segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Brasileiro consome pouco mais da metade da quantidade recomendada de peixe



Peixe é saúde


A Semana do Peixe, promovida pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), começa nesta terça-feira (1º de Setembro), com o objetivo de aumentar e tornar regular o consumo de pescado no país, além de enfatizar a importância do peixe para a saúde.


A Semana do Peixe, que na verdade terá uma duração de 15 dias, visa atrair consumidores com promoções em diversos supermercados do país, seminários, festivais gastronômicos e ainda com distribuição de folhetos explicativos com orientações e dicas de como escolher um bom pescado.

Aumento do consumo de peixes
Segundo o MPA, no ano passado, a Semana do Peixe, mobilizou mais de 70 redes de supermercados do país, envolvendo cerca de 1,5 mil lojas participantes. No período do evento, a venda de pescados nesses estabelecimentos cresceu em média 60% com relação ao mês anterior.
"A ideia é fomentar nesse período o consumo do pescado. A campanha chama a atenção do brasileiro para o consumo regular ao longo do ano", destaca o secretário executivo do ministério, Dirceu Lopes.
Metade do recomendado
Em média, o brasileiro consome 7 quilos de pescado anualmente, segundo dados do MPA. O total recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no entanto, é quase o dobro, 12 quilos por pessoa a cada ano.
Segundo o ministério, por meio de ações que promovam a importância do produto, o órgão pretende elevar o consumo anual para 9 quilos por pessoa até 2011. Outra meta é aumentar em 40% a produção de pescado nos próximos quatro anos.

Questão cultural
Apesar de o país contar com uma costa marítima de cerca de 8,5 mil quilômetros de extensão, além de uma grande quantidade de reservatórios para o cultivo de peixes em cativeiro, a explicação para o baixo índice de consumo do produto pelos brasileiros é cultural, segundo o secretário.
"As pessoas se acostumaram com outros tipos de carne pela praticidade, principalmente frango e carne bovina. O peixe sempre foi difundido como prato de final de semana e não do dia-a-dia."
Fonte: Site Gostei.Abril

Árvore Genealógica

- Luiz Fernando Veríssimo

Mãe, vou casar!
Jura, meu filho ?!
Estou tão feliz !
Quem é a moça ?
Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo.
Você falou Murilo... Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico?
Eu falei Murilo. Por que, mãe? Tá acontecendo alguma coisa?
Nada, não... Só minha visão que está um pouco turva. E meu coração, que talvez dê uma parada. No mais, tá tudo ótimo.
Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo...
Problema ? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora... Ou isso.
Você vai ter uma nora. Só que uma nora... Meio macho.
Ou um genro meio fêmea.
Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea...
E quando eu vou conhecer o meu. A minha... O Murilo ?
Pode chamar ele de Biscoito. É o apelido.
Tá ! Biscoito... Já gostei dele.. Alguém com esse apelido só pode ser uma pessoa bacana . Quando o Biscoito vem aqui ?
Por quê ?
Por nada. Só pra eu poder desacordar seu pai com antecedência.
Você acha que o Papai não vai aceitar ?
Claro que vai aceitar!
Lógico que vai. Só não sei se ele vai sobreviver... Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo que você achou sua cara-metade. E olha que espetáculo: as duas metade com bigode. Mãe, que besteira ... Hoje em dia ... Praticamente todos os meus amigos são gays.
Só espero que tenha sobrado algum que não seja... Pra poder apresentar pra tua irmã.
A Bel já tá namorando.
A Bel? Namorando ?! Ela não me falou nada... Quem é?
Uma tal de Veruska.
Como ? Veruska... Ah !, bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska.
Mãe !!!... Tá.., tá..., tudo bem...Se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto .. Por que não ? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos.
Ex-namorada?
O Biscoito tem ex-namorada?
Quando ele era hétero... A Veruska.
Que Veruska ?
Namorada da Bel...
"Peraí". A ex-namorada do teu atual namorado...
E a atual namorada da tua irmã . Que é minha filha também... Que se chama Bel. É isso? Porque eu me perdi um pouco...
É isso. Pois é... A Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero.
De quem ?
Da Bel.
Mas . Logo da Bel ?! Quer dizer então... Que a Bel vai gerar um filho teu e do Biscoito. Com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska.
Isso. Essa criança, de uma certa forma, vai ser tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel.
Em termos... A criança vai ter duas mães : você e o Biscoito. E dois pais: a Veruska e a Bel. Por aí...
Por outro lado, a Bel...,além de mãe, é tia... Ou tio... Porque é tua irmã.
Exato. E ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar.
Só trocar, né ?
Agora o óvulo vai ser da Bel.
E o ventre da Veruska.
Exato!
Agora eu entendi ! Agora eu realmente entendi...
Entendeu o quê?
Entendi que é uma espécie de swing dos tempos modernos!
Que swing, mãe ?!!....
É swing, sim ! Uma troca de casais... Com os óvulos e os espermatozóides, uma hora no útero de uma, outra hora no útero de outra...
Mas...
Mas uns tomates!
Isso é um bacanal de última geração! E pior... Com incesto no meio..
A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso...
Sei !!! ... E quando elas quiserem ter filhos...
Nós ajudamos. Quer saber ?
No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero,o espermatozóide... A única coisa que eu entendi é que...
Que... ?
Fazer árvore genealógica daqui pra frente... vai ser f....

Sabedoria com Humor

Azar existe. Pergunte a um fracassado.

Anônimo


A sorte existe. O que mais pode explicar o sucesso de nossos concorrentes?

Gen Matejka

Fique mais bonita sem cirurgia plástica





Especialistas em beleza discutem novos tratamentos sem intervenção cirúrgica

Por Carol Nogueira - Revista Viva Saúde

A idade não perdoa, já diz o ditado popular. Afinal, com o passar dos anos, em algum momento aparecem as primeiras rugas, as linhas de expressão e as manchas tão indesejadas, principalmente pelas mulheres. Mas como escapar das marcas do envelhecimento da pele sem ter que passar pela mesa de cirurgia? Esse foi o tema discutido em encontro que aconteceu na noite da última quarta-feira na Livraria Cultura Conjunto Nacional, em São Paulo.
O evento contou com a participação dos dermatologistas Adriana Vilarinho, Shirlei Borelli e Nuno Osório, cada um para explicar um pouco sobre os tratamentos disponíveis para retardar esse processo.
Seja por culpa de fatores intrínsecos, ligados à composição genética de cada pessoa, ou extrínsecos, como a exposição solar, o tabagismo e a má alimentação, o envelhecimento da pele é inevitável. Para Adriana, é importante investir em prevenção tomando precauções como utilizar o filtro solar adequado ao seu tipo de pele diariamente, não fumar, evitar o álcool e manter uma alimentação rica em fibras e alimentos antioxidantes.

O que já é feito
O peeling, procedimento muito utilizado para remover manchas da pele, pode causar reações alérgicas sérias e eritemas se não for feito de maneira adequada ou se o paciente não tomar os cuidados necessários após o procedimento.
Já o preenchimento também necessita de cuidado. Adriana Vilarinho explica que a escolha do material a ser utilizado é muito importante, e varia de acordo com as necessidades e a adaptação de cada paciente. "Quando é feito com colágeno, por exemplo, é necessário fazer um teste antes, pois esse material pode dar reação alérgica até dois meses após a aplicação", justifica.

Supernovidade
A dermatologista explicou ainda sobre um dos mais novos tratamentos nessa área, a hidroxiapatita de cálcio, comercializada como Radiesse, um preenchimento injetável 100% biocompatível, que estimula a produção de colágeno do próprio corpo, e é indicado para rugas moderadas a profundas, sulcos na face e correção de linhas de expressão.

Por que o coelho, que não bota ovos, é o símbolo da Páscoa?



Segundo a lenda, uma mulher teria pintado e escondido alguns ovos para que os filhos procurassem num domingo de Páscoa.

Quando as crianças descobriram o ninho, um coelho passou correndo por elas. Os meninos imaginaram que o animal trouxera o presente.

No antigo Egito, o coelho era o símbolo da fertilidade.

Mas por que presentear com ovos?

O ovo significa renascimento e ressurreição.

Simão, o cireneu, que ajudou Cristo a carregar a cruz até o Calvário, era vendedor de ovos. Depois da crucificação os ovos teriam ficado coloridos.


Fonte: Site Cultura Popular

domingo, 30 de agosto de 2009

AFA - Informativo


A AFA - Associação da Família Almeida tem o prazer de comunicar a todos os queridos associados, que o próximo encontro será no dia 19 de setembro às 10 horas na residência do casal Teresa e Sérgio.

Neste dia a AFA oferecerá aos associados, seus familiares e amigos um baião de dois e uma sobremesa. Cada é associado é responsável de levar as bebidas e carnes que irão consumir, bem como a de seus familiares e amigos. O ambiente dispõe de um espaço de lazer com piscina, assim não esqueçam de levar seus trajes de banho.

Lembramos da importância da participação de todos para que nosso evento seja um momento de descontração, confraternização, alegria e muita música.

E a tesouraria informa que estará funcionando a todo vapor.

Favor confirmar presença:

Fones: Carmen – 3267-1806
Helena – 3227-5821

Como chegar: Siga pela Av. Washington Soares até o balão do Beach Park dobre à esquerda no sentido do parque aquático, agora você estará na Av. Maestro Lisboa, siga em frente até o Colégio Chritus Sul, após o colégio vire na segunda rua à esquerda, assim que dobrar você estará em rente ao Condomínio Maison Versalles, onde reside o casal Teresa e Sérgio (no mapa especificado de Festa da AFA). Endereço – Rua Rafael Tobias 2909, casa 20, Condomínio Maison Versalles.

Segue mapa em anexo.


Clique sobre a imagem para ampliar









Humor Negro

A “última” de humor negro que circula na internet:

Tenho uma boa e uma má notícia.

- A boa: morreu um senador.

- A má: foi nos Estados Unidos


Enviado por Déa de Almeida Azicoff, Rio de Janeiro/RJ

Muito além da sonolência



A falta de sono já é fator de risco isolado para diversas doenças. Ela pode ser tão decisiva para o aparecimento do diabetes quantoa má alimentação e o sedentarismo


Até trinta anos atrás, os parcos conhecimentos sobre os malefícios das noites maldormidas para a saúde permitiam aos médicos uma certeza: "A privação de sono causa... sonolência". A história é lembrada pelos especialistas em tom de galhofa. Sabe-se agora que, sem o repouso noturno adequado, o corpo e a mente perdem muito mais do que a chance de repor as energias gastas durante o dia. Por problemas de saúde, necessidade de trabalho ou farra, a privação de sono leva o organismo a um descompasso cujas consequências vão muito além da (óbvia) sonolência. "As pesquisas mais recentes nos permitem classificar a falta de sono como fator de risco isolado para uma série de doenças", diz o biólogo Rogerio Santos da Silva, pesquisador do Instituto do Sono, da Universidade Federal de São Paulo. As noites em claro estão associadas a alguns dos mais comuns e perigosos distúrbios da modernidade, como a hipertensão, o infarto, o derrame e a depressão. No caso das doenças metabólicas, como a obesidade e o diabetes, dormir mal é tão perigoso quanto não se alimentar de forma equilibrada e não praticar exercícios físicos.
Um estudo publicado na revista científica Clinical Endocrinology & Me-ta-bolism, conduzido por pesquisadores da Universidade de Chicago, mostra quão estreita é a relação entre a privação de sono e a resistência à insulina, condição que predispõe ao diabetes e às doenças cardiovasculares. A insulina é o hormônio responsável por tirar as moléculas de glicose da corrente sanguínea e jogá-las dentro das células. O trabalho de Chicago acompanhou onze homens e mulheres saudáveis de 39 anos, em média. A pesquisa foi dividida em duas etapas, com um intervalo de três meses entre elas. Na primeira fase, por catorze dias, os voluntários dormiram oito horas e meia por noite, comeram o que quiseram, nas quantidades que desejaram, e não praticaram nenhuma atividade física. Na segunda, também com duração de catorze dias, apenas os hábitos noturnos foram alterados. O período de sono dos participantes foi reduzido a cinco horas e meia. Ao término de cada uma das etapas do experimento, foram analisadas as taxas de glicose dos voluntários. Na da diminuição do sono, a glicemia média do grupo depois das refeições atingiu 144 miligramas de glicose por decilitro de sangue – o normal é 140, no máximo. Ou seja, depois de duas semanas de pouco sono, os participantes do estudo de Chicago passaram da condição de saudáveis para a categoria dos pré-diabéticos.
"O organismo interpreta o stress provocado pelo sono inadequado como se estivesse em situação de perigo", diz o neurofisiologista Flavio Alóe, do Centro Interdepartamental para os Estudos do Sono da Universidade de São Paulo. "Diante de tal ameaça, ele responde com o aumento da secreção dos hormônios cortisol, adrenalina e noradrenalina, associados ao stress." Nos tempos de nossos ancestrais das cavernas, na permanente vigilância contra animais ferozes e outras ameaças da natureza, grandes quantidades desses hormônios eram essenciais para a sobrevivência: elas significavam prontidão para a fuga ou o ataque. Nos dias atuais, em excesso, a trinca de hormônios só nos faz mal (veja o quadro abaixo). Um artigo publicado em abril passado na revista Sleep, a mais prestigiosa na área da medicina do sono, estabeleceu de maneira conclusiva a relação entre poucas horas de descanso noturno e hipertensão. Quem dorme mal tem cinco vezes mais probabilidade de desenvolver um quadro de pressão alta do que uma pessoa sem problema para dormir (veja o quadro abaixo). O motivo é simples: cortisol, adrenalina e noradrenalina têm ação vasoconstritora, o que favorece não só a hipertensão, como as arritmias cardíacas, conforme outro estudo da Universidade de São Paulo, orientado pelo médico Geraldo Lorenzi Filho, diretor do Laboratório do Sono do Instituto do Coração (Incor) paulista.
Pesquisas anteriores investigaram a conexão entre noites maldormidas e o diabetes e a hipertensão, mas, ao contrário das mais recentes, não utilizaram padrões de privação de sono próximos dos reais. "É muito difícil que uma pessoa passe três dias sem dormir ou fique uma semana dormindo apenas quatro horas por noite, como faziam os participantes dos estudos antigos, mas é cada vez mais frequente encontrar pessoas que dormem cinco horas e meia, como os voluntários do trabalho da Universidade de Chicago", diz Lorenzi Filho. Desde a década de 60, os americanos perderam em média duas horas de sono por noite. Culpa da rotina estressante e agitada das grandes cidades. Atualmente os americanos dormem 6,8 horas por noite durante a semana e 7,4 aos sábados e domingos. No Brasil, a situação é muito semelhante. Os paulistanos, por exemplo, passam 6,2 horas por noite na cama. É muito pouco. Ainda que o número de horas, por si só, não seja o único fator para a qualidade do sono, o fato é que dormir oito horas por noite é condição mínima para o descanso de 80% das pessoas. O sono ideal divide-se em quatro a seis ciclos, de uma hora e meia cada um. Em cada ciclo, alternam-se as fases REM, quando ocorrem os sonhos, e as fases não REM, que se subdividem em leve, intermediária e profunda. Dormir bem é dormir esse sono todo – até que os dedos cor-de-rosa da aurora surjam no céu, como diria o poeta grego Homero.



Clique sobre a imagem para ampliar



Fonte : Revista VEJA

sábado, 29 de agosto de 2009

Que comparação ! ! !

"SE A AMAZÔNIA É O PULMÃO DO MUNDO, BRASÍLIA É O INTESTINO GROSSO"

8 boas ideias

Opções inteligentes de lazer podem ajudá-lo a reduzir o estresse, fortalecer o sistema imunológico e aumentar a autoestima

Por André Bernardo


Pela manhã, eles mal acordam e já estão no celular, resolvendo pro blemas do escritório. Na hora do almoço, não se alimentam direito, de tão preocupados que estão com a reunião das 16 h. À noite, quando chegam em casa, em vez de se refestelarem na cama para uma revigorante noite de sono, varam a madrugada na frente do computador.
Esforçados, detalhistas e exigentes, os workaholics - termo inglês que designa pessoas viciadas em trabalho - não sabem a hora de parar. E, nas raras vezes que conseguem, só pensam em metas, prazos e custos. "Pouquíssimas pessoas sabem viver. A grande maioria apenas sobrevive", afirma o preparador físico Nuno Cobra.
Abaixo o controle remoto Pensando nisso, a VivaSaúde ouviu especialistas das mais diferentes áreas e preparou um roteiro com oito opções saudáveis e prazerosas para você aproveitar melhor o seu tempo livre. Acredite: há coisas mais interessantes a fazer do que simplesmente sentar na poltrona, pegar o controle remoto e zapear a televisão.
"O ideal é que as pessoas dediquem de 40 a 60 minutos do dia à prática de alguma atividade de lazer", analisa o cardiologista Marco Antônio de Mattos, diretor do Instituto Nacional do Coração (INC). "É importante escolher alternativas que reduzam o nível de estresse, já que esse é um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas", alerta.
Repor energiaAlgumas atividades são tão simples e corriqueiras, como ler um bom livro, dar uma gostosa gargalhada ou cantarolar a sua música favorita, que podem ser feitas em casa, ao acordar, ou antes de dormir. Outras, porém, como aprender a dançar, praticar uma luta e fazer um trabalho voluntário, exigem um pouco mais de planejamento e disciplina.
"Muitas pessoas alegam falta de tempo para praticar uma atividade. Mas, se o dia tivesse 36 horas, elas continuariam a reclamar do mesmo problema.
O que elas não sabem é que repor energia é tão importante quanto gastar", alerta a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association (Isma).

1- Relaxar sobre duas rodas
Se existe uma maneira mais saudável e prazerosa de aproveitar o tempo livre, o empresário Alberto Borges de Almeida, 52, não conhece. Ele gosta tanto de pedalar que transformou o hobbie em profi ssão. Empresário do ramo, Alberto promove passeios ciclísticos no Rio de Janeiro (RJ), pelo menos duas vezes por semana. "Além de vender bicicletas, incentivo a prática do ciclismo. Há clientes que compram, usam uma única uma vez e, depois, a transformam em cabide de roupas", lamenta Alberto, que pedala 24 horas por semana. O que não faltam são motivos para quem deseja começar a pedalar ainda hoje. Além de ser considerada o meio de transporte mais "ecologicamente correto" que existe, a bicicleta também tonifi ca os músculos, melhora a respiração, previne doenças e gasta calorias.
Ao ar livre, uma hora de exercícios consome em torno de 350 calorias. No spinning, o gasto calórico pode chegar a 600. "Além de oferecer as mesmas vantagens que a corrida, andar de bicicleta não sobrecarrega as articulações porque não gera impacto", salienta o professor de Educação Física Carlos Ruhl, da Upper Sport Site Club, no Rio.

2- Cantar ou tocar um instrumento
Pode até não espantar os males, mas o canto ajuda a proporcionar bem-estar. É o que garante médicos das mais diferentes especialidades, que utilizam a música como recurso terapêutico no tratamento de doenças como hipertensão, ansiedade e câncer. "A musicoterapia é um excelente complemento a terapia convencional. A proposta é fortalecer emocionalmente o paciente para que ele aprenda a lidar melhor com os sintomas da doença", avalia a psicóloga e musicoterapeuta Cristiane Ferraz Prade, do Hospital Israelita Albert Einstein.
Estudos recentes garantem que a música potencializa a reabilitação de pacientes com quadros de doenças degenerativas do cérebro e melhora a coordenação motora de deficientes físicos. Durante sete anos, o psiquiatra Daniel Chutorianscy coordenou o projeto Conto com você - magia e encantamento no Hospital Infantil Getúlio Vargas Filho, em Niterói (RJ). Segundo ele, a iniciativa proporcionou uma redução de 30% no tempo médio de internação dos pacientes. "Música é um grande aliado terapêutico porque estimula imunologicamente o indivíduo", garante o psiquiatra.

3- Ser voluntário
Fazer o bem ao próximo, quem diria, é benéfico à saúde. Não só de quem recebe, mas, principalmente, de quem pratica a boa ação. Quem garante é o neurocientista Jorge Moll Neto, da Rede Labs-D'or, no Rio de Janeiro. A prática da boa ação, garante o especialista, alivia tensões, reduz o estresse, fortalece o sistema imunológico e aumenta a expectativa de vida dos voluntários.
Segundo Neto, praticar uma boa ação ativa uma área do cérebro chamada mesolímbica - a mesma que é acionada quando comemos chocolate ou ganhamos dinheiro. "Esse estudo comprova que, quando nos engajamos em um trabalho voluntário, experimentamos uma sensação de prazer e bem-estar, não somente enquanto realizamos tal tarefa, mas na vida como um todo. Se os egoístas não tinham uma boa razão para fazer o bem, agora eles têm!", brinca o neurocientista

4- Ler uma revista ou um livro
Ler está longe de ser a melhor opção para emagrecer. Em uma hora, o organismo consome apenas 126 calorias. Os especialistas, no entanto, garantem que, quando o assunto é manter o cérebro, digamos, "sarado", a leitura é imbatível.
"Nenhuma outra atividade mobiliza tantas variações da memória quanto a leitura de livros, jornais e revistas. Mas não basta simplesmente ler. É preciso refletir sobre o que está sendo lido", enfatiza o neurologista João Roberto Azevedo.
Além de apresentar problemas de memória e dificuldades de aprendizado, um cérebro sedentário também atrofia as células nervosas e torna o indivíduo mais suscetível a doenças.
É por essas e outras que o escritor e médico Moacyr Scliar aconselha o hábito da leitura a todos os seus leitores (e pacientes). Para ele, tão benéfico quanto ler um bom livro é exercitar a escrita. "Escrever um diário, ou manter contato com outras pessoas por cartas e e-mails, é um ótimo estímulo para as nossas células cerebrais", afirma o escritor. Scliar gosta tanto do tema que escreveu uma crônica bem-humorada sobre os efeitos terapêuticos da leitura. Em Ler faz bem à saúde, o escritor diz que, "entre ir à farmácia e comprar alguma substância duvidosa para fortificar o cérebro, ou escolher um bom livro, recomenda a última opção". E explica o porquê: "É mais eficiente, mais barata, dá mais prazer e, a menos que a pilha de livro na mesa de cabeceira caia em cima do leitor, não tem efeitos colaterais".

5- Dar uma boa gargalhada
Você já riu hoje? Se não esboçou nem um sorriso sequer, é bom se apressar. A ciência volta a confirmar a máxima de que "rir é o melhor remédio". A conclusão, desta vez, partiu do Centro Médico da Universidade de Maryland, nos EUA, que convocou voluntários para assistir a dois filmes: o drama O resgate do soldado Ryan e a comédia Quem vai ficar com Mary? Ao término da sessão, os pesquisadores verificaram que, ao soltar boas risadas, o fluxo arterial aumentou em até 50%, o que é ótimo para o funcionamento do coração. Mas rir não ativa apenas o sistema cardiovascular. Uma gargalhada reduz a tensão muscular, combate o estresse e reforça o sistema imunológico. "O riso produz uma sensação de relaxamento que é benéfica à saúde do indivíduo.
Em alguns casos, pode até ajudar na recuperação de um paciente hospitalizado porque equilibra a pressão arterial e a frequência cardíaca", afirma a neurocientista Silvia Helena Cardoso, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

6- Namorar mais
Namorar faz bem ao organismo. E à autoestima também. É o que reafirma um estudo da Associação Americana para o Progresso da Ciência. A neurocientista Wendy Hill pesquisou o comportamento de 15 casais de estudantes, divididos em dois grupos. Enquanto os pares do primeiro grupo se beijaram durante 15 minutos (com direito à luz suave e música romântica), os do segundo grupo tiveram que se contentar em apenas conversar durante esse período.
Por meio da análise de sangue e urina dos participantes, a pesquisadora verificou que os níveis de cortisol - hormônio ligado ao estresse - dos membros do primeiro grupo despencaram, enquanto os do segundo grupo se mantiveram inalterados. O resultado da pesquisa não surpreendeu o psicólogo Thiago de Almeida, da USP, especialista em relacionamentos amorosos. Segundo ele, além de reduzir o estresse e aliviar as tensões, estar apaixonado ajuda a combater doenças, como ansiedade e depressão. "O amor fortalece o sistema imunológico contra agentes patogênicos, como vírus, fungos e bactérias", confirma.

7- Lutar pela boa forma
Para os que não têm lá muita paciência para enfrentar esteiras, supinos e abdominais nas academias de musculação, uma boa dica para manter a forma é ir à luta. Literalmente. A prática de algumas delas, como boxe, capoeira e caratê, entre outras, é excelente para desenvolver a musculatura cardíaca, aumentar a capacidade pulmonar e melhorar a coordenação motora. O hábito de distribuir jabs, arriscar uma "meia-lua de frente" ou fazer um ague uke - golpes típicos do boxe, da capoeira e do caratê, respectivamente - ajudam a liberar adrenalina, reduzir o estresse e aliviar tensões.
"Em vez de extravasar as tensões no chefe, no marido ou na sogra, os alunos descontam tudo no saco de areia. Muitos chegam de um jeito e vão embora de outro. Eles saem cansados fisicamente, mas revigorados psicologicamente", assegura o professor de Educação Física Edgar Martins, da Companhia Athletica, no Rio. A estudante Ana Cláudia Monteiro, 26, é das muitas que, na hora do estresse, corre para o ringue. "Antigamente, vivia estressada. Nos dias de TPM, então, nem se fala. Hoje, já me sinto melhor só de colocar as luvas. Não conheço válvula de escape melhor", elogia.
Reserve 40 minutos do seu dia para prática de alguma atividade, física ou mental. E prefira aquelas que aliviam o estresse

8- Dançar e se divertir
Samba, tango ou bolero. Não importa o ritmo, o que vale é dançar. É assim que pensa o casal Emídio e Maria Tereza. Casados há 35 anos, os dois passaram boa parte dos últimos três anos na Escola de Dança Marinho Braz, no Rio. Começaram a dançar por insistência dela. Com o colesterol nas alturas, Maria Tereza, 56, precisava fazer uma atividade física de qualquer maneira. "Nunca gostei de malhação, mas, desde pequena, adorava sambar. Quando o cardiologista viu o meu último exame, nem acreditou", brinca.
O taxista Emídio Moura, 65, não esconde de ninguém que começou a aprender a dançar meio a contragosto. Hoje, quando ele não pode ir à aula por algum motivo, só falta cair doente. "Cansei de ficar em casa, assistindo ao telejornal. Em vez de distrair a cabeça, fico ainda mais deprimido. Na academia, não. Quando aprendo uns passos novos, nem sinto o tempo passar. Além de exercitar a forma física, também faço novos amigos", ressalta.
Para a professora de dança Najla Coelho, 24, a lista de benefícios dessa atividade não tem fim: melhora a coordenação motora, combate o sedentarismo, previne doenças e tonifica os músculos.
O maior deles, porém, é melhorar a autoestima. "As salas espelhadas são um convite para os adeptos da dança cuidarem mais de si mesmos", afirma Najla, acrescentando que qualquer pessoa, "até quem jura que não leva jeito", pode aprender a dançar. Só é preciso ter motivação.

Fonte: Revista Viva Saúde

Por que algumas pessoas são destras e outras canhotas?

Dentre toda a população mundial, 7% a 10% são canhotas. O uso da mão esquerda se define por fatores genéticos e ambientais, por isso dentro de uma mesma família podem existir filhos destros e outros canhotos.
Na genética humana, o gene LRRTM1 no cromossoma 2p12 está associado ao uso da mão esquerda, porém ele não se manifesta em todas as pessoas. O fato de ser canhoto pode prejudicar o uso de muitos utensílios e móveis que foram desenhados para os destros, porém há indícios de um número proporcionalmente maior de gênios, entre os canhotos, incluindo Leonardo da Vinci, Michelangelo, Beethoven, Benjamin Franklin, Newton, Einstein, Charlie Chaplin, entre outros.Quem responde: Walter Moraes, neurologista do Instituto do Sono, da Unifesp.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Torre Eifel em 3D e outras paisagens.




Depois de carregar a imagem, coloque o ponteiro do mouse na imagem e
mova-o.

O efeito é fantástico.

Depois clique na janela pequena do lado direito superior. Você estará na Torre olhando a cidade.

Espetacular site da Torre Eifel.

Clique no site abaixo e se sinta pertinho da Torre Eiffel.


Sabedoria com Humor

Não seja humilde. Você não é assim tão importante.

Golda Meir para Moshe Dayan

RACIOCÍNIO RÁPIDO

RACIOCÍNIO RÁPIDO Pra testar o caráter de um novo empregado, o dono da empresa mandou colocar R$ 500,00 a mais no salário dele. Passam os dias, e o funcionário não relata nada. Chegando no outro mês, o dono faz o inverso: manda tirar R$ 500. No mesmo dia, o funcionário entra na sala pra falar com ele: - Doutor, acho que houve um engano e me tiraram R$ 500 do salário. - É? Curioso que no mês passado eu coloquei R$ 500 a mais e você não falou nada. - É que um erro eu tolero, doutor, mas DOIS, eu acho um absurdo !!! TUDO NA VIDA É RELATIVO!!!





GINECOLOGISTA
Fim de tarde, um ginecologista aguarda sua última paciente que não chega. Depois de 45 minutos, ele supõe que ela não virá mais e resolve tomar um gin tônica para relaxar, antes de voltar para casa. Ele se instala confortavelmente numa poltrona e começa a ler o jornal quando toca a campainha. É a tal paciente, que chega toda sem graça e pede mil desculpas pelo atraso. - Não tem importância, imagine! - responde o médico - Olhe, eu estava tomando um gin tônica enquanto a esperava. Quer um também para relaxar? - Aceito com prazer - responde a paciente aliviada. Ele lhe serve um copo, senta-se na sua frente e começam a bater papo.. De repente ouve-se um barulho de chave na porta do consultório. O médico tem um sobressalto, levanta-se bruscamente e diz: - É minha mulher! Rápido, tire a roupa, deite na cama e abra as pernas, senão ela pode pensar bobagem.!
TUDO NA VIDA É RELATIVO!!!


Enviado por Arildo Almeida, Fortaleza/Ce - recém-saído de uma Pelôra

CARTA DE UMA MÃE... LOIRA...

CARTA DE UMA MÃE... LOIRA...

Meu querido filho
Escrevo estas poucas linhas que é para saber que estou viva.
Escrevo devagar porque sei que não gosta de ler depressa.
Se receber esta carta, é porque chegou.
Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.
O teu pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa.
Por isso, mudamo-nos pra mais longe.
Sobre o casaco que queria, o teu tio disse que seria muito caro mandar pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito.
Assim, arranquei os botões e coloquei-os no bolso.
Quando chegar aí, pregue-os de novo.
No outro dia, houve uma explosão no botijão de gás aqui na cozinha.
Teu pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa.
Que emoção!
Foi a primeira vez em muitos anos que o teu pai e eu saímos juntos.
Sobre o nosso cão, o Joli, anteontem foi atropelado e tiveram que lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessar a rua.
Tua irmã Laura vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina.
Portanto, não sei se você vai ser tio ou tia.
Hoje, teu irmão Marcos me deu muito trabalho.
Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro.
Tive de ir em casa, pegar a reserva para a abrir.
Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava arriada.
Se vir a Dona Esmeralda, diz-lhe que mando lembranças.
Se não a vir, não digas nada.
Um beijo, Tua mãe Mariana

PS: Era para te mandar os 300 reais que me pediu, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.

Enviado por Flávio Almeida Franco, Fortaleza/Ce

Arnaldo está aniversariando




Hoje é o aniversário do Arnaldo uma figura muito querida e de fácil relacionamento nos círculos sociais de que participa.
Filho de Iracema e Francisco Almeida, Arnaldo é irmão de Iêda, Iralda e Arildo.
Dotado de um elevado senso de humor, é casado com Zeldinha é pai de Loana, Nara, Arnaldo Filho e Bruno.
Foi presidente da AFA tendo uma gestão marcante. Em sua gestão a AFA realizou sua única Convenção fora dos domínios do estado do Ceará, no caso em São Luís/Ma, para o que contou com o apoio de sua querida mana Iêda, que lá reside, ela também uma importante ex-presidente.
Iralda, sua irmã, é uma das fundadoras da AFA.
Nossos parabéns e um fraternal abraço ao aniversariante de todos nós que fazemos a AFA

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Sabedoria com Humor

Há duas razões para qualquer coisa: uma boa razão e a razão verdadeira.

Winston Churchill

Para reflexão

Durante minha vida profissional, eu topei com algumas figuras cujo
sucesso surpreende muita gente. Figuras sem um vistoso currículo
acadêmico, sem um grande diferencial técnico, sem muito networking ou
marketing pessoal.
Figuras como o Raul.
Eu conheço o Raul desde os tempos da faculdade. Na época, nós tínhamos
um colega de classe, o Pena, que era um gênio.
Na hora de fazer um trabalho em grupo, todos nós queríamos cair no grupo
do Pena, porque o Pena fazia tudo sozinho.
Ele escolhia o tema, pesquisava os livros, redigia muito bem e ainda
desenhava a capa do trabalho - com tinta nanquim.

Já o Raul nem dava palpite.

Ficava ali num canto, dizendo que seu papel no grupo era um só, apoiar o
Pena. Qualquer coisa que o Pena precisasse o Raul já estava
providenciando, antes que o Pena concluísse a frase. Deu no que deu.
O Pena se formou em primeiro lugar na nossa turma. E o resto de nós
passou meio na carona do Pena - que, além de nos dar uma colher de chá
nos trabalhos, ainda permitia que a gente colasse dele nas provas. No
dia da formatura, o diretor da escola chamou o Pena de "paradigma do
estudante que enobrece esta instituição de ensino". E o Raul ali, na
terceira fila, só aplaudindo.
Dez anos depois, o Pena era a estrela da área de planejamento de uma
multinacional. Brilhante como sempre, ele fazia admiráveis projeções
estratégicas de cinco e dez anos. E quem era o chefe do Pena? O Raul.

E como é que o Raul tinha conseguido chegar àquela posição? Ninguém na
empresa sabia explicar direito. O Raul vivia repetindo que tinha
subordinados melhores do que ele, e ninguém ali parecia discordar de tal
afirmação.

Além disso, o Raul continuava a fazer o que fazia na escola, ele apoiava.
Alguém tinha um problema? Era só falar com o Raul que o Raul dava um jeito.
Meu último contato com o Raul foi há um ano. Ele havia sido transferido
para Miami, onde fica a sede da empresa.

Quando conversou comigo, o Raul disse que havia ficado surpreso com o
convite.
Porque, ali na matriz, o mais burrinho já tinha sido astronauta. E eu
perguntei ao Raul qual era a função dele. Pergunta inócua, porque eu já
sabia a resposta.

O Raul apoiava direcionava daqui, facilitava dali, essas coisas que, na
teoria, ninguém precisaria mandar um brasileiro até Miami para fazer.
Foi quando, num evento em São Paulo, eu conheci o Vice-presidente de
recursos humanos da empresa do Raul. E ele me contou que o Raul tinha
uma habilidade de valor inestimável:... ele entendia de gente.
Entendia tanto que não se preocupava em ficar à sombra dos próprios
subordinados para fazer com que eles se sentissem melhor, e fossem mais
produtivos. E, para me explicar o Raul, o vice-presidente citou Samuel
Butler, que eu não sei ao certo quem foi, mas que tem uma frase ótima:
"Qualquer tolo pode pintar um quadro, mas só um gênio consegue vendê-lo".
Essa era a habilidade aparentemente simples que o Raul tinha, de
facilitar as relações entre as pessoas. Perto do Raul, todo comprador
normal se sentia um expert, e todo pintor comum, um gênio."
"Há grandes Homens que fazem com que todos se sintam pequenos. Mas, o
verdadeiro Grande Homem é aquele que faz com que todos se sintam Grandes."

Max Gehringer

Enviado por Clarissa Pessoa Borges, João Pessoa/Pb

AMIZADE FEMININA X AMIZADE MASCULINA



AMIZADE FEMININA

CERTA NOITE, UMA MULHER NÃO VOLTOU PARA CASA... NO DIA SEGUINTE, ELA DISSE AO MARIDO QUE TINHA DORMIDO NA CASA DE UMA AMIGA... DESCONFIADO, O HOMEM TELEFONOU PARA AS 10 MELHORES AMIGAS DA MULHER, E... NENHUMA SABIA DE NADA...

MORAL DA HISTÓRIA: Ô RAÇA DESUNIDA.


AMIZADE MASCULINA

CERTA NOITE, UM HOMEM NÃO VOLTOU PARA CASA... NO DIA SEGUINTE, ELE DISSE À ESPOSA QUE TINHA DORMIDO NA CASA DE UM AMIGO... DESCONFIADA, A MULHER TELEFONOU PARA OS 10 MELHORES AMIGOS DO MARIDO E... 08 DELES CONFIRMARAM QUE ELE TINHA PASSADO A NOITE NA CASA DELES E 02 DISSERAM QUE ELE AINDA ESTAVA LÁ...

MORAL DA HISTÓRIA: Ô RACINHA INFELIZ...


Enviado por Flávio Almeida Franco, Fortaleza/Ce

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Nhé, nhão. Nhé, nhão ! ! !



Foi assim que Maria Cecília reagiu ao receber a visita de seu avô materno, que também se chama Sérgio.
Esse avô, pelo fato de não morar em Salvador, tem poucas oportunidades de ver suas netas baianas.
Então, ao ser informada pelas pessoas da casa de que aquele senhor à sua frente era seu avô, Cecília logo contestou:
- "Nhé, nhão".
- É seu avô Sérgio, diziam para a Cecília as pessoas da casa.
- Nhé, nhão. Nhé, nhão ! ! !

Como surgiu o travesseiro?



No século XII, as orientais colocavam uma espécie de tijolo sob a cabeça quando se deitavam.
Segundo Wylma Ferraz, professora de decoração da Colméia, a prática era comumente adotada para não desmanchar o penteado das mulheres.
Ao longo dos anos, o travesseiro evoluiu até se tornar macio e confortável.
Fonte: Site Cultura Popular

Qual é o melhor colchão para você?



Essa pergunta não se aplica para mim, pois para o meu gosto nada como uma redinha veia



A escolha certa proporciona um sono de mais qualidade e pique extra para o novo dia

Por Priscila Moreira

Poucas coisas são tão revigorantes como uma boa noite de sono. Uma rotina de descanso diário aumenta a disposição, favorece a memória, a concentração, a atenção e o raciocínio. Porém, para garantir um sono de qualidade, é preciso observar alguns fatores, entre eles a qualidade do colchão.

A reumatologista Suely Roizenblatt, do Instituto do Sono de São Paulo, diz que no momento da escolha é preciso procurar um modelo que deixe a pessoa confortável e relaxada: "Quando dormimos relaxamos e perdemos o controle sobre as posições do nosso corpo e, por isso, é fundamental escolha de um colchão que se molde a você".

E para encontrá-lo, no momento da compra é preciso experimentar. "Deite e observe se o colchão te deixa confortável e com uma postura adequada em qualquer posição", sugere Suely. Hoje existem dois tipos disponíveis no mercado, os de mola e os de espuma. "Colchões de mola possuem mais firmeza e permitem o alinhamento central da coluna vertebral", explica a reumatologista. Já os de espuma são mais flexíveis e têm uma durabilidade menor. "Depois de um tempo de uso, forma-se um "buraco" central que oprime a coluna e obriga a pessoa a se adaptar ao colchão e não o contrário", alerta.

Apoio para a cabeça
Assim como o colchão, o travesseiro é peça-chave para uma boa noite de sono. Escolha com base no material de que ele é feito e, claro, na posição em que é colocado.

Suely Roizenblatt, diz que para quem dorme de lado a altura do travesseiro tem que ser igual à distância entre o pescoço e a parte externa do braço. Já para os que dormem com a barriga para cima, o melhor é levar para a cama um apoio mais baixo, preenchendo o espaço entre o pescoço e a nuca, sem comprimir a coluna.



Quanto ao material, ela diz que a melhor escolha são os de viscoelástico, que se moldam à posição corporal. A especialista ainda ressalta que travesseiros feitos com material orgânico não são bons porque acumulam muitos ácaros e prejudicam a postura do corpo por serem muito moles.

Fonte: Site Revista Viva Saúde

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Sabedoria com Humor

Frequentemente tenho conversas comigo mesmo. E sou tão inteligente que às vezes não entendo uma palavra do que estou dizendo.

Oscar Wilde

Sorria, as pessoas vão se lembrar de você!




Pessoas se lembram mais de rostos rorridentes.



“Você nunca está completamente vestido sem um sorriso”, cantava Little Orphan Annie em um musical da Broadway. Sem se dar conta, ela podia estar oferecendo um conselho inteligente: estudos têm mostrado repetidas vezes que as pessoas se lembram mais de rostos sorridentes de que de faces dos neutros. Agora, pesquisadores da Universidade Duke descobriram uma explicação física para o fenômeno. O cientista Roberto Cabeza e seus colegas apresentaram, por alguns segundos, a um grupo de voluntários, retratos de desconhecidos e lhes dizendo um nome. Usando ressonância magnética, os investigadores descobriram que tanto aprender quanto lembrar dos nomes associados a faces sorridentes ativa, preferencialmente, o córtex orbitofrontal (uma área do cérebro associada ao processamento de recompensa). Cabeza diz que, embora os estudos sejam preliminares, faz sentido, em termos de evolução, que um sorriso seja recopensador para quem o vê. “Somos sensíveis a sinais sociais positivos, pois é útil nos lembrarmos das pessoas que foram cordiais conosco, caso tenhamos de interagir com elas no futuro”.

Fonte: Revista Mente e Cérebro

Desaparecimento do cantor Belchior intriga amigos e fãs


Uma matéria especial exibida no Fantástico do último domingo levantou uma dúvida entre familiares, amigos e fãs de um dos maiores cantores e compositores da história da nossa MPB: onde está Belchior?

Na reportagem, a equipe da revista eletrônica da Rede Globo não localizou o artista cearense, que foi visto pela última vez há quatro meses, quando deu uma palinha em um show de Tom Zé em Brasília. Mas levantou dados interessantes sobre seu desaparecimento: Belchior não fez check-out do hotel onde viveu por mais de um ano, em São Paulo; abandonou um de seus carros, uma Mercedes, no estacionamento; e largou seu outro carro no estacionamento do aeroporto de Congonhas.

Além disso, afirmou a matéria, o ateliê de pintura do cantor localizado na capital paulista está com a caixa de correio lotada e não há sinal de que ele tenha passado pelo endereço.

A família do cantor afirma que os últimos contatos deles com Belchior foram feitos em 2007, quando ele falava sem parar em uma guinada na sua carreira. Vários produtores, empresários e antigos parceiros do cantor também não sabem de seu paradeiro.

Mesmo sem dar nenhuma resposta final para o enigma, a equipe do Fantástico deixou a entender que Belchior estaria preparando uma volta triunfal aos holofotes e ainda prometeu solucionar o estranho caso do sumiço do cantor.
Fonte: Site UOL

Ditados Pupulares Engraçados



Chocolate não engorda, quem engorda é você!
Mate-se de estudar e serás um cadáver culto.

Não sou um completo inútil… Ao menos sirvo de mau exemplo.

Errar é humano. Colocar a culpa em alguém, então, nem se fala.

O importante não é saber, mas ter o telefone de quem sabe!

Não leve a vida tão a sério, afinal ninguém sairá vivo dela.

Deixei a bebida. O ruim é que não lembro onde.

Existe um mundo melhor, mas é caríssimo!

A mulher que não tem sorte com os homens não sabe a sorte que tem.

Trabalhar nunca matou ninguém, mas… Por que arriscar?

Há duas palavras que abrem muitas portas: Puxe e empurre.

Milho é bom, sô!

Cultivado há mais de 7 mil anos, o alimento é bastante consumido em forma de farinha




O grão é rico em vitaminas, ferro, potássio e fibras, além de contribuir para retardar o envelhecimento
por Rodrigo Gallo


Se você é daqueles que só come milho (Zea mays) em época de Festa Junina, saiba que está perdendo uma ótima oportunidade de melhorar a saúde. O grão, que poderia ser incluído com mais ênfase no cardápio do brasileiro é rico em nutrientes que ajudam na prevenção de catarata, câncer e até mesmo de doenças cardiovasculares.

E, embora poucas pessoas conheçam a importância do alimento, que é cultivado nas ilhas do Golfo do México há mais de 7 mil anos, vale a pena incluí-lo no cardápio. Pena que o Brasil ainda esteja longe disso. O país é um dos maiores produtores de milho do continente, mas boa parte da safra é destinada à alimentação animal. Segundo estimativas da Associação Brasileira das Indústrias do Milho (Abimilho), a nação produziu quase 41 milhões de toneladas do grão em 2007. De acordo com a União Brasileira de Avicultura (UBA), menos de 15% deste total foi destinado ao consumo humano.

Além disso, normalmente o alimento chega aos consumidores de forma indireta, por meio da farinha de milho – opção para quem possui doença celíaca, pois não contém glúten. Um dos motivos que justifica isso é a cultura alimentar brasileira: nas refeições, as pessoas preferem privilegiar outros tipos de grãos mais populares, como arroz e trigo (principalmente por meio do pão francês).

Deixá-lo de lado é abdicar de inúmeros nutrientes, como as vitaminas A e do complexo B. Elas, explica a nutricionista Eliana Cristina de Almeida, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), protegem o globo ocular e ajudam na digestão, respectivamente. Além disso, o alimento também é rico em fibras, importantes para o bom funcionamento da flora intestinal.

Muitos povos do passado, aliás, já sabiam desses benefícios à saúde. Tanto que, na Antigüidade, o grão fazia parte da alimentação de astecas, olmecas, maias e incas, na América Pré-Colombiana. O próprio nome deriva de uma palavra de antigos idiomas, que significava “sustento da vida”. Para se ter idéia, apenas 50 gramas de farinha de milho fornecem a mesma quantidade de proteínas que um pão francês com o mesmo peso, com a diferença de ter 33% a mais de calorias, ou seja, sustenta mais, porém, se consumido em excesso pode engordar. Então, seja moderado: comer uma bandejinha de cereal matinal à base de milho de manhã já ajuda a manter a saúde mais equilibrada.
Fonte: Site REVISTA VIDA NATURAL

domingo, 23 de agosto de 2009

Pelôra do Arildo num tá com nada ! ! !

Recebo e-mail do Arnaldo informando sobre a Pelôra do Arildo:

Salve Cachorro,

Chico Arildo está ótimo, já em casa no tel.(85) 3242-3254. Falei à pouco tempo com êle. Beleza!

Eu bem que falei ! ! !

Cantando na Chuva com Gene Kelly



http://www.youtube.com/watch?v=rmCpOKtN8ME



Singing in the rain (Cantando na chuva)



Cliquem no endereço acima, ligue o som, relaxe a veja a mais genial cena cinematográfica já produzida. É de 1.952.
E não há nada de efeitos especiais. É tudo feito por gente "de carne e osso".









Quando Gene Kelly estava filmando essa cena, decerto não imaginou, em sua modéstia natural, que ela ficaria na história do cinema mundial como um de seus momentos mais clássicos. É impressionante a precisão da sequência, considerando que, do começo ao fim, não há interrupções, e ele não teve o mínimo direito de errar. Imagino, portanto, que a versão final deva ter sido uma entre múltiplas tentativas em busca da perfeição. O fato é que a gente já a viu tantas vezes e, mesmo assim, não consegue desgrudar os olhos, tamanha a magnitude do resultado.
Memória para guardar, pois é obra-prima.

UM DOS MOMENTOS INCRIVELMENTE MÁGICOS DO CINEMA.





Enviado por Déa de Almeida Azicoff, Rio de Janeiro/RJ


Singing In The Rain - Letra original e tradução


I'm singing in the rain Eu estou cantando na chuva
Just singing in the rain Só cantando na chuva
What a glorious feeling O que um sentimento glorioso
I'm happy again eu tenho muito prazer novamente
I'm laughing at clouds eu estou rindo das nuvens
So dark up above Tão escuro sobre
The sun's in my heart O sol está em meu coração
And I'm ready for love E eu estou pronto para amar
For love Para amar
Let the stormy clouds chase Deixar as nuvens tempestuosas perseguirem
Everyone from the place Todo mundo do lugar
Come on with the rain Venha com a chuva
I've a smile on my face eu tenho um sorriso em meu rosto
I'll walk down the lane eu caminharei para pista abaixo
With a happy refrain Com um refrão feliz

Singing, singing in the rain Cantando, cantando na chuva
In the rain. Na chuva.
La... La...
I'm singing in the rain Eu estou cantando na chuva
Just singing in the rain Só cantando na chuva
What a glorious feeling O que um sentimento glorioso
I'm happy again eu tenho muito prazer novamente
I walk down the lane eu caminho para pista abaixo
With a happy refrain Com um refrão feliz
I'm singing, singing in the rain que eu estou cantando, cantando na chuva
In the rain Na chuva
In the rain Na chuva

Duas cidades fantasma




Eu sempre tinha um pensamento parecido mas não encontrava com facilidade nada na imprensa que confirmasse essa ideia. Taí um relato que retrata muito bem essa situação




A crise está no mundo inteiro, você sabe. Mas tem lugares em que ela é pior. Bem pior. Leio duas matérias, em duas revistas, sobre duas cidades – duas cidades absurdas, dois desvairios erguidos sobre a areia, duas das cidades mais insustentáveis do mundo. Na Time desta semana, um texto delicioso do sempre divertido Joel Stein sobre Las Vegas. Na Fast Company deste mês, um ensaio fotográfico chocante sobre Dubai. Dubai e Las Vegas, dois oásis de sonho inconsequente no meio do deserto. Dois símbolos de tudo que estava errado no mundo. Duas cidades moribundas.
Vegas e Dubai não produzem nada – nada, nada, nada – mas viram suas economias bombar nos últimos anos. Em Vegas, que é incapaz de produzir sua energia e fica longe de qualquer fonte de água, há um raio laser que chega até a Lua e um espetáculo de fontes dançantes. Dubai importa até areia – para dar conta do ritmo das construções. Ao longo das últimas décadas, o desvairio de Vegas gerou réplicas de Nova York, Veneza, Paris, Antigo Egito, Império Romano. Dubai, mais recente e tecnológica, fez Vegas parecer um playground de prédio. Lá se projetou o prédio mais alto do mundo, uma pista de esqui com neve artificial, réplicas em tamanho natural das sete maravilhas do mundo, o maior shopping center do planeta. E um arquipélago artificial de 300 ilhas com a forma dos continentes e uns 800 quilômetros de costa, para todo mundo poder ter casa na praia.
As duas reportagens são deprimentes na descrição do que aconteceu lá depois do derretimento do sistema financeiro. As duas cidades estavam crescendo que nem loucas – mas era um crescimento ilusório, a especulação imobilária gerava grana que alimentava mais especulação imobiliária. Agora a impressão que dá é que houve uma guerra.
Dubai está cheia de prédios não terminados e guindastes sem uso – um quarto de todos os guindastes do mundo está lá. Em Vegas, há bairros em que uma a cada três casas está à venda. Em Dubai, há carrões de luxo abandonados pelas ruas, às vezes com a chave no contato e a conta impagável do cartão de crédito no porta-luva – o dono fugiu para escapar da cadeia. Em Vegas, há casarões abandonados e depredados pelos ex-proprietários incapazes de pagar as prestações e revoltados com isso – alguns não têm nem mais a fiação elétrica, porque tudo que pode valer algum dinheiro foi saqueado. Em Dubai, imigrantes pobres sem emprego tiveram seu visto cassado e estão presos no país. Em Vegas, corretores de imóveis se especializaram em dar golpes em bancos: pegam uma família incapaz de pagar as prestações, vendem a casa deles antes da desapropriação e, com o dinheiro, compram uma casa maior. Em Dubai, cocô começa a se acumular: em meio ao desvairio, as mansões ficaram prontas antes do sistema de esgoto.
Na matéria da Time, tem um personagem símbolo: Sheldon Adelson, 76 anos, o homem que inventou Las Vegas como a capital mundial das convenções e que bancou muito da explosão de Dubai. Em 2007 e 2008, ele era o terceiro homem mais rico do mundo, dono de 40 bilhões de dólares. Sozinho, ele perdeu 36,5 destes bilhões, mais do que um Uruguai inteiro. Ele é o homem que mais perdeu dinheiro com a crise. Seu telefone vivia tocando – eram bancos oferecendo empréstimos. Hoje, banco nenhum empresta para ele, mesmo que ele implore. Joel Stein, o repórter, pergunta para ele se um dia ele vai querer pegar um empréstimo de novo. Ele responde na lata:
- Assim que eles voltarem a me emprestar, sou o primeiro da fila.
Tem gente que não aprende.
(A foto é minha, parte de um ensaio fotográfico que fiz em Las Vegas em 2007, procurando mostrar como, por trás da alegria falsa de lá, se esconde uma das cidades mais tristes do mundo.)
Por Denis Russo Burgierman - Revista VEJA

sábado, 22 de agosto de 2009

BEBER DIARIAMENTE ELEVA RISCOS DE CÂNCER


Homens que bebem cerveja ou destilados diariamente têm riscos maiores de desenvolver câncer de esôfago, estômago, cólon, pulmão, pâncreas, fígado e próstata.
Foi o que mostrou um estudo com 3.600 canadenses de 35 a 70 anos.
No entanto, não foi encontrada relação com o consumo de vinho. No caso de câncer de esôfago, por exemplo, homens que bebiam todos os dias apresentaram risco três vezes maior.
Em geral, os riscos são maiores de acordo com o tempo em que os homens mantêm o hábito.

Fonte: Folha de São Paulo

Glauco está aniversariando

Filho de Alfrânia e Alexandre Almeida, Glauco hoje está mudando de idade.

Parabéns da AFA ao aniversariante.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Chico Arildo sente uma PELÔRA


Acabo de receber mensagem de nossso primo irmão Arnaldo dando conta que o Chico Arildo sentiu uma PELORA (expressão colhida do CDC enviado pelo Guto - vejam o que é neste Blog). Mas tenho certeza que nosso caro e dileto também irmão Arildo Cachorro Magro vai sair dessa "de letra".
Sérgio Almeida Franco




"Caro Presidente,


Informe geral para AFA.

O Chico Arildo teve um cricoco, sofreu um desmaio e perdeu os sentidos. Foi levado para o Hospital Monte Klinikum, esta hospitalizado passando bem, atendendo celular e etc, porem fazedo todos os exames para detectar a causa do incidente.

Abcs, Arnaldo"

Esbanjando felicidade


Aldemir e Carmen mostrando no semblante toda a felicidade que Deus lhes deu.

5 tipos de frutas ao dia





Essa é a quantidade que você precisa consumir para ficar longe da hipertensão e do diabetes. De quebra, garante força extra ao sistema imunológico e ajuda a manter o peso sob controle
POR RITA TREVISAN FOTOS FABIO MANGABEIRA

FRUTAS SECAS
Mas, para obter todos os benefícios das frutas, o ideal é incluir cinco porções em sua alimentação diária. "Diversos estudos clínicos concluíram que o consumo mínimo de cinco porções ajuda a prevenir inúmeras doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares e até alguns tipos de câncer", diz a nutricionista Luciana Zuolo Coppini, do Ganep .
Um estudo promovido por órgãos de saúde americanos, na década de 1990, foi um dos mais utilizados para referenciar esse padrão alimentar. "A partir daí, criou-se o movimento Five a day (cinco ao dia), que recomenda o consumo de cinco porções de frutas durante o dia para a manutenção da saúde. Atualmente, o programa é desenvolvido em mais de 25 países, incluindo o Brasil", explica Patrícia.
No caso das crianças, a ingestão mínima é de três porções ao dia As frutas secas e oleaginosas também podem entrar nessa conta. "As secas são desidratadas e, nesse processo, perdem água e algumas vitaminas hidrossolúveis. De qualquer forma, são ricas em fibras e algumas contêm ferro. Já as oleaginosas - castanhas, nozes etc. - possuem diferentes oligoelementos como zinco, selênio e gorduras que fazem bem à saúde", diz Luciana.
Para preservar todas as vitaminas, o melhor é preparar a fruta para o consumo imediatamente antes de comer: higienizando-a corretamente (veja o quadro Operação limpeza), descascando-a ou cortando-a em pedaços. Isso porque alguns nutrientes perdem-se ao menor contato com a temperatura ambiente e a luz, como é o caso da vitamina C.
DOMINGO Café da manhã: 1 banana Lanche: 10 morangos Almoço: 1 mexerica Lanche: 3 ameixas vermelhas Jantar: 1 fatia grande de melão (pode ser o suco ou a sobremesa)
COM CASCA E TUDO
Sempre que possível, consuma a fruta com casca, pois ela também é rica em nutrientes. Na maçã, por exemplo, a pectina, que é uma fibra solúvel, está presente somente na casca. Também é interessante optar pela versão orgânica desses alimentos. Como são cultivados sem agrotóxicos, eles estão mais expostos às agressões da natureza.
"Essas são as frutas que mais produzem compostos antioxidantes, o que resulta em sua coloração intensa e no sabor adocicado", diz Jane Corona. Levar em consideração o período de safra é outra boa pedida para usufruir do melhor que as frutas têm a oferecer. "Na safra, tanto as frutas quanto as hortaliças se apresentam com elevado valor nutritivo e baixo custo", ensina Maria Cristina Freitas.
SUCO TAMBÉM VALE
Para quem vive na correria, vale deixar a fruta cortada na geladeira para consumo em até dois dias ou congelar porções de morangos, abacaxi e manga. "Sem dúvida, a melhor forma de aproveitar os nutrientes é o consumo in natura. Mas, em razão da falta de tempo, vale mais comer as frutas que já passaram por uma perda relativa de vitaminas do que privar-se delas", indica Patrícia Haiat.
Outra maneira de consumir é na forma de suco, ainda que o processamento diminua significativamente o aporte de fibras. "Na bebida, podemos misturar duas ou mais frutas para obter combinações importantes. A laranja, por exemplo, é rica em vitamina C, já o mamão é fonte de vitamina A. Portanto, um suco que misture os dois acaba funcionando como um bom suplemento de vitaminas", garante Jane. Os sucos naturais também podem ser congelados, para consumo posterior.
AS CAMPEÃS DE NUTRIENTES!
Embora a riqueza nutricional venha da combinação das diversas frutas, vale destacar as propriedades de alguns alimentos deste grupo. Esses não podem faltar no seu cardápio semanal.
Abacate: fornece energia, combate o colesterol ruim e dá uma força extra ao sistema digestivo. Atua como um protetor das células e é rico em vitaminas A e E, que são antioxidantes. "A fruta contém também vitaminas do complexo B, além de alguns sais minerais como ferro, cálcio e fósforo. Atualmente, é considerado um aliado nos tratamentos das cardiopatias, hipertensão e colesterol alto", diz a nutricionista Patrícia Haiat. "O abacate possui ainda a substância beta-sitosterol, que regula o hormônio cortisol, nos deixando mais equilibrados e ajudando a reduzir sintomas de TPM e ansiedade", complementa a nutricionista Roseli Rossi, da clínica Equilíbrio Nutricional. Valor calórico: 47 kcal (2 colheres de sopa).
Açaí: além de ser um excelente repositor energético, por seu elevado valor calórico, beneficia o trânsito intestinal, por causa do aporte de fibras. "Também é rico em proteínas, gordura vegetal, vitaminas B1, C e E, minerais como ferro, fósforo, cálcio e potássio. Além disso, conta com alto teor de antocianinas, que são compostos antioxidantes", garante Patrícia. A dica é consumi-lo sem os acompanhamentos tradicionais, como xarope de guaraná e granola, para usufruir de seus benefícios sem extrapolar nas calorias. Valor calórico: 47 kcal (2 colheres de sopa da fruta batida).
Maçã: o que não faltam são razões para consumir a fruta, de preferência com casca e tudo. "Uma unidade contém 85% de água em sua composição e 5 g de fibras solúveis e insolúveis, o que significa 20% da dose diária indicada para que o organismo funcione bem", explica Patrícia. Mas o poder maior está na quercitina, fitonutriente que reduz os riscos de desenvolver doenças cerebrovasculares e diversos tipos de câncer. "Frutas ricas nesse composto ajudam a prevenir a catarata e têm ação antiglicante, impedindo que a proteína do colágeno seja degradada", diz Jane. Valor calórico: 70 kcal (1 unidade).
Laranja: boa fonte de vitamina C, betacaroteno e pectina. Além de regular o funcionamento intestinal, fortalece o sistema imunológico. "Graças às propriedades da fruta, o organismo fica mais resistente a infecções", garante Roseli Rossi. 70 kcal (1 unidade).
Caqui: contém elevado teor de água, vitamina C e antioxidantes. "A fruta, como o tomate, é rica em licopeno, que combate os radicais livres, prevenindo o envelhecimento celular e preservando a saúde da pele e dos cabelos", afirma Roseli. Valor calórico: 70 kcal (1 unidade).
Mamão papaia: rico em carotenoides, que apresentam diversas propriedades anticancerígenas, além de fortalecer o sistema imunológico. Também possui vitamina C, fibras e a enzima digestiva papaína. Por todas essas propriedades, é reconhecido por sua ação facilitadora do trânsito intestinal. Valor calórico: 70 kcal (1/2 unidade).
Banana: é fonte de potássio, mineral capaz de garantir o bom funcionamento dos músculos. "A fruta fornece, ainda, carboidratos de boa qualidade, que ajudam a repor a perda energética, além de uma quantidade considerável de fibras que vão ajudar no funcionamento intestinal. É uma deliciosa sobremesa quando grelhada ou assada", indica Patrícia. Valor calórico: 70 kcal (1 unidade).
Kiwi: possui clorofila, vitamina C e fibras. "A fruta melhora a absorção do ferro e ajuda no processo de cicatrização dos tecidos. Desintoxicante, fortalece o sistema imunológico", diz Roseli Rossi. Valor calórico: 35 kcal (1 unidade).
Frutas vermelhas (amora e morango): são ricas em flavonoides, substâncias que acumulam propriedades anti-inflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas. "Elas contêm ácido elágico, que evita o envelhecimento precoce das células e previne a formação de tumores, especialmente de esôfago e intestino", diz Patrícia. "As antocianidinas protegem a parede dos vasos sanguíneos, prevenindo a formação de placas de ateroesclerose. Ainda ajudam a estabilizar as proteínas do colágeno", complementa Jane Corona. Valor calórico: em média, 37 kcal (10 unidades).
Blog Viva Saúde

Sabedoria com Humor

Todos se preocupm com a explosão demográfica, mas não no momento certo.

Arthur Hoppe

Comer 5 tipos de fruta ao dia ajuda a prevenir doenças

Essa é a quantidade que você precisa consumir para ficar longe da hipertensão e do diabetes. De quebra, garante força extra ao sistema imunológico e ajuda a manter o peso sob controle

POR RITA TREVISAN FOTO FABIO MANGABEIRA





Variar na combinação de frutas, no dia a dia, pode ser um santo remédio. Sem esforço já que elas são naturalmente saborosas e ainda rendem uma infi nidade de pratos é possível alcançar um equilíbrio nutricional que previne o aparecimento de diversos males à saúde.
Além de hidratarem e de fornecerem vitaminas e minerais importantíssimos para o bom funcionamento do organismo, elas já são bem conhecidas por serem das mais importantes fontes de fi bras que temos na nossa alimentação.
"As frutas oferecem um aporte de fibras solúveis e não solúveis. As primeiras dão aquela sensação de saciedade e ajudam a equilibrar a absorção de açúcar e gordura, prevenindo o aumento do colesterol e da glicose da dieta no sangue. Já as fibras insolúveis têm a função de participar da formação das fezes e ainda de alimentar a flora intestinal.
E esse também é um aspecto que vale a pena destacar: sem uma flora bacteriana intestinal saudável, nosso corpo adoece e fica mais exposto a diversos tipos de vírus, bactérias e parasitas", explica Jane Corona, médica especialista em Nutrologia.
O fato de aumentarem a velocidade do trânsito intestinal também representa uma vantagem e tanto. "Assim, os resíduos tóxicos ficam menos tempo em contato com o intestino, o que evita que cheguem a agredir essa mucosa", complementa a nutricionista Maria Cristina Freitas, professora do Instituto de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
QUARTA-FEIRA Café da manhã: 2 colheres (sopa) abacateLanche: 1 fatia pequena de melancia (pode ser o suco ou a sobremesa) Almoço: 1/4 de manga Lanche: 1 maçã pequena Jantar: 1 nectarina pequena
As frutas são ricas em fibras solúveis, por isso dão aquela sensação de saciedade e ajudam a equilibrar a absorção de açúcar e gordura no sangue
É PROTEÇÃO GARANTIDA
Mas os benefícios de contar com as frutas na alimentação diária não param por aí. Os compostos fenólicos, pigmentos que dão cor a esses alimentos, são antioxidantes naturais. Da mesma maneira que defendem as frutas da ação dos micro-organismos - essas substâncias são tóxicas para as pragas, vírus e bactérias - elas preservam o nosso corpo.
"Esses compostos químicos assumem o papel de protetores contra os efeitos do aumento de radicais livres no organismo, que aceleram o processo de envelhecimento. Os antioxidantes também estão sendo relacionados com o aumento da fração de HDL no sangue - o bom colesterol - associado ao baixo risco de doença cardiovascular. Isso sem falar nos ganhos para as funções imunológicas e o efeito protetor contra o câncer", afirma Maria Cristina.
A total ausência das frutas na dieta, por outro lado, expõe o organismo às diversas complicações da prisão de ventre crônica. "Entre as mulheres, o mais comum é a tensão pré-menstrual, a conhecida TPM, porque é pelas fezes que eliminamos o excesso de hormônio que é produzido mensalmente pelo organismo.
Outras consequências da falta de fibras na alimentação são as doenças gastrointestinais, como a diverticulite, a hemorroida e as doenças inflamatórias", alerta Jane. A falta das vitaminas, dos minerais e dos compostos antioxidantes oferecidos pelo grupo alimentar também representará, a longo prazo, um problema.
"Essa deficiência pode acarretar queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e perda de viço na pele", complementa a nutricionista funcional Patrícia Davidson Haiat.
Fonte: Blog Viva Saúde

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Aniversário de Romeu


Quem hoje está mudando de idade é Romeu. Participante ativo dos eventos da AFA, Romeu transpira simpatia, inclusive nunca esquece da gurizada, sempre oferecendo, durante nossos encontros, alguma coisa que deixa a meninada feliz.
A AFA e principalmente sua galerinha envia parabéns ao aniversariante, desejando-lhe votos de muitos anos de vida, com muita saúde.

Sabedoria com Humor

Amo tudo o que é velho:

Velhos amigos, velhos tempos, velhas maneiras, velhos tempos e velhos vinhos.

Oliver Goldsmith

Perguntas idiotas (MUITO IDIOTAS), respostas MAIS IDIOTAS AINDA...

O QUE É, O QUE É?

1) Qual é o fim da picada? Quando o mosquito vai embora.
2) O que são dois pontos pretos no microscópio? Uma blacktéria e um pretozoário.
3) Qual é a comida que liga e desliga? O Strog-ON-OFF. (Essa é d +)
4) Como se faz para ganhar um Chokito? É só colocar o dedito na tomadita. (Mto boa..)
5) Qual o vinho que não tem álcool? O_vinho de Codorna.
6) O que é que a banana suicida falou? Macacos me mordam.
7) Qual é o doce preferido do átomo? Pé-de-moléculas.
8) O que é uma molécula? É uma meninola muito sapécula.
9) Como o elétron atende ao telefone? Próton! (Boa...)
10) O que um cromossomo disse para o outro? Oh! Cromossomos felizes!
11) Como as enzimas se reproduzem? Fica uma enzima da outra.(Que prático!)
12) Qual é a parte do corpo que cheira bacalhau? O nariz.(Pensou que fosse outra coisa, né?!)
13) O que é um ponto marrom no pulmão? Uma brownquite. (boa, boa!)
14) O que é um pontinho vermelho no meio da porta? Um olho mágico com conjuntivite. (haha..boa)
15) O que o canibal vegetariano come? A planta do pé e a batata da perna. (apelação)
16) O que o espermatozóide falou para o óvulo? Deixa eu morar com você porque a minha vida é um saco. (boa)
17) Por que a vaca foi para o espaço? Para se encontrar com o vácuo. (mto boa..)
18) Por que as estrelas não fazem miau? Por que Astro-no-mia.(ótima)\\

Enviado por Carmen Holanda, Fortaleza/Ce

SAÚDE - Hora de ir ao médico

Ilustração Fernanda Simionato



RACHEL BOTELHO DA FOLHA DE SÃO PAULO


Todo mundo sabe que uma dor no peito ou uma dor abdominal aguda são motivos para ir correndo ao pronto-socorro. Mas outros sintomas menos óbvios deixam dúvida sobre a necessidade de procurar ajuda.

Baseada em uma lista elaborada pela Clínica Mayo, nos EUA, com dez sinais que precisam de cuidados médicos, a Folha ouviu especialistas para saber o que cada um pode indicar e que atitude é preciso tomar.

David Lewi, clínico-geral e infectologista do hospital Albert Einstein e professor da Unifesp, afirma que alguns dos sintomas listados são mais importantes do que outros. "Mas cada um tem razão de ser."

Alfredo Salim, clínico-geral e médico de família do Hospital Sírio-Libanês, acrescenta outros sinais que demandam atenção, como tontura, sensação de queda de pressão, inchaço súbito e sede intensa.

Para Arnaldo Lichtenstein, clínico-geral do Hospital das Clínicas de São Paulo e professor da USP, outro sintoma importante é um inchaço progressivo na perna ou no rosto, que indica problemas de fígado, rim ou coração.


1) DOR DE CABEÇA FORTE REPENTINA

É caso de urgência: a pessoa deve ser encaminhada imediatamente a um hospital. "Em quem não tem enxaqueca, o grande medo é um sangramento na cabeça, o derrame ou AVC hemorrágico", afirma Arnaldo Lichtenstein. Alfredo Salim define o sintoma como "uma explosão de dor de cabeça" e lembra que é uma das causas de morte súbita. Diferentemente do que reza o senso comum, o problema atinge pessoas de todas as idades. "Jovens podem ter um aneurisma [rompimento de vasos] que leva ao AVC hemorrágico, e os pacientes hipertensos podem sofrer ruptura de vasos cerebrais", explica. Outras possibilidades são meningite -com dor de cabeça e rigidez do pescoço- e encefalite.

2) PERDA DE PESO SEM EXPLICAÇÃO

Uma perda involuntária de peso nos últimos três a seis meses pode ter inúmeras causas e deve ser investigada. Como parâmetro, os médicos consideram 10% do peso total, mas, no caso dos obesos, o simples fato de parar de engordar sem motivo pode ser indicativo de hipertireoidismo, depressão, doenças do fígado e câncer. Para David Lewi, do Einstein, doença oncológica é a principal suspeita quando a perda de peso ocorre sem outros sintomas. Acompanhada de febre, pode ser tuberculose. Outras doenças, como lúpus eritrematoso sistêmico, artrite reumatoide e outras doenças autoimunes costumam causar, também, febre, dor articular e manchas pelo corpo. O hipertiroidismo, por sua vez, pode provocar sudorese e mão trêmula. "Se a pessoa continua comendo, eu pensaria em problema na tireoide, diabetes e causas endrocrinológicas. Em idoso, a maior causa é a depressão", afirma Arnaldo Lichtenstein, do Hospital das Clínicas de São Paulo. Segundo ele, em jovens o emagrecimento injustificado pode ser sinal de anorexia nervosa, bulimia e problemas psiquiátricos, além de hipertireoidismo e diabetes.

3) FRAQUEZA, PERDA DE VISÃO OU DA FALA SÚBITA

Se você tem esses sintomas, minutos contam, alerta a equipe da Clínica Mayo. Eles são sinais de um AVC ou de um "ataque isquêmico transitório", chamado também de mini-AVC. Procure atendimento logo se tem fraqueza súbita ou paralisia em um dos lados do corpo, perda, diminuição da visão ou visão borrada repentinamente, perda da fala ou problemas para entender os outros, vertigem inexplicável ou perda de equilíbrio. "Trata-se da perda súbita do fluxo cerebral por conta de algum problema na artéria, como um coágulo de sangue ou uma doença arterial que causa obstrução", afirma Lewi. O médico ressalta a importância de socorro rápido. "Hoje, se for atendido em três 3 horas, a pessoa pode se recuperar e ficar sem sequelas." Nada de perder tempo, portanto.

4) VER FLASHES DE LUZ

O mais específico dos sintomas pode sinalizar um rasgo na retina que, se não for tratado com urgência, pode levar ao descolamento da retina e à perda parcial ou total da visão. "O primeiro sintoma é um relâmpago, como se estivessem tirando fotos com flash. Depois, o sinal do descolamento são manchas escuras no campo visual, como se fechassem a cortina", afirma a oftalmologista Nilva Moraes, do Instituto da Visão da Unifesp. Segundo ela, o melhor a fazer é convocar um oftalmologista de confiança e partir para o pronto-socorro. Em pessoas saudáveis, os fatores de risco são trauma ocular, miopia superior a seis graus e idade superior a 50 anos. Na opinião de Lichtenstein, esse sintoma não deveria estar na lista. "É muito específico e, geralmente, ocorre em um olho só", justifica.

5) DELÍRIOS

Mudanças em comportamento ou pensamento podem ser causadas por muitos problemas, incluindo infecção, condições psiquiátricas ou medicamentos, especialmente aqueles que começaram a ser administrados recentemente. O paciente pode apresentar uma confusão severa ou uma mudança rápida no estado mental, como da letargia para a agitação. "Na primeira manifestação é urgente", afirma Salim. Os delírios podem sinalizar um AVC, um tumor e também uma doença infecciosa viral, a encefalite. "Nesse caso, o tempo que leva para procurar o médico define como o problema vai evoluir e se a pessoa vai sair sem sequelas ou mesmo sobreviver", afirma Lewi. Os delírios podem vir acompanhados de dor de cabeça súbita e mudança de personalidade. Salim menciona ainda os problemas psiquiátricos. "Surto psicótico agudo começa com delírio", diz. Já nos idosos as causas podem ser variadas. "Qualquer problema sistêmico pode dar delírios, como desidratação e infecção", pondera Lichtenstein.

6) SENTIR-SE SACIADO APÓS COMER POUCO

Sentir-se satisfeito antes que o normal ou depois de comer menos do que o costume não em uma refeição, mas por mais de uma semana, é razão suficiente para procurar um médico clínico ou um gastroenterologista. Frequentemente, pode vir acompanhada de outros sintomas, como náuseas, vômitos, inchaço, febre e perda ou ganho de peso. "Enquanto a alteração do hábito intestinal está ligado ao intestino, a saciedade tem relação com o estômago. É uma queixa comum de gastrite e úlcera -não precisa nem ter queimação- e pode até ser câncer", afirma Arnaldo. Para Salim, o problema pode ter outras origens, como fígado, vesícula e esôfago. "E também pode indicar problemas cardiológicos, como insuficiência cardíaca e obstrução de coronária direita, mas não é comum", ressalva.

7) FEBRE ALTA OU PERSISTENTE

Febre superior a 37,8ºC, com duração acima de quatro dias, precisa ser investigada. Segundo Lewi, 60% das febres de origem indeterminada são de natureza infecciosa, entre elas as bacterianas, como infecção do trato urinário e meningite. O restante pode ser causado por tumores, alguns medicamentos de uso crônico (anticonvulsivante) e doenças reumatológicas, como lúpus e artrite reumatoide. "É um quadro que implica tratamento rápido, porque sem antibiótico a pessoa pode evoluir mal e até morrer", afirma o médico. Alfredo Salim Helito, do Sírio-Libanês, concorda. "Quando vem associada a mal-estar, tosse, queda do estado geral, transpiração ou confusão mental, deve-se procurar um atendimento de emergência", afirma. Se a pessoa sentir tremores, também, pois é indício de infecção bacteriana. 8) FÔLEGO CURTOSe a pessoa apresenta uma dificuldade súbita de respirar ou está arfando em busca de ar, não há dúvida de que se trata de uma emergência hospitalar. "É um sintoma que merece ser visto rapidamente, porque pode ser algo banal ou problemas sérios, como embolia pulmonar, infarto e insuficiência cardíaca descompensada", afirma Helito. Se a falta de ar vem se agravando há meses, pode ser um sintoma de doenças pulmonares ou cardíacas. "Se tem menos de uma semana, pode ser asma, pneumonia ou embolia, e a pessoa precisa ir ao pronto-atendimento. O infarto, em algumas pessoas, pode vir só com falta de ar, sem dor", diz Arnaldo Lichtenstein, do HC. Já a embolia pulmonar, outro quadro grave que exige socorro imediato, vem sempre associada a trombose em um dos membros, principalmente os inferiores, que incham repentinamente.

9) MUDANÇAS INEXPLICÁVEIS DOS HÁBITOS INTESTINAIS

Para Lichtenstein, uma pessoa que tem hábito intestinal diário, passa três ou quatro dias constipada e depois tem uma diarreia deve ligar o sinal de alerta. Segundo Lewi, fezes com sangue, diarreia com duração de uma semana e constipação que dura mais de três semanas podem sinalizar infecção bacteriana, viral ou infestação por parasitas. "Não pode ter esses sintomas e deixar de ir ao médico. Se houver um único sangramento vivo, em grande quantidade, é melhor ir ao pronto-atendimento", afirma ele, para quem câncer de cólon e doenças intestinais inflamatórias -como retocolite ulcerativa, uma inflamação de natureza autoimune, e doença de Khron- podem provocar esses sintomas. Depressão, ansiedade, problemas inflamatórios intestinais ou na tireoide também não podem ser descartados. "O intestino é um órgão de choque de muitos problemas que não são intestinais. O indicado é procurar um clínico ou ir direto a um gastroenterologista", diz.

10) JUNTAS QUENTES, VERMELHAS OU INFLAMADAS

Esse é o campo dos reumatologistas. A exceção são os casos em que somente uma das juntas está inchada ou inflamada, o que pode sinalizar uma infecção e geralmente tem febre associada. "A artrite séptica é causada por bactérias e pode ser identificada quando uma junta única fica quente, muito inchada e extremamente dolorida. É urgentíssimo, porque precisa drenar a articulação e tirar o pus", afirma Salim. Se atinge mais de uma junta, pode ser um episódio de gota, artrite reumatoide, lúpus, febre reumática. Arnaldo Lichtenstein menciona ainda doenças sistêmicas, como leucemias, anemia falciforme e problemas endocrinológicos, como possíveis causas dos sintomas.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Sabedoria com Humor

Dinheiro é o cartão de crédito do pobre

Marshal McLubnan

Complicações do sono causadas pelo ronco








Problemas respiratórios durante o sono podem dobrar chances de morte prematura de um homem entre 40 e 70 anos, diz estudo.



Da BBC - G1



Um estudo da universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos, relacionou sintomas como ronco alto e sono difícil a uma menor expectativa de vida.
Em qualquer idade, indivíduos que apresentam sérias dificuldades para respirar durante o sono têm 50% a mais de chances de morrer antes que alguém da mesma idade que não sofre das mesmas condições.
Entre homens de 40 a 70 anos, o aumento do risco é ainda maior: esses sintomas podem indicar o dobro de chances de uma morte prematura para a mesma faixa de idade, afirmaram os pesquisadores.
O estudo, publicado na revista científica online "Public Library of Science (PLoS)", de acesso gratuito, acompanhou mais de 6,4 mil homens e mulheres durante oito anos.
Estudos anteriores já apontavam uma relação entre o ronco alto, principal evidência das chamadas apneia e hipopneia - o fechamento total ou parcial das vias respiratórias durante o sono, respectivamente -, e a redução da expectativa de vida, sobretudo por razões cardíacas.
Essa é o primeiro grande estudo a estabelecer esta conexão.
Segundo os pesquisadores, um em cada quatro homens e uma em cada dez mulheres têm problemas para respirar quando dormem, em casos que na maioria das vezes não são diagnosticados.
Além de roncar alto, indivíduos afetados por estes problemas podem também se engasgar durante o sono e apresentar sonolência no dia seguinte.



Complicações
O bloqueio das vias respiratórias normalmente ocorre por conta do relaxamento da musculatura do palato superior, mas, em alguns casos, pode estar ligado a razões de anatomia.
"Essas interrupções reduzem o nível de oxigênio no sangue e, como resultado, os indivíduos afetados são regulamente despertados de seu sono profundo à medida que se debatem para respirar", afirmaram os pesquisadores.
A pesquisa observou um aumento na prevalência de hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares em indivíduos com apneia moderada ou grave.
Os pesquisadores notaram ainda uma maior associação entre mortes e doenças da artéria coronária entre os homens que participaram da pesquisa.
Para o coordenador do estudo, Naresh Punjabi, o tema é "sério" e requer mais pesquisas para explorar a relação entre as doenças do coração e os problemas de sono.
"Essas conclusões sugerem a realização de testes clínicos para avaliar se um tratamento pode reduzir o elevado risco de morte que parece estar associado a esta disfunção comum", afirmou.
O tratamento de apneia inclui mudanças no estilo de vida, como a perda de peso - já que o excesso de gordura ao redor do pescoço favorece o bloqueio das vias respiratórias na região - e a interrupção do fumo.
Dependendo da gravidade das condições, as soluções indicadas podem variar de um aparelho para mudar a posição da mandíbula e permitir a passagem do ar até a utilização de uma máquina para bombear ar na região do palato, e até operação.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Aniversariantes do dia



São aniversariantes do dia de hoje:


Carlos Augusto, filho de Aroldo e Helena, esposa de Isabelle e pai de Isadora. Nosso amigo e companheiro de caminhada é médico, atualmente reside em Sobral, porém para nossa felicidade em breve estará de volta a Fortaleza.





João Pedro: filho de Augusto César e Neila (eternos tesoureiros da AFA) e irmão do Aroldo Neto.







O que será que os aniversariantes tem em comum? O Carlos Augusto além de tio do João Pedro é seu padrinho de batismo.

Gostaria de registrar que o casal Carlos Augusto e Isabelle, bem como João Pedro, sempre ajudam nas festas e convenções da AFA. Presenças marcantes e com disposição para o trabalho em EQUIPE.

Parabéns! Desculpem-me pelo horário.

Próximo evento da AFA já tem data marcada



Clique sobre a imagem para ampliar


Será no sábado dia 19 de setembro o próximo evento da AFA.

O local escolhido - e muito bem escolhido - é o Condomínio Maison Versailles, residência do nobre casal Teresa Cristina e Sérgio Cartaxo

O acesso é :

Entrada para o Beach Park
Posto BR
Próximo do Colégio Christus Sul - Rua Rafael Tobias, 2909, Casa 20, Condomínio Maison Versailles.

Nos próximos dias estaremos dando maiores informações sobre a programação.

Reserve essa data para estar conosco. A AFA lhe espera.

CDC- CÓDIGO DE DOENÇAS DE CEARENSE:




ISPINHELA CAÍDA

DOR NOS QUARTOS

PÉ DISMINTIDO

MOLEIRA MOLE

QUEBRANTO

TOSSE DE CACHORRO

DOR NO ESTOMBO

FARNIZIM

PASSAMENTO

CACHINGAR

FRIEIRA

COBREIRO DE PÉ

PEREBA

CURUBA

REMELA NO ZÓI

DORDÓI (conjuntivite)

GASTURA

MARIA PRETA

TERSOL

DOR NO PÉ DA BARRIGA

DOR DE VIADO

BODE

MORRÓIDIA

IMPINGE

PILÔRA

PANO BRANCO

XANHA

CATARRO NOS PEITO

ESTALICIDO

BICHEIRA

FININHA

ALÔJO

ÍNGUA

COCEIRA NAS VIRIA

BICHO DE PÉ

EMPACHADO

FASTIO

DOR NO ESPINHAÇO

BUCHO QUEBRADO

DENTIQUÊRO

CALO SECO

UNHA FOFA

PÉ INCHADO

PAPOQUINHA

CORPO REIMOSO

MUCUIM

ZOVIDO ESTOURADO

ÁGUA NA PLEURA

BERRUGA

OLHO DE PEIXE (verruga na planta do pé)

SETE COURO

CORPO MUÍDO

BARRIGA FAROSA

DIFRUÇO (resfriado)

GÔTO INFLAMADO (quando a comida cai no g?to)

DENTE PÔDI

MÔCO

PÁ QUEBRADA

CADUQUICE

VISTA CANSADA

OS QUARTO ARRIADO

ESPINHA CARNAL

PAPÊRA

DOENÇA DOS NERVO

OMBRO DISMINTIDO

QUEIMA NO ESTOMBO

JUÍZO INCRIZIADO

FERVIÃO NO CORPO

CAMPANHIA CAÍDA

ESMORECIMENTO NO CORPO

BROTOEJA

DESENCHAVIDO

PITO FROUXO

ISCURICIMENTO DE VISTA

RACHADURA NOS PÉ

PAPOCA ROXA

OS PEITO ABERTO

LÊNDEA

PIOLHO

PIRA

TISGA

INFRAQUICIDA

VENTO CAÍDO

FRACO DOS NERVO

ESPORÃO DE GALO

BICO DE PAPAGAIO

LANDRA INCHADA (gânglios inchados)

DOR NAS COSTAS QUE RESPONDE NA PERNA

PAPOCA D?ÁGUA

DOR NAS TÁBUA DOS QUEIXO

DOR NAS CRUZ

DOR NOS BRUGUMI

MAL JEITO NO ESPINHAÇO

INTALO INTANGUIDA

DIFULUÇO

DOR NAS CADEIRA

SAPIRANGA NOS ÓI

RUÇARA

DOR NA JUNTA

MONDRONGO

INQUIZILA

PÉ DURMENTE (remédio é fazer uma cruz com cuspe em cima do pé. É pei bufe)

ESQUENTAMENTO

VERMÊIA

CESÃO

CARNE TRIADA

NERVO TORTO

DOR NO MUCUMBÚ

SOLITÁRIA TOSSE DE CACHORRO

DOIDO

CARAOLHO

ESQUECIMENTO

ASTROSE E ASTRITE

SAPINHO

ENTOJO

PAPEIRA

TIRISSA

LUNDU

COQUELUCHE

COBREIRO

ISCOLIOSE

NÓ NAS TRIPA

ALGUEIRO

ESTOPOR

GÔGO

UNHEIRO

BOQUEIRA

CALOMBO

DORMÊNCIA NUMA BANDA DO CORPO

ZÔVO GÔRO

MURRINHA

ZÔVO VIRADO

CANSAÇO NO CORAÇÃO

JUÊI DISMANTELADO

ZÓIO NUVIADO

VAZAMENTO (CAGANEIRA)

NAS JUNTA

RESGUARDO

ZUMBIDO NO ZOVIDO

INTUPIDO (passar dias sem obrar)

MUFUMBA

SOLUÇO FÍGADO

OFENDIDO

VÊIA QUEBRADA

CHABOQUE DO JOELHO ARRANCADO


Enviado por Augusto César (Guto)