bela voz da cantora Mariene de Castro (29) entoando a canção do candomblé A Deusa do Amor, os noivos comemoram sua união com os 250 convidados que formavam sua seleta lista - entre eles o colunista José Simão (65), o jornalista Fred Lessa (37), companheiro de Astrid no Happy Hour, a promoter Alicinha Cavalcanti (47) e o marido, Rodrigo Biondi (31) - e se esbaldaram ao som de Mariene e da banda Terra Brasilis, que tocou chula, samba de raiz, chorinho e samba partido-alto. "Não poderia deixar de estar com ela neste momento tão especial. Desejo mais sucesso ainda para a Astrid. Somos muito amigos e costumo dizer que sou o avô de Gabriel", disse Simão. "Desejo muita felicidade, amor e sorte para eles", acrescentou Alicinha. Responsável pelo cerimonial, a promoter Licia Fabio (61) fez questão de destacar a importância de estar ao lado da amiga em um dia tão especial. "Somos muito ligadas desde que ela começou a frequentar a Bahia. Sinto-me muito honrada e feliz por estar presente neste momento, porque sei o quanto este casamento é importante para ela", comentou Licia ao lado de Eduardo Machado (53)e Wair de Paula (45), diretores da grife de móveis Artefacto, e o arquiteto e cenógrafo Edgard Otávio, responsáveis pela decoração, que fazia referência à Grécia, local onde Astrid e Fausto falaram o primeiro "eu te amo" um para o outro.

Junto desde de 2008, o casal protagonizou cenas de muito carinho, beijos, abraços e troca de olhares que confirmavam a cumplicidade e o amor existente entre eles. "Fausto está muito contente com este momento, pois ele está se casando com quem gosta de verdade", atestou dona Ita Franco, mãe do noivo, acompanhada do marido, Sérgio Franco, e do outro filho, Túlio Franco (35). "A gente tem os filhos, mas eles não são nossos, devem fazer suas escolhas e seguir o melhor caminho. Tenho certeza que esta união que está sendo concretizada hoje será de muita alegria para os dois", completou, emocionado, Sérgio.

Felizes, os noivos cortaram o bolo de quatro andares com recheio de ameixa e amendoim, de Ivana Simões - com destaque para os bonequinhos que enfeitavam a mesa e que representavam o casal e o fofo Gabriel -, e ainda receberam o carinho da empresária Flora Gil (49), mulher do cantor Gilberto Gil (67), e de Sophia Alckmin (28), filha do secretário de Desenvolvimento de São Paulo, Geraldo Alckmin (57), com o amado, Mário Ribeiro (31). "Conheço a Astrid desde quando comecei a namorar o Gil, em 1980. Nunca fomos muito próximas, mas sempre a achei uma grande mulher. Tudo que vi aqui hoje ela merece. Aliás, eles merecem muita felicidade", desejou a elegante Flora.

Clique no endereço abaixo e localise matéria completa com mais fotos.

http://www.caras.com.br/

Campanha publicitária

Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:

"Crie filhos em vez de herdeiros."

"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."

"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."

"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."

"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."

"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"

"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."

"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."

"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor (amigo/pai/mãe/filho/
/filha/namorada/namorado/marido/esposa/irmão/irmã... etc.) do mundo!"

"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."

Enviado por Carmen Holanda, Presidente de Honra da AFA, Fortaleza/Ce

Poesia de Flávia Assaife continua brilhando.

Vejam e-mail que ela nos mandou, do Rio de Janeiro/Rj

Compartilhando com pessoas especias, mais conquistas....

Olá Flavia Flor,

Sua colaboração para o Portal Literal "Só mais uma vez..." acaba de completar a votação necessária e de ser publicada em definitivo no site Portal Literal.

Só mais uma vez...


Só mais uma vez
Experimento teu sabor
Degusto tuas formas
Embriago-me com teu licor.

Só mais uma vez
Deixo o tempo parar
Permito a forma encontrar
Delicio-me... Posso sonhar!

Só mais uma vez
Deixo-me devanear, vou contigo viajar
Num mar de prazer
Que não podemos conter...

Só mais ima vez
É loucura? Talvez...
Não há o que temer,
Somos apenas eu e você!

Só mais uma vez
Entrego-me por inteiro
Sou verdadeiro
Manteremos segredo!
Por ti desfaleço...

Ah...Chocolate, meu desfiladeiro!

Aniversário de Feliz, mãe de Vera, em São Bernardo/Quixadá.


Vera Lúcia me mandou e-mail com fotos do aniversário de sua mãe, Feliz, o qual foi muito bem comemorado. A festinha reuniu um grupo de amigos e integrantes dos Almeida que residem em São Bernardo, Quixadá. Nas fotos vemos destacados Joaozinho e Feliz, os queridos pais de Vera.



Oi Sérgio,
como vc está?

Como prometí estou enviando as fotos da comemoração do aniversário de 70 anos de minha mãe, ela se chama Feliz. Fizemos uma pequena comemoração na fazenda, que fica próxima ao São Bernardo em Quixadá. Pequena comemoração mesmo pq não gostamos de muita badalação, não convidamos quase ninguém era pra ser só nós de casa, mas na hora apareceram muitos parentes, inclusíve vários Almeidas( dos que ainda vivem por lá), foi ótimo.

Estou enviando também fotos minhas do mesmo dia, tiradas no Rio que fica próximo, foram ótimos momentos de lazer.
Bjs, sds de vc meu primo.

Vera




































































sábado, 23 de janeiro de 2010

Reveillon de Luz da família feliz

Teresa e Sérgio e os filhos Laís e Raul passaram o reveillon na Serra Gaúcha. A viagem fez parte da comemoração dos aniversários de Sérgio (25/12) e Raul (06/01) .

SER CHIQUE É UMA QUESTÃO DE ATITUDE...

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como
atualmente. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas
coisas da vida, infelizmente, não estão a venda. Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que uns guarda-roupas
recheados de grifes importadas. Muito mais que um belo carro Alemão. O que
faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela
se comporta.

Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com
suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes nem com a soberba.
Mas que, sem querer, atrai todos os olhares, porque tem brilho próprio.
Chique mesmo é quem é discreto, não faz perguntas inoportunas, não
procura saber o que não é da sua conta e respeita os sentimentos dos outros.

Chique mesmo é parar na faixa depedestre e abominar a mania de jogar lixo na rua.

Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e as pessoas que estão no elevador.

Chique mesmo é olhar nos olhos do garçom e chamá-lo pelo seu nome. É
lembrar do aniversário dos amigos. Chique mesmo é não se exceder nunca.
Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir. Chique mesmo é
olhar no olho do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem
sentados a mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção à sua
companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra. É ser grato a quem lhe ajuda,
correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.

Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, mas ficar feliz ao
ser prestigiado. Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de
tudo, de se lembrar sempre do quanto que a vida é breve e de que vamos
todos para o mesmo lugar. Portanto, não gaste sua energia com o que não
tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se cruzar e
não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça
bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!


(Texto do livro "A quem interessar possa", de Gilka Aria)

Enviado por Carmen Holanda, Presidente de Honra da AFA, Fortaleza/Ce

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

BBB 2010, IDÉIA DE RITA LEE - GENIAL


IDEIA DE RITA LEE

A cantora e ativista Rita Lee teve uma daquelas
idéias brilhantes, dignas do seu gênio criativo.

Reclamando da inutilidade de programas como o Big
Brother, ela deu a seguinte sugestão:

- Colocar todos os pré-candidatos à presidência
da República trancados em uma casa, debatendo e discutindo seus respectivos
programas de governo.
Sem marqueteiros, sem assessores, sem máscaras e
sem discursos ensaiados.

Toda semana o público vota e elimina um.

No final do programa, o vencedor ganharia o cargo
público máximo do país.

Além de acabar com o enfadonho e repetitivo
horário político, a população conheceria o verdadeiro caráter dos candidatos.

Assim, quem financiaria essa casa seria o repasse de parte do valor
dos telefonemas que a casa receberia e ninguém mais precisará corromper
empreiteiras ou empresas de lixo sob a alegação de cobrir o 'fundo de campanha'.

A idéia não é incrivelmente boa?

Se você também gostou, mande essa mensagem para
os amigos e faça coro pela campanha:

Casa dos Politicos, já !!!

Rita Lee.

Luciano Franco aniversaria

Hoje é o aniversário do Luciano. Pai de Vinícius e Luciana, e casado com Vera, Luciano atua em duas profissões, a de funcionário público do estado e a de músico. É justamente nesta última onde tem o reconhecimento da crítica especializada, sendo considerado um dos destaques da cena músical cearense, especificamente da música de gosto mais exigente. Essa sua vocação musical tem sido de grande utilidade para a AFA, pois nos eventos ele não só anima com a sua música, como em outras ocasiões, consegue trazer artistas convidados para se apresentar, o que tem tornado nossos encontros bem mais agradáveis.

A AFA deseja ao aniversariante muitos anos de vida com muita saúde e paz e com muito mais música de qualidade.




quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Prova de 6ª série

Muito Boa e Instrutiva





A professora da 6ª série perguntou para a sua turma:
- Qual é a parte do corpo humano que aumenta quase dez vezes seu tamanho quando é estimulada?
Ninguém respondeu, até que Natasha levantou furiosa e disse:
- Você não deveria fazer uma pergunta dessas para crianças da 6ª Série! Pois eu vou contar para meus pais e eles vão falar com o diretor e,este vai demitir você, com base no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)!! E ainda vai chamar o Conselho Tutelar pra te prender, tá?
Para o espanto da Natasha, a professora não apenas a ignorou como fez a pergunta novamente:
- Qual é a parte do corpo que aumenta em dez vezes seu tamanho quando é estimulada? Alguém sabe?
Finalmente, Rodrigo levantou-se, olhou ao redor, e disse:
- A parte do corpo que aumenta dez vezes seu tamanho quando é estimulada é a PUPILA.
A professora:
- Muito bem, Rodrigo!!!
Então, voltou-se para a Natasha e continuou:
- E quanto a você, 'mocinha', tenho três coisas para lhe dizer: A primeira é que você tem uma mente muito suja para sua idade. A segunda: você não leu a sua lição de casa: 'Os Sentidos'... E a terceira:... DEZ VEZES ??? (hahahahahaha)... Um dia você vai ficar muito, mas muuuuuuuito decepcionada , viu?

Enviado por José Carlos, Salvador/Ba

Frase ilustrada

"O problema de ser pontual é que não há ninguém lá para elogiar você."
(Franklin P. Jones)

O Gato do Português

O Gato do Português


O português odiava o gato da esposa e resolve dar um fim no coitado.
Coloca o bichinho dentro de um saco, joga no porta-malas do carro e o
abandona a 20 quadras de sua casa.
Quando retorna, lá esta o gato em frente ao portão.
Nervoso, o português repete a operação e abandona o bichinho a 40 quadras
de sua casa.
Quando retorna, novamente encontra o gato em frente ao portão.
Mais nervoso ainda, pega o gato e anda 10 quadras para a direita, 20 para
a esquerda, 30 para baixo e diz:
- Agora quero ver!
Cinco minutos depois liga para a esposa:
- Maria, o gato está por ai?
- Ele esta chegando, por que?
- Põe o filho da mãe no telefone, que eu estou perdido!


Enviado por Pinho, Salvador/Ba

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Poesia de Flávia Assaife no Portal Literário

Olá,

A poesia "Inquietude" de minha autoria está publicada no Portal Literário, link abaixo.

Desta vez, a poesia foi votada por outros poetas e participantes do site.

Compartilho com vocês, mais esta conquista.

Bjs

Flávia

http://www.portalliteral.com.br/banco/texto/inquietude-1#c



Inquitude

Não tenho posição
Mexo-me em vão,
Procuro algo que me liberte desta invasão!

Matéria destruída
Espírito sofrido
Espinhos da vida
Enterrados em minhas feridas

Sofrimento atroz
Mordida voraz
Furacão veloz
Em mim... mantém-se os nós...

Companhia derradeira
Sempre sorrateira
Sonega-me o direito
De levantar-me do leito!

Inquietude... Amiúde...
Apieda-te de mim,
O dia já amanhece e,
A noite, chega ao fim!

A história do Raul

Max Gehringer

Durante minha vida profissional, eu topei com algumas figuras cujo sucesso surpreende muita gente.
Figuras sem um vistoso currículo acadêmico, sem um grande diferencial técnico, sem muito networking ou marketing pessoal. Figuras como o Raul.
Eu conheço o Raul desde os tempos da faculdade. Na época, nós tínhamos um colega de classe, o Pena, que era um gênio.
Na hora de fazer um trabalho em grupo, todos nós queríamos cair no grupo do Pena, porque o Pena fazia tudo sozinho. Ele escolhia o tema, pesquisava os livros, redigia muito bem e ainda desenhava a capa do trabalho - com tinta nanquim.
Já o Raul nem dava palpite. Ficava ali num canto, dizendo que seu papel no grupo era um só, apoiar o Pena. Qualquer coisa que o Pena precisasse,o Raul já estava providenciando, antes que o Pena concluísse a frase.
Deu no que deu. O Pena se formou em primeiro lugar na nossa turma. E o resto de nós passou meio na carona do Pena que, além de nos dar uma colher de chá nos trabalhos, ainda permitia que a gente colasse dele nas provas.
No dia da formatura, o diretor da escola chamou o Pena de 'paradigma do estudante que enobrece esta instituição de ensino'.
E o Raul ali, na terceira fila, só aplaudindo.
Dez anos depois, o Pena era a estrela da área de planejamento de uma multinacional. Brilhante como sempre, ele fazia admiráveis projeções estratégicas de cinco e dez anos. E quem era o chefe do Pena? O Raul. E como é que o Raul tinha conseguido chegar àquela posição? Ninguém na empresa sabia explicar direito. O Raul vivia repetindo que tinha subordinados melhores do que ele, e ninguém ali parecia discordar de tal afirmação.
Além disso, o Raul continuava a fazer o que fazia na escola, ele apoiava.
Alguém tinha um problema? Era só falar com o Raul que o Raul dava um jeito.
Meu último contato com o Raul foi há um ano. Ele havia sido transferido para Miami, onde fica a sede da empresa. Quando conversou comigo, o Raul disse que havia ficado surpreso com o convite. Porque, ali na matriz, o mais burrinho já tinha sido astronauta.
E eu perguntei ao Raul qual era a função dele. Pergunta inócua, porque eu já sabia a resposta. O Raul apoiava. Direcionava daqui, facilitava dali, essas coisas que, na teoria, ninguém precisaria mandar um brasileiro até Miami para fazer.
Foi quando, num evento em São Paulo, eu conheci o Vice-presidente de recursos humanos da empresa do Raul. E ele me contou que o Raul tinha uma habilidade de valor inestimável: ... Ele entendia de gente.
Entendia tanto que não se preocupava em ficar à sombra dos próprios subordinados para fazer com que eles se sentissem melhor, e fossem mais produtivos. E, para me explicar o Raul, o vice-presidente citou Samuel Butler, que eu não sei ao certo quem foi, mas que tem uma frase ótima:
'Qualquer tolo pode pintar um quadro, mas só um gênio consegue vendê-lo'.
Essa era a habilidade aparentemente simples que o Raul tinha, de facilitar as relações entre as pessoas. Perto do Raul, todo comprador normal se sentia um expert, e todo pintor comum, um gênio.
Essa era a principal competência dele.

'Há grandes Homens que fazem com que todos se sintam pequenos.
Mas o verdadeiro Grande Homem é aquele que faz com que todos se sintam Grandes'.

Enviado por J. Lima, Salvador/Ba

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Haiti


(Caetano Veloso e Gilberto Gil, letra de Caetano Veloso)

Quando você for convidado pra subir no adro da
Fundação Casa de Jorge Amado
Pra ver do alto a fila de soldados, quase todos pretos
Dando porrada na nuca de malandros pretos
De ladrões mulatos
E outros quase brancos
Tratados como pretos
Só pra mostrar aos outros quase pretos
(E são quase todos pretos)
E aos quase brancos pobres como pretos
Como é que pretos, pobres e mulatos
E quase brancos quase pretos de tão pobres são tratados
E não importa se olhos do mundo inteiro possam
estar por um momento voltados para o largo
Onde os escravos eram castigados
E hoje um batuque, um batuque com a pureza de
meninos uniformizados
De escola secundária em dia de parada
E a grandeza épica de um povo em formação
Nos atrai, nos deslumbra e estimula
Não importa nada
Nem o traço do sobrado, nem a lente do Fantástico
Nem o disco de Paul Simon
Ninguém
Ninguém é cidadão
Se você for ver a festa do Pelô
E se você não for
Pense no Haiti
Reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui
E na TV se você vir um deputado em pânico
Mal dissimulado
Diante de qualquer, mas qualquer mesmo
Qualquer qualquer
Plano de educação
Que pareça fácil
Que pareça fácil e rápido
E vá representar uma ameaça de democratização
do ensino de primeiro grau
E se esse mesmo deputado defender a adoção da pena capital
E o venerável cardeal disser que vê tanto espírito no feto
E nenhum no marginal
E se, ao furar o sinal, o velho sinal vermelho habitual
Notar um homem mijando na esquina da rua
sobre um saco brilhante de lixo do Leblon
E quando ouvir o silêncio sorridente de São Paulo diante da chacina
111 presos indefesos
Mas presos são quase todos pretos
Ou quase pretos
Ou quase brancos quase pretos de tão pobres
E pobres são como podres
E todos sabem como se tratam os pretos
E quando você for dar uma volta no Caribe
E quando for trepar sem camisinha
E apresentar sua participação inteligente no bloqueio a Cuba
Pense no Haiti
Reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Na Paraíba é assim!!!




A PAIXAO DE CRISTO ENCENADA NA PARAÍBA

Esta é uma história verídica!
Aconteceu numa cidadezinha
lá nos confins da Paraíba.

O dono do circo, em passagem pela cidade,
sabendo quão religiosa era sua comunidade,
resolveu encenar a PAIXÃO DE CRISTO
na Sexta-Feira Santa.

O elenco foi escolhido dentre os moradores locais
e, no papel principal - de Jesus Cristo –
colocaram o cara mais 'gato' da cidade.

Os ensaios iam de vento em popa quando,
às vésperas do evento, o dono do circo soube que
'Jesus' estava de caso com sua mulher.

Furioso, o corno deu-se conta que não podia fazer escândalo
pois iria por a perder todo o trabalho e o investimento
que fizera pra montar a peça.

Pensou, pensou...
Na véspera do espetáculo, comunicou ao elenco que
iria participar fazendo o papel doCENTURIÃO !!!

- Mas como? - reclamaram todos
- Você não ensaiou!
- Não é preciso ensaiar,
porque centurião não fala!

(Mesmo sem gostar, o elenco teve que aceitar;
afinal,o cara era o dono do show).
Chegou o grande dia.
A cidade em peso compareceu.

No momento mais solene,
a platéia chorosa em profundo silêncio...
Jesus carregando a cruz... e o
'centurião' começa a dar-lhe chicotadas.
De verdade.

-Oxente, cabra, tá machucando!
Reclamou 'Jesus', em voz baixa .
- É pra dar mais veracidade à cena, devolveu o 'centurião' .

E tome mais chicotada... lept, lept,
o chicote comendo solto no lombo do infeliz..
Até que 'Jesus' que já reclamara bastante,
enfureceu-se de vez, largou a cruz no chão,
puxou uma PEIXEIRA e partiu pra cima do 'centurião ' :

_ 'Vem, desgraçado!
Vem cá que eu vou te ensinar
a não bater num indefeso'!
O 'centurião' correndo,
'Jesus' com a peixeira correndo atrás,
e a platéia em delírio gritando:

'É isso aí! Fura ele, 'Jesus'!
Fura, que aqui é a Paraíba,
não é Jerusalém não'!!!

Enviado por José Carlos, Salvador/Ba

Sofia na Bahia

Sofia passou seu fim de semana em Salvador. Será que gostou?





Paradoxo da Improvisação

“A melhor improvisação é aquela que melhor é preparada”.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Sincretismo religioso marca o casamento de Astrid Fontenelle e Fausto Franco em Salvador

Ao som de atabaques, com o canto maravilhoso de Mariene de Castro (essa canta muito), a voz da vez de Salvador, na presença de centenas de convidados de todo o Brasil e sob as bênçãos da yalorixá mãe Carmem do terreiro do Gantois - Ilê Iya Omin Axé Iyamassê - o mais famoso do Brasil , a apresentadora do canal de TV GNT, Astrid Fontenelle, e Fausto Franco, produtor da Banda Chiclete com Banana, fizeram juras de amor eterno. Seguindo o sincretismo religioso que tanto caracteriza a velha Bahia, a cerimônia, de acordo com o ritual do candomblé, se realizou no início da noite, mas pela manhã na Igreja da Vitória o casal recebeu uma bênção celebrada pelo Monsenhor Gaspar Sadock, na presença de convidados mais íntimos e da família.

Os convidados estavam todos vestidos de branco e a surpresa maior foi no momento que Astrid subiu ao altar, quando Fausto ao piano solou a música "Corcovado" de Tom Jobim, acompanhado pelo excelente guitarrista do Chiclete, Lelo, que me surpreendeu com a qualidade de seus acordes. Fausto arrancou dos presentes muitos aplausos ao final de seu "concerto".

O cenário foi o sofisticado Zank Boutique Hotel, no bairro do Rio Vermelho, que vai hospedar a estrela pop Beyoncé em fevereiro, em excursão por Salvador, ela que é convidada da cantora baiana Ivete Sangalo.

Nem mesmo a chuva que insistiu em cair no momento da cerimônia tirou o ânimo e a alegria dos convidados, com muita gente bonita, todos muito simpáticos e sorridentes por assistir aquele ritual. Entre eles estava o humorista José Simão, da Folha de São Paulo, velho amigo de Astrid e do casal. A impecável produção da festa ficou a cargo de Lícia Fábio, a promoter mais badalada da Bahia, que serviu as iguarias mais delicios acompanhados de espumanantes, vinhos finos e do melhor escocês.

Mãe Carmem (qualquer semelhança com nossa Presidente de Honra é mera coincidência), que é filha e sucessora de Mãe Menininha do Gantois, chamou à atenção pela singularidade de sua celebração, deixando os convidados com ar de muita perplexidade.

Fausto subiu ao altar acompanhado da sobrinha Nanda, de cinco anos, que, muito séria, soube tão bem desempenhar seu papel. Itacoeli, mãe do noivo, estava muito simpática no meio de tantos convidados ilustres.

Sofia, nossa diretora da AFA, foi uma das convidadas de fora que vieram assistir ao casamento. O evento foi coberto com muita curiosidade pela mídia, com dezenas de fotógrafos das mais importantes revistas e jornais do país, disputando cada centímetro de espaço para não perder cada momento dessa festa para muitos inusitada.

Sérgio Almeida Franco, pai coruja do noivo, Salvador/Ba
































































































































sábado, 16 de janeiro de 2010

Astrid Fontenelle se casa nesse sábado na Bahia em cerimônia de candomblé








Isabelle Mani, iG São Paulo


Quem sobe ao altar neste sábado (16) é Astrid Fontenelle. A apresentadora do 'Happy Hour", do GNT, escolheu se casar com o produtor musical Fausto Franco em Salvador, terra do noivo. Tanto a festa quanto a cerimônia vão rolar no Zank Butique Hotel, o mesmo que Beyoncé vai se hospedar quando fizer show na cidade.

O casal reservou todos os quartos para os convidados - 270 pessoas - entre eles os padrinhos Jorge Espírito Santo e Lícia Fábio, além de Bel Marques, líder da banda Chiclete com Banana, da qual Franco é produtor.

Os noivos vão trocar votos nas tradições do candomblé, em ritual comandado por Mãe Carmem. O local terá samambaias e pau d’águas, que representam os orixás dos noivos, Oxum e Oxalá. Orquídeas, as flores prediletas de Astrid, serão distribuídas pelo local em vasos de jarro com água, o que, segundo ela, “não deixa nada morrer". É que na tradição do candomblé não se deve usar nada que murche em um casamento.

O vestido da noiva é um longo com inspirações gregas, assinado por Samuel Cirnansck. A Grécia, aliás, é o tema da decoração da festa. Quem explica é a própria Astrid: “Quisemos fazer algo que contasse um pouquinho da nossa história. Como nossa primeira grande viagem juntos foi na Grécia, onde eu disse ‘eu te amo’ pela primeira vez, fazia sentido colocar na decoração elementos de lá”.

O pequeno Gabriel, filho de Astrid, vai entrar no colo da mãe na cerimônia. E os convidados já receberam o aviso: todos devem usar branco. Mais astral, impossível. Felicidade aos noivos, então...

PIOR É QUE A GENTE PERGUNTA ASSIM MESMO...

1. Quando te vêem deitado, de olhos fechados, na sua cama, com a luz apagada e te perguntam:
- Você ta dormindo?
- Não, to treinando pra morrer!
2. Quando a gente leva um aparelho eletrônico para a manutenção e o técnico pergunta:
- Ta com defeito?
- Não, é que ele estava cansado de ficar em casa e eu o trouxe para passear.
3. Quando está chovendo e percebem que você vai encarar a chuva, perguntam:
- Vai sair nessa chuva?
- Não, vou sair na próxima.
4. Quando você acaba de levantar, aí vem um idiota (sempre) e pergunta:
- Acordou?
- Não. Sou sonâmbulo!
5. Seu amigo liga para sua casa e pergunta:
- Onde você está?
- No Pólo Norte! Um furacão trouxe minha casa pra cá!
6. Você acaba de tomar banho e alguém pergunta: (BOA)
- Você tomou banho?
- Não, mergulhei no vaso sanitário!
7. Você ta na frente do elevador da garagem do seu prédio e chega um que pergunta: (ÓTIMA)
- Vai subir?
- Não, não, to esperando meu apartamento descer pra me pegar.
8. O homem chega à casa da namorada com um enorme buquê de flores. Até que ela diz:
- Flores?
- Não! São cenouras.
9. Você está no banheiro quando alguém bate na porta e pergunta:
- Tem gente?
- Não! É o cocô que está falando!
10. Você chega ao banco com um cheque e pede pra trocar: (MUITO BOA)
- Em dinheiro? ?
- Não, me dá tudo em clipes!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Lençóis sujos

Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.

Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:

- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!

- Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela que eu ensine a lavar as roupas!

O marido observou calado.

Alguns dias depois, Novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:

- Nossa vizinha continua pendurando lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu ensine a lavar roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.

Passando um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muitos brancos sendo estendidos. Empolgada foi dizer o marido:

- veja, ela a prendeu a lavar as roupas, será que outra vizinha ensinou??? Porque eu não fiz nada. O marido calmamente respondeu:

-Não, hoje levantei mais cedo e lavei os vidro de nossa janela!

E assim é.

Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos.

Antes de criticar, verifique se você alguma coisa para contribuir, verifique seus próprios defeitos e limitações.

Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmo. Só assim podemos ter real noção do valor de nossos amigos.

Lave sua vidraça. Abra sua janela.

“Afligir-se antes do tempo é afligir-se duas vezes”.

Enviado por Pinho, Salvador/Ba

Luciano Franco no Projeto Sol Maior


Recebo de Luciano a mensagem abaixo:


Sábado, 16/01, estarei me apresentando no Projeto Sol Maior, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, às 13:00, no Passeio Público, mostrando o mesmo show apresentado em Cascavel no inicio de dezembro.
(Luciano Franco)


Flávia Assaife e sua poesia

É Com muita satisfação que publicamos esta postagem que contém uma pequena biografia de Flávia Assaife Campos de Almeida, a qual, para nossa satisfação, tem grande afinidade com as letras.
Flávia pertence ao ramo carioca de nossa família. Seu nome consta no Livro AFA 25 Anos na página 131, sendo casada com Murilo Campos de Almeida, filho de Darci que é irmão de Déa, Dora, Dulce, Dilson e Dyon.
Os seis irmãos são filhos de José Martins de Almeida e Thereza de Almeida. José é irmão de minha mãe, Beatriz, de Carlos (Frei Filipe) e João.
A poesia de Flávia é leve e muito agradável de se ler.

Sérgio Almeida Franco, Salvador/Ba




Flávia Assaife


Pequena Biografia:


Flávia Assaife nascida em 1968 na cidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil, casada , escreve poesias desde sua infância. É escritora, administradora e consultora. Pós-Graduada em Gestão de Pessoas, Gestão de Negócios e Gestão de Varejo atuando por muitos anos em diversos segmentos do mercado na área de ciências humanas.
Nos últimos anos vem atuando como consultora nas áreas de Gestão, Recursos Humanos, Qualidade e Educação Corporativa .
Sempre escrevendo poesias para si mesma com o objetivo de externar o que ia na alma, teve o ímpeto e o desejo de compartilhá-la com o mundo, com o objetivo de ajudar as pessoas a mergulharem em si próprias, descobrindo como cada um é único e belo. A publicação desta obra foi incentivada por familiares, amigos e alunos que se encantavam com seus escritos.
O primeiro livro "Ouça a Voz do Coração através de um Mergulho Interior", está sendo publicado por editora européia, em Portugal.
A Poesia "Flor da Primavera" foi publicada no livro de Antologias da World Art Friends em 2009.
O lançamento de seu segundo livro: "Sussurros da Alma" está com lançamento previsto no Brasil, pela editora Multifoco entre os meses de Abril ou Maio.

Visite o blog: flviaflor.blogspot.com

Contatos com a autora:
fassaife@hotmail.com




A Voz do Coração

(Flávia Assaife)

Palavras soltas sem intenção
Trazem a tona muita emoção!
É a voz do coração
Aclamando por libertação!

Sentimentos tomam vida,
Na leitura sem medida

A voz do coração
Abandona a razão e,
Dá lugar a pura paixão!

O chamado da razão
Confunde-se com o bater do coração
Vozes simples, profundas...
São verdadeiras a descrever
O inconsciente consciente de cada ser!

Clama o coração
Ardente de emoção
Libera a sua voz
A voz da salvação,
A voz do coração!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

LIVRO NOVO



Encerra-se mais um ano em sua vida...
Quando este ano começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia ter um poema, um pesadelo uma blasfêmia, uma oração.
Podia....
Hoje não pode mais, já não é seu.
É um livro já escrito....
Concluído...
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto...
Antes que termine este ano, reflita, tome seu velho livro e folheie com cuidado...
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência;
Faça o exercício de ler a você mesmo.
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida em que usou seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito.
Não...
Não tente arrancá-las.
Seria inútil...
Já estão escritas.
Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que será entregue.

Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije.
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos de Deus.
Não importa como esteja...

Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!!
E, quando o novo ano chegar, lhe será entregue outro livro, novo, limpo, branco, todo seu, no qual irá escrever o que desejar...

FELIZ LIVRO NOVO. FELIZ ANO NOVO.

Jegues enfeitados na Lavagem do Bomfim


Hoje é o dia de uma da mais importante e tradicional das Festas Populares da Bahia. Mesmo não sendo feriado, a cidade de Salvador para. Na região do comércio e em todo o trajeto de 8 km até à Colina Sagrada, onde está a Igreja do Bomfim, o comércio fecha e nem bancos abrem as portas mesmo não sendo feriado bancário.

Uma das coisas mais interessantes, além das baianas, são os jegues geralmente muito enfeitados que as pessoas utilizam para acompanhar o cortejo. Este ano as entidades defensoras dos animais tentaram barrar a utilização desses animais, mas finalmente a polêmica acabou com os jegues sendo liberados.


Viva a Bahia ! ! !

Tu...Poesia

De Flavia Flor, Rio de Janeiro (RJ) · 9/1/2010 · 1

Flávia, a autora, é sobrinha da nossa querida prima Déa, do Rio de Janeiro/RJ.

Tu és o ar que respiro
Tu és a noite iluminada
Tu és o céu estrelado
Tu és um dia ensolarado

Tu és a cor do pecado
Tu és a flor desabrochada
Tu és tudo e nada
Tu és futuro, presente e passado

Tu és vida pulsante
Tu és sonho delirante
Tu és construção edificante
Tu és peça exuberante

Tu és flor perfumada
Tu és tristeza consolada
Tu és semente plantada
Tu és a colheita esperada

Tu és voz embargada
Tu és a vida castigada
Tu és a esperança renovadora
Tu és a sabedoria versada


Tu és a lágrima caída
Tu és o gosto da despedida
Tu és a estrada percorrida
Tu és a dor sentida

Tu és a confiança escondida
Tu és a mentira destruída
Tu és a verdade absolvida
Tu és a palavra não dita... mas escrita!

Tu és desilusão
Tu és fogo da paixão
Tu és alegria vibrante no coração
Tu és a emoção!

Tu és criatividade sem igual
Tu és um dom fenomenal
Tu és a escrita d’alma
Tu és pulsante ou calma!

Tu és meditação
Tu és intervenção
Tu és um caldeirão
Tu és pura explosão!

Tu és brisa que sopra
Tu és inspiração que aporta
Tu és quem abre a porta
Tu és poesia: viva ou morta!