quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

A aniversariante do dia, Priscila


A AFA me deu a oportunidade de reencontrar e principalmente conhecer muitas pessoas interessantes, e de todas as idades, de quem passei a gostar e principalmente a admirar. Uma delas é a aniversariante de hoje.

Quem vê essa bela jovem pela primeira vez, não faz a menor idéia de que está diante de uma pessoa tão especial e tão diferenciada.

Ainda muito jovem, Priscila já mostrou que veio ao mundo para vencer. Costuma competir com sucesso em olimpíadas de matemática e física. E se tudo isso é pouco, foi aprovada este ano, logo na primeira tentativa, no vestibular de Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Ceará. Sem essa de dizer que se trata de uma área afeita aos homens. Ela foi lá, na dela, e emplacou de vez!
Mas o melhor, é que mesmo agindo dessa maneira, ela não renuncia às coisas da vida que toda jovem de sua idade costuma gostar. Apenas sabe dosar as coisas com inteligência.

Priscila, Ana Maria e Aldemir Filho, seus pais, têm muitos motivos para se orgulhar de você. Que você continue sua trajetória. Parabéns, muita saúde e muitos anos de vida.

Você é e sempre será uma vencedora.

Sérgio Almeida Franco, Salvador/Ba

Papai também fica grávido - Parte I


Grávidos!

A futura mamãe anda cheia de novidades: enjôos, indisposição, preguiça, mau humor. Às vezes chora, às vezes ri. Esse comportamento o deixa confuso, inseguro, enciumado. Tenha paciência: ela também enfrenta as tensões geradas pela proximidade do desempenho de um novo papel. E mais: seu estado emocional ainda é influenciado por diversas alterações hormonais. Solidário, você chega a sentir os mesmos enjôos ou a azia que ela sofre depois das refeições. Mesmo assim, ansioso, tem a tendência de comer demais. Por isso, é provável que também ganhe alguns quilos extras. Esses acontecimentos indicam que vocês estão grávidos! E que, desde o momento da concepção do futuro bebê, mergulham, de coração, na fabulosa aventura de criação de uma vida: a do seu filho!


O obstetra

Os amigos brincam, fazem piadas. Mas como esconder sentimentos tão contraditórios, como o medo do futuro, a tensão pela iminência de desempenhar o papel de pai, o orgulho pela gestação dessa criança e o desejo de tê-la logo nos braços?É claro que tem muitas perguntas sobre a gravidez e a data do parto. A maioria será respondida pelo obstetra que assiste sua companheira. Ele estará muito presente em toda a rotina. Por isso, é essencial que exista grande confiança entre vocês. Outra condição importante nesse relacionamento é a comunicação. Às vezes, o médico é grande profissional, mas pouco aberto ao diálogo. Os futuros pais, porém, precisam de alguém competente que também os escute, conheça seus sentimentos e os oriente. O ideal é que você ou sua mulher nunca tenham que admitir: "Não consigo me comunicar com nosso médico." Porque, nesses casos, vale buscar outro, mais disponível.


Seu filho

Menino ou menina - você tem uma preferência? A expectativa pode ser enorme, mas nada de cobrança à sua companheira. Afinal, a definição do sexo da criança depende da associação de cromossomas X ou Y do homem ao cromossoma X da mulher. Em resumo, é feita pelo futuro pai.Segundo muitos especialistas, o feto percebe os sons do mundo extra-uterino. Cante, faça confidências, conte histórias para ele. A voz paterna é importante para a formação da personalidade do bebê e, mais tarde, ficará na memória como uma referência agradável. Essa interação ligará vocês dois, bem mais depressa do que imagina. E o aproximará muito de sua companheira.


Sexo

Esta pode ser uma questão complicada: você teme machucar o pequenino que, lá esta, sossegadinho, no útero. Este seu receio é sem motivo: ele está protegido pelo colo uterino (bloqueado pelo tampão mucoso) e pela bolsa d'água, em cujo interior se desenvolve. Outro entrave pode ser uma tendência, muito comum no homem, de identificar a companheira grávida com sua própria mãe. E fantasiar, assim, o risco de uma relação sexual incestuosa. Durante a gestação - a não ser em casos contra-indicados pelo obstetra - nada impede a relação sexual completa (ou com penetração). Quando a futura mamãe chega ao orgasmo, inclusive, o bebê fica mais tranqüilo, pois sofre a ação das endorfinas produzidas no organismo dela. Há situações, porém, em que o orgasmo pode causar contrações uterinas e precipitar o parto. Mesmo assim, não se afaste de sua parceira: busque, com ela, outras formas de carinho.

Quem canta seus males espanta


Saber se expressar e tocar a vida com uma atitude positiva é fundamental para promover mudanças internas


por Eugênio Mussak


É claro que as primeiras manifestações musicais não deixaram vestígios sonoros, por isso não podemos saber exatamente quando nasceu a música ou mesmo quando o ser humano começou a usar sua voz para produzir melodia. Entretanto, há registros rupestres de que o homem das cavernas já produzia alguma música que, quando associada à dança,servia para reverenciar os deuses, ganhando assim um sentido religioso.

As vitórias na guerra, o bom resultado na caça, as descobertas e os nascimentos eram celebrados com as mãos e os pés batendo ritmadamente, criando algo parecido com música, capaz de agradar aos deuses, a quem se devia agradecer para garantir a continuidade das benesses. Com o tempo surgiram madeiras trabalhadas sobre as quais se batia para obter o ritmo, dando origem aos instrumentos musicais, ao mesmo tempo que surgiam locais ritualísticos ­ os primeiros templos. Desde o começo, o som esteve ligado a um resultado já obtido, e nesse caso seria para agradecer, ou a um resultado desejado, quando então a música ajudava a alcançar algo. Portanto, parece que a música acompanhou a evolução do ser humano em função de suas necessidades e desejos.

Mas, indiscutivelmente, foram os gregos que criaram as bases da cultura musical no Ocidente. A começar pela própria palavra “música”, que deriva de mousiké, que significa “a arte das musas”, que eram as nove deusas responsáveis por inspirar a criatividade dos homens. Quando cantava, um grego estava estabelecendo uma comunicação com o divino, tornando-se, ele mesmo, um semideus.Assim sendo, seu canto servia para alcançar as coisas desejadas e também para afastar o indesejado. Daí dizermos que quem canta seus males espanta.


Como os passarinhos
Certa vez, conversando com um amigo que tem como passatempo observar pássaros livres na natureza, perguntei: “Você gosta de olhar os passarinhos cantando de felizes?” Meu amigo respondeu: “Não, eu gosto de observar os passarinhos felizes por estarem cantando”. Essa inversão na frase resume uma questão filosófica de razoável complexidade. Afinal, o passarinho canta porque é feliz ou é feliz porque canta? Meu amigo, que é o especialista, garante que a segunda frase é a verdadeira.

É claro que se trata de uma metáfora, cujo objetivo é alertar para a relação entre a atitude e o estado de espírito. O passarinho nem sequer conhece o conceito de felicidade ­ cantar é seu instinto ligado ao acasalamento, ao reconhecimento do grupo e à sobrevivência, é o que dizem os biólogos.Mas, como nem só de ciência vivemos, apelamos à poesia. Por isso preferimos acreditar na relação entre a maravilha do canto e o caráter livre, leve e feliz do passarinho. A nós, pesados bípedes presos à terra, só nos resta apreciar e almejar sua beleza e, às vezes, tentar imitar seu som ou, como fazem alguns mais invejosos, prender o passarinho em uma gaiola para manter seu canto próximo, criando o paradoxo de apreciar o símbolo da liberdade colocando-o em uma jaula.
Observada mais de perto, a metáfora do passarinho é muito forte e muito válida, pois nos ajuda a perceber que há uma íntima relação entre o que fazemos e o que sentimos. Quando afirmamos que quem canta seus males espanta, tanto podemos estar falando do canto em si, que sem dúvida pode mudar tudo, como podemos estar nos referindo à atitude, da qual derivam todas as mudanças.O que interessa é o resultado prático. A esse propósito,disse Thoreau: “Ser filósofo não é meramente ter pensamentos sutis, nem mesmo fundar uma escola. É resolver alguns problemas da vida, não na teoria, mas na prática”. Portanto, trata-se de uma idéia filosófica essa de imitar o passarinho e fazer algo feliz para então ser feliz.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Guaramiranga, uma cidade, muitos palcos


As apresentações ao fim da tarde na Escadaria da Igreja Matriz: música em atmosfera de informalidade.

Além do Teatro Rachel de Queiroz, diversos espaços de Guaramiranga se tornam palco para encontros musicais.
Música pelas ruas, perto do público e em um belo cenário para apresentações marcadas por espontaneidade.
Quem comparece ao Festival Jazz & Blues em Guaramiranga conta com opções musicais gratuitas, como os ensaios abertos, as oficinas na Escola Júlio Holanda, os cortejos e, principalmente, os shows no palco montado em frente à Igreja Matriz, transformando a escadaria em arquibancada, nos fins de tarde.
Ocasião ideal para apreciar, além dos concertos, a temperatura amena da serra. Este ano, sobem a esse palco privilegiado os grupos do Projeto Novos Talentos, provenientes de Fortaleza, Aquiraz e São Gonçalo do Amarante. Além dos Irmãos Aniceto, da Dunas Jazz Band e do guitarrista Felipe Cazaux.É Guaramiranga, com música por todos os cantos.

Mais informações:
9º Festival Jazz & Blues, em Guaramiranga (2/2 a 5/2, Teatro Rachel de Queiroz) e Fortaleza (7/2 a 9/2, BNB Clube).

Apresentação: Projeto TIM Música.
Patrocínio: Indaiá, Coelce e Richester.
Apoio: Tam, Pref. de Guaramiranga, Governo do Estado e Governo Federal.
Promoção: Diário do Nordeste.
Realização: Via de Comunicação.
Ingressos: lojas Folic (Iguatemi e Del Paseo) e Mr. Cat (Del Paseo).

PROGRAMAÇÃO

Teatro Rachel de Queiroz
Sábado, 2/2
14h30 - Ensaio aberto: Hamilton de Holanda
15h - Escola Júlio Holanda - Minicursos: percussão e gaita
16h30 - Cortejo: Tambores de Guaramiranga
17h - Escadaria da Matriz: Irmãos Aniceto
21h - Shows Nonato Luiz / Hamilton de Holanda

Domingo, 3/2
10h - Oficina Irmãos Aniceto
11h - Oficina Nonato Luiz14h30 - Ensaio aberto: Irmãos Guissé (Senegal)
15h - Minicursos
17h - Escadaria da Matriz: Novos Talentos (São Gonçalo) e Dunas Jazz Band
21h - Shows Nicole Borger / Irmãos Guissé
23h - Show Danilo Caymmi

Segunda, 4/2
10h - Oficna Bob Mesquita
14h30 - Ensaio aberto: J. J. Milteau (França)
15h - Minicursos17h - Escadaria da Matriz: Novos Talentos ( Aquiraz) e Felipe Cazaux
21h - Shows J. J. Milteau / Jefferson Gonçalves
Terça, 5/2
10h - Oficina Jefferson Gonçalves
14h30 - Ensaio aberto: Ivan Lins
15h - Minicursos16h30 - Cortejo de percussão
17h - Escadaria da Matriz: Novos Talentos (Fortaleza) e Cortejo de Sanfoneiros com Rodolf Forte
21h - Shows Bob Mesquita / Ivan Lins

FORTALEZA, BNB Clube

Quinta, 7/2
15h - Escola Viva Música Viva - Workshop J. J. Milteau21h - J. J. Milteau / Jefferson Gonçalves

Sexta, 8/2
10h - Workshop Kléber Dias e J. Gonçalves
15h - Workshop Danilo Caymmi
21h - Anna Canário e Edson Távora Filho */ Ivan Lins
Sábado, 9/2
15h - Workshop Irmãos Guissé
21h - Danilo Caymmi e Irmãos Guissé
*Observem que Anna Canário e Edson Távora Filho, o casal que tocou em um de nossos Eventos do ano passado, a COROAÇÃO, será uma das atrações do Festival, abrindo o show do Ivan Lins.

Na Estação de Trem


A mulher estava na estação ferroviária, doida para descarregar a bexiga. Olhava para o relógio a todo instante e, pela hora, o trem já deveria ter chegado na plataforma há pelo menos dez minutos. Ela se contorcia daqui, se contorcia dali, até que não agüentou mais e foi ao banheiro. Quando voltou, o seu trem havia chegado. Mas foi uma parada rápida, e ele foi embora antes mesmo que a mulher saísse do banheiro.
- Oh, não! - disse ela, sentando-se no chão e derramando-se em lágrimas.
Nisto o mineiro, solidário, aproximou-se dela:
- Ô, Dona! Pur que esta choradera?
- É que eu fui fazer xixi e o trem partiu! - explicou ela.
- Uai, mas a sinhora já num nasceu com o trem partido?

Tal Mãe, Tal Filha!

Célia e Mariana, beleza a toda prova.

Foto tirada no Encontro da AFA no Lago Catu, em setembro/07.

Aviso importante: a mãe está à direita













Camisinhas para todos


Já que está se aproximando o Carnaval, que tal falarmos de Camisinhas, AIDS, etc?


Melhor ainda se for em forma de literatura de Cordel.


Muito engraçado. Vale a pena ser lido com atenção até o fim. É didático e divertido também.

Autor: José João dos Santos (Mestre Azulão)


AIDS é uma moléstia
De temeridade imensa
Você vê televisão?
Ouve rádio, lê imprensa?
Não fique aí de joelhos
Tome logo meus conselhos
Para evitar a doença


AIDS não pega no beijo
Nem num aperto de mão
É transmitida no sangue
Através da transfusão
Ou na extração de dente
Se usar de um doente
A agulha da injeção


Criança também tem AIDS
Transmitida pelos pais
Vítimas duma transfusão
Ou farras e bacanais
Mata, avião, trem e carro
Apesar que o cigarro
Está matando muito mais


Você tem uma mulher
Formosa igualmente Lua
Porém não se satisfaz
Ainda quer mulher da rua
Ou transa com a vizinha
Use uma camisinha
Pra não transmitir pra sua


Amantes e namorados
Ouçam bem o que lhes digo
Podem beijar, abraçar,
Amassar da cara ao umbigo
Seja fêmea, seja macho
Só do umbigo pra baixo
É que começa o perigo


Até mesmo os astronautas
Que conheceram grande parte do Cosmo,
em viagem a lua
Mostrando façanha e arte
Viram planetas pequenos,
Usam camisa de Vênus
Antes de chegarem à Marte


Um fazendeiro baiano
Que mora em Alagoinhas
Quando leu pelos jornais
Comprou dez mil camisinhas
Até pra bois e cavalos
Principalmente pros galos
Que transam com mil galinhas


Esse também tem um jegue
Reprodutor violento
E está preocupado
Com a vida do jumento
Vai fazer o jegue usar Camisa,
pra não pegar
AIDS a qualquer momento


Uma garota me disse
Porém me pediu um segredo
Que apesar de donzela
Da AIDS tem muito medo
Vai comprar a camisinha
Pra quando ficar sozinha
Usar na ponta do dedo


Se não criarem uma droga
Que salva a humanidade
A AIDS vai provocar
Uma grande mortandade
Pior que a segunda guerra
De todos os povos da terra
Vai morrer mais da metade


Quando aproximar-se o fim
Diz a sagrada escritura
Vem a desobediência
Guerra, nudez e loucura
O povo em Deus perde a crença
E aparecerá a doença
Que a medicina não cura


O povo está corrompido
No tóxico, sexo, no vício
Ódio, maldade e ganância
Gerando guerra e suplício
O mundo está num vulcão
Com toda população
Na beira do precipício


Satanás plantou no mundo
Sua semente do mal
Inventando toda espécie de vício sexual
Vem aí por recompensa
Desconhecida doença
Pra destruição total

Não adianta conselho
De pastor, Papa de Roma
Essa geração perdida
Ouve o conselho e não toma
Essa gente corrompida
Vai ser toda destruída
Como o povo de Sodoma


Somente imoralidade
Toma corpo e continua
Mulher de bunda de fora
Na televisão, na rua,
Não existe mais pudor
Pra esses só tem valor
Pederasta e mulher nua


Os nossos filhos não podem
Assistir televisão
Porque em todos canais
Só tem esculhambação
Casal nu e cena louca
Chupando a língua e a boca
Ensinando a perdição


A televisão foi feita
Pra nos mostrar coisa pura
Ensinar aos nossos filhos
Patriotismo e cultura
Porém da roça e a cidade
Só mostra imoralidade
Livre de toda censura


Devassidão, crime e roubo
Televisão tudo tem
Trazidas pelas imagens
Que pros nosso lares vêm
Violência em todo estilo
A criança vê aquilo
Depois vai fazer também


Ensina moça andar nua
Mulher trair o marido
Garota aprender o sexo
Garoto virar bandido
Nessa transação imensa
De crime, tóxico e doença
Deixou o mundo perdido


Deus lá de cima está vendo
Na terra tanta maldade
Permite que aconteça
Uma grande mortandade
Pra esse povo perdido
Devassado e corrompido
Se acabar mais da metade


Está aí o exemplo
Da AIDS com seu efeito
Se espalhando no mundo
Matando a torto e a direito
Diz o rádio e a imprensa
Que essa infernal doença
Não há médico que dê jeito


Os maiores cientistas
Estão tentando descobrir
Um remédio para a AIDS
Parar ou diminuir
Mil esforços estão fazendo
E cada estão vendo
A doença progredir


Testes com milhões de plantas
Fazem nos laboratórios
Sangue e peles de animais
Mas são testes provisórios
Depois de analisados
Não acharam resultados
De cunhos satisfatórios


Estão firmes no propósito
De descobrir num segundo
Uma droga positiva
Que tenha efeito profundo
Enquanto não acontece
A AIDS se estende e cresce
Por toda parte do mundo


E o número de doentes
Todo o dia está crescendo
Uns andando pela rua
Uns em coma, outros morrendo
Por aí tem muita gente
Que está em casa doente
De AIDS e nem está sabendo


Quem é rico gasta muito
Pra mais uns dias viver
Tomando remédios caros
Mas o pobre sem poder
Fica gemendo e chorando
Lá numa cama esperando
Só a hora de morrer


Se descobrirem um remédio
Que cure com resultado
Quem compra é capitalista
Milionário e potentado
Só cura o doente nobre
E o miserável do pobre
Tem é que morrer lascado


É como diz a piada
Do humorista jocoso
Na terra vale quem tem
Por ser rico e poderoso
E diz quando se sacode
Rico vive porque pode
Pobre vive de teimoso


Já dei minha opinião
Ao leitor que me entender
Zombar de ninguém não quero
Uma coisa eu quis dizer
Lembre meu leitor amado
Aquele velho ditado
O pobre vem pra sofrer


FIM

Seres humanos sentem-se mais infelizes na meia idade, afirma estudo


Agência EFE


Sempre se falou da crise da meia idade, mas agora um estudo demonstrou cientificamente, com dados de dois milhões de pessoas de 80 países, que os seres humanos se sentem mais infelizes nessa fase da vida.

A pesquisa, que será publicada na próxima edição da revista "Social Science & Medicine", revela como os níveis de felicidade e infelicidade seguem um ritmo constante em países do mundo todo, segundo o qual os seres humanos sentem maior felicidade no princípio e no final da vida.

O que significaria que os anos intermediários são os mais tristes, segundo o estudo desenvolvido pela britânica Universidade de Warwick e pelo Dartmouth College dos Estados Unidos.

Segundo os cientistas, essa tendência se repete em 72 países, dentre os quais Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha, Equador, El Salvador, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai.O efeito também pôde ser observado em países em situações tão diferentes como Finlândia, Iraque, Japão e Tanzânia.

Os autores do estudo, os economistas Andrew Oswald e David Blanchflower, acreditam que essa variação de ritmo no nível de felicidade procede de algo que ocorre no interior dos seres humanos, e não tem a ver com o tipo de vida que se leve, nem com o tipo de pessoa que se seja."Ocorre com mulheres e homens, solteiros e casados, ricos e pobres, com filhos e sem. Ninguém sabe o motivo", disse Oswald, em comunicado divulgado pela Universidade de Warwick.Através de uma amostragem realizada entre um milhão de pessoas do Reino Unido, os pesquisadores descobriram que, tanto para homens quanto para mulheres, a probabilidade de sofrer uma depressão, nesse país, atinge seu pico próximo aos 44 anos.

Nos EUA, entretanto, foi detectada uma diferença significativa por gênero: nos homens, a infelicidade atinge seu ponto máximo aos 50 anos, enquanto nas mulheres chega perto dos 40 anos.

"O que causa essa curva em forma de U, e sua configuração similar em diferentes partes do mundo desenvolvido e, em algumas ocasiões, em desenvolvimento, é desconhecida. No entanto, uma possibilidade é de que as pessoas aprendem a se adaptar a suas forças e fraquezas, e por volta da metade de sua vida superam os sonhos irrealizáveis", disse Oswald.

Para o catedrático da Universidade de Warwick, outra possibilidade é a de que as pessoas alegres "vivem sistematicamente mais tempo".

A terceira explicação do fenômeno seria a de que os seres humanos, ao passarem pela morte de outras pessoas de sua idade, avaliam os anos que ainda lhes restam.Os pesquisadores detectaram que a mudança rumo à felicidade acontece lentamente, não de um ano para outro, e que a maioria das pessoas só supera os piores momentos quando chega aos 50 anos.

"Quando se chega aos 70, se você está em forma, sente-se tão feliz e mentalmente saudável quanto aos 20 anos. Talvez perceber que esses sentimentos são completamente normais na meia idade poderia ajudar as pessoas a passar por essa fase melhor", disse o pesquisador.

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Déa, a Aniversariante do Dia


Hoje é o aniversário da nossa muito querida Déa.
A maioria dos que fazem a AFA ainda não tiveram a oportunidade de conhecê-la pessoalmente. Mesmo assim, todos têm ciência que em nossa família existe essa pessoa maravilhosa, a quem costumo chamá-la de “irmazinha”.

Déa de Almeida Azicoff é filha de José, falecido em 1.958, que era o irmão mais velho de mamãe (Beatriz) e Tio Carlos. É irmã de Dulce e Dora, como também de Darcy, Dion e Dilson, todos residentes no Rio de Janeiro. Casada com Maurício, um perfeito gentleman, forma com ele um admirável casal.

A AFA deseja à aniversariante muitas felicidades e muitos anos de vida para que possamos ter sua agradável convivência por todo o tempo possível.
Sérgio Almeida Franco, Salvador/Ba

Flagrantes da Confraternização

Aroldo e Helena, ao centro, entre Aldemir e Paula


O gênio e a Avestruz


O homem entra no restaurante com um avestruz, e pede:


- Uma salada, batatas fritas e um suco de uva.


O avestruz diz:- Eu quero o mesmo.


Depois da refeição, o garçom pergunta:


- O senhor me desculpe, mas pode me explicar porque anda com um avestruz?


O homem suspira e responde:


- Um dia eu encontrei uma lâmpada com um gênio, e eu pedi para ter sempre ao meu lado alguém com bunda grande e pernas compridas, que sempre concordasse comigo...

Cérebro & Corpo


Entenda a relação entre cérebro, corpo, saúde e bem-estar


Atividade física traz felicidade e pode ser tão efetiva quanto antidepressivos


por Ricardo Arida


Mesmo curtos períodos de exercício, como uma breve caminhada, também podem desencadear um efeito positivo imediato.


"Estudos indicam que o exercício pode ser tão efetivo quanto os antidepressivos no tratamento da depressão. O exercício aeróbio regular por 30 minutos, praticado pelo menos três vezes por semana, pode ajudar pessoas com depressão moderada, que relatam melhora no humor"


Certamente, existem muitos benefícios do exercício físico regular na redução da pressão sanguínea, melhora da força e resistência, aumento da confiança e auto-estima, assim como melhora da diabete e doenças cardiovasculares. Ainda, a atividade física provoca uma ótima sensação de bem-estar.


Muitas pessoas esquecem ou ignoram os benefícios a curto e em longo prazo do exercício. Duas substâncias químicas envolvidas neste estado de bem-estar são o cortisol e as endorfinas.

O cortisol é um hormônio que quando produzido pelo corpo em excesso, como em situação de estresse, raiva, ansiedade e medo, provoca efeitos nocivos como diminuição da produção de testosterona, ação lenta da utilização da insulina, que atrapalha no transporte da glicose para as células musculares, evitando assim a reserva de glicogênio muscular. O cortisol age no cérebro provocando morte neuronal, etc. Nessas situações, o exercício físico ajuda a diminuir os níveis de cortisol.

As endorfinas, por sua vez, são substâncias que produzidas e liberadas no cérebro provocam sensação de bem-estar e o exercício físico libera essas endorfinas. Por exemplo: estudos mostram que uma única sessão de exercícios, com duração de 20 ou 30 minutos numa intensidade baixa ou moderada, leva à diminuição do desconforto da dor.
O exercício físico também induz a liberação de outras substâncias no cérebro, chamadas de neurotransmissores, como a serotonina e a dopamina, auxiliando na redução do estresse e ansiedade.

Além disso, *estudos indicam que o exercício pode ser tão efetivo quanto os antidepressivos no tratamento da depressão. O exercício aeróbio regular por 30 minutos, praticado pelo menos três vezes por semana, pode ajudar pessoas com depressão moderada, que relatam melhora no humor. Mesmo curtos períodos de exercício, como uma breve caminhada, também podem desencadear um efeito positivo imediato.

Se o exercício físico for realizado acompanhado de um amigo - com mesmo nível de condicionamento físico, pode ser ainda melhor, uma vez que a interação social ajuda na melhora da depressão. Assim, a melhora da saúde, da aparência física e a auto-imagem positiva levam a um melhor controle sobre suas atitudes e seu corpo. Isto pode fazer com que você se sinta mais confiante e seguro em outras áreas de sua vida aumentando sua auto-estima, o que faz você mais feliz.


Referencias: Craft LL, Perna FM. Prim Care Companion J Clin Psychiatry. 2004;6 (3):104-111. The Benefits of Exercise for the Clinically Depressed.
Goodwin, RD Preventive Medicine 36 (2003) 698?703. Association between physical activity and mental disorders among adults in the United States.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Pense num Tesoureiro!

Enquanto todos se divertem, Guto assessorado pela Neila e sob os olhares vigilantes de Aroldo Neto, cuida das finanças da AFA em plena Festa de Confraternização




6 coisas que você não sabia... sobre axé music


[por Gustavo Fioratti]


1+ Quem juntou as palavras "axé" e "music" pela primeira vez, para designar o estilo dançante tocado pelos trio elétricos baianos, nos anos 90, foi o jornalista Hagamenon Brito, que na época trabalhava para o jornal "Correio da Bahia".


2+ A expressão "tira o pé do chão", que todo cantor de axé music já gritou ao menos uma vez na vida, foi divulgada (alguns até arriscam criada) pelo cantor Netinho, durante uma execução ao vivo do hit "Milla", em Salvador ("Ô Miiiiiilla/ mil e uma noites de amor com você").


3+ E sabe quem é a tal Milla? Nem Netinho soube responder direito à pergunta. A música foi composta por Manno Góes e Tuca Fernandes, da banda Jamil e Uma Noites, em homenagem a uma ex-namorada de Manno, Milla Sampaio, hoje uma médica que vive em Recife.


4+ No fim dos anos 90, começa a exportação de axé music para Ásia e Europa. Entre os hits mais famosos lá fora estão "Milla", regravada por Netinho em oito línguas, inclusive russo; e a música "Mal Acostumado", da banda Ara Ketu, traduzida para dez idiomas, entre eles o francês.


5+ Acredite, a rainha do axé, Ivete Sangalo, já quis seguir carreira administrativa. Estudou na faculdade de secretariado executivo da Universidade Católica de Salvador. Parou os estudos para trabalhar como vendedora de shopping. Nos intervalos, vendia quentinhas preparadas por sua mãe. E, à noite, cantava em bares.


6+ O engenheiro de som do grupo Chiclete com Banana, Wilson Silva, foi o responsável por uma das maiores mudanças do cenário axé ao sugerir que as laterais dos trios fossem fechadas com caixas de som e os músicos passassem a se apresentar sobre o veículo.


Fonte: Caco de Telha Entretenimento; Netinho, intérprete; Eduardo Scott, assessor de Ivete Sangalo, In Press Porter Novelli Assessoria de Comunicação; e Manno Góes, do grupo Jamil e Uma Noites

Aquecimento global inspira algumas mudanças de estilo de vida


Fonte: Agência Reuters, Londres


Os britânicos começam a mudar seus estilos de vida em resposta ao aquecimento global, mas poucos estão dispostos a fazer escolhas mais duras e, em muitos casos, a motivação é o medo de punição, revelou uma pesquisa inédita.No topo da lista de atividades ambientalmente corretas está a reciclagem, com 90 por cento das pessoas entrevistadas afirmando que estão fazendo isso há mais de um ano.


Mas as razões dadas são, em sua maioria, relacionadas às regras e punições de conselhos locais, e não ao altruísmo, segundo pesquisa realizada pela empresa de propaganda Euro RSCG.


"Enquanto pessoas de todos os estilos de vida vêem agora as mudanças climáticas como um dos principais desafios enfrentados, para muitos a motivação para reduzir o impacto ao meio ambiente está relacionada à redução de custos --ou multas de conselhos locais", disse Russ Lidstone da Euro RSCG em Londres.


A segunda atividade mais popular é desligar os equipamentos elétricos, seguida pela troca para lâmpadas mais econômicas, diminuição da força do aquecedor central e redução do consumo de água.


Mas quando se trata de escolhas mais duras, as ações se tornam menos populares.Apenas 33 por cento disseram estar usando menos seus carros do que há um ano e apenas metade desse número decidiu usar menos vôos internacionais--fortes emissores de carbono, reponsável pelo efeito estufa.


(Reportagem de Jeremy Lovell)

domingo, 27 de janeiro de 2008

AFA KIDS


Sabe o que o tijolo falou pro outro?

Tem um ciumento entre nós.


Sabe que o café falou pro leite?

Pode vir quente que estou fervendo?


Sabe o que é o cúmulo da ignorância?

Abrir a caneta pra ver de onde sai a letra.


O que dá um cruzamento de cobra com porco espinho?

Um rolo de arame farpado.


Sabe a do elefante?Não?

Nem eu!


Sabe como se coloca 5 elefantes dentro do fusca?

2 na frente e 3 atrás


E cinco rinocerontes?

2 na frente e 3 atrás. É, mas tem que tirar os elefantes primeiro.


Como é que se esconde um elefante num pé de moranguinho?

Pinta as unhas dele de vermelho.


Você já viu um elefante escondido num pé de moranguinho?

não?Viu como esconde bem!?


Como faço pra passar um elefante debaixo de uma porta?

Põe ele num envelope e passa.


E pra não passar?

Dá um nó no rabo dele.


Um monte de canibais está cozinhado o homem branco e derrepente ele começa a rir.O canibal pergunta: Por que você está rindo?É que acabo de fazer xixi no caldo.

Currículo recheado não garante sobrevivência no mundo corporativo


Não é apenas no modo de se vestir e de falar que as pessoas devem ter atitude. Quando o assunto é o mercado de trabalho, o fator é determinante para o sucesso.
Pois é, um currículo recheado não basta para conseguir uma boa vaga! "São esses profissionais que saem na frente na hora da entrevista, mas eles só adicionam se tiverem atitude e transformarem todo o seu conhecimento em ações efetivas", disse o especialista em marketing e vendas, Cláudio Tomanini.
O aperfeiçoamento é importante para a carreira, para evitar a estagnação profissional. Somente participar de inúmeros cursos e palestras, por sua vez, não adianta para alavancar a carreira. "A cada dia que passa vemos a importância que se dá ao desenvolvimento continuado, por isso, acredito que os profissionais do 'isso eu já vi' contaminam cada vez mais o espaço corporativo com posturas arrogantes e nem sempre positivas", afirmou.
O profissional do 'isso eu já vi' é a denominação que Tomanini dá para aqueles que sempre sabem quais os conceitos que estão sendo passados.Visão do mercadoSomada ao conhecimento acadêmico e curricular, a visão é uma característica que forma um profissional apto e diferenciado. "Só aplica na prática o que aprendeu na teoria, de maneira eficaz, aquele que tem visão, fazendo acontecer conforme os objetivos definidos pela empresa. É preciso adaptar todos os cases estudados em sala de aula ao seu caso específico", disse.
Realmente, não existe nenhuma fórmula mágica que possa ser usada por todos para chegarem ao sucesso profissional. Muitos estudiosos, porém, já realizaram constatações sobre o tema. Herb Greenberg e Patrick Sweeney, autores do livro "O sucesso tem fórmula?", por exemplo, listaram os atributos daqueles que alcançaram o "topo".Dentre eles, estão otimismo, paixão pelo que faz, integridade, resiliência, empatia, competitividade, segurança, paciência e integridade. Veja os demais abaixo:

· Perseverança: não desistir no primeiro "não" ou se disserem que não possui capacidade;
· Foco no objetivo: a carreira deve ser um projeto importantíssimo na vida;
· Autoconhecimento: saber pontos fortes e fracos, para poder se controlar em determinadas situações;
· Enfrentar riscos: vencedores têm disposição para assumi-los;
· Agir sob pressão: apresentam bom desempenho em qualquer ambiente;
Organize o currículo Mesmo com tanta experiência, se o currículo não estiver bem organizado ou possuir algum erro de português, pode ter certeza de que a quantidade de cursos realizados não adiantará nada: você pode ser desclassificado sem ao menos participar de alguma entrevista. Por isso, todo o cuidado é pouco!

Você é incapaz de relaxar ou tem medo de férias?


Na lista de comportamentos em extinção, muita gente colocaria, hoje, férias de 30 dias.

Isto mesmo... Muita gente!

É assim que pensam as pessoas que sofrem com o estresse de férias ou vacation phobia (medo de férias, em inglês). O termo, criado por Cary Cooper, professor de Psicologia Organizacional e Saúde da Manchester School of Management, nunca esteve tão atual.

Em uma época em que o mercado de trabalho causa alterações de comportamento diante do acúmulo de funções e da possibilidade do desemprego, o direito ao descanso anual, garantido por lei, ultrapassa o status de benefício para se tornar um problema.

“Isso acontece, porque, apesar da maioria das pessoas saber que as férias são uma pausa indispensável para a manutenção da qualidade de vida, algumas simplesmente não conseguem se desligar dos compromissos diários”, afirma a psicóloga Adriana de Araújo, especializada no tratamento de fobias.

Segundo dados da International Stress Management Association-Brasil (Isma-BR), o medo de férias tem aumentado. É o que comprova a última pesquisa da Isma- BR sobre o assunto, realizada com 678 profissionais, na faixa etária entre os 25 e 55 anos, moradores das cidades de São Paulo e Porto Alegre.

Dos pesquisados, 38% admitiram ter medo de dar uma pausa muito grande no trabalho e tirar férias de 30 dias. Por quê? Para entender este comportamento, a psicóloga Adriana de Araújo, autora do livro O Segredo para Emagrecer, lembra que as pessoas, atualmente, ao se obrigarem a fazer tudo, não suportam a pressão e têm receio de ficar muito tempo parado sem fazer nada. “Estas pessoas sentem que estão ficando para trás e que na volta do descanso terão serviço dobrado.

É preciso controlar a ansiedade para que o estresse não chegue à fase de exaustão, que leva a instabilidade emocional e doenças”, alerta a psicóloga.

Os chamados workaholics ou viciados em trabalho, por exemplo, com o passar do tempo, não conseguem dar uma pausa ao ritmo alucinante de atividades, exigências e metas. Os 365 dias do ano se tornam insuficientes.

Pouco a pouco, a fadiga e a fraqueza, a irritabilidade, a impaciência e a dor muscular podem ficar rotineiras. “Somam-se a esses outros sintomas, tais como medo, insegurança e doenças ocupacionais.

O sinal vermelho é dado quando ocorrem seqüelas mais graves, como infartos e derrames”, diz a hipnoterapeuta.A psicóloga afirma que uma das formas para diminuir a ansiedade provocada pela pressão do mercado de trabalho é se tornar competitivo.

“As pessoas devem manter os seus currículos atualizados, fazer cursos de aperfeiçoamento e manter uma rede social — o chamado network — que será um meio de mantê-las antenadas com as novas oportunidades de trabalho”, diz Adriana de Araújo. Segundo ela, as preocupações que assolam os trabalhadores na modernidade são plausíveis, mas devem ser administradas.


Planejamento das férias

Por mais óbvio que pareça, férias não programadas ou mal programadas, em que não haja tempo para relaxar, descansar e recarregar as baterias podem gerar um forte estresse, assim como qualquer outro momento do cotidiano.

Outro grande perigo está nos extremos. O excesso ou mesmo nenhuma atividade praticada durante as férias também pode causar estresse. “O importante é se desligar do trabalho e dos problemas pessoais. Não é bom ‘aproveitar as férias’, por exemplo, para fazer uma cirurgia ou resolver alguma pendência”, aconselha. O planejamento para o descanso faz a diferença nessa hora.

A seguir, a especialista fornece algumas dicas que podem auxiliar o profissional ansioso a aproveitar melhor o seu tempo de descanso:

1. Divida as férias em pelo menos duas etapas de 10 dias ou duas de 15;

2. Antes de se retirar do escritório, entregue tudo o que está sob sua responsabilidade, não deixe pendências no ar;

3. Quando estiver fora, delegue suas funções a um profissional capacitado;

4. Deixe uma resposta automática informando sobre suas férias na caixa de e-mails e no celular;

5. Não transfira seus recados de trabalho para o e-mail pessoal ou para o seu próprio celular;

6. Não telefone para o trabalho para saber ‘como andam as coisas na sua ausência’;

7. Priorize as coisas que te dão prazer e o que você tem adiado por falta de tempo: meditar, fazer yoga, ir ao cinema...;

8. Se você vai viajar nas férias, evite sair em seguida. Programe-se e escolha com antecedência um roteiro que se encaixe no seu ritmo. É importante também voltar de viagem ao menos um dia antes de retornar ao trabalho para organizar a sua vida pessoal.

No mais, segundo a psicóloga Adriana de Araújo, “é apostar firmemente na idéia de que você merece alguns dias de descanso e que é capaz de aproveitá-los de uma maneira inteligente e racional, sem transformar as férias num período estressante”, recomenda.


Após as férias

Para os workaholics, a psicóloga recomenda que os cuidados que foram observados durante as férias devem ser adotados também fora do período de férias, acrescidos de outras recomendações: tais como fazer exercícios físicos, cuidar da mente e do corpo e procurar manter o equilíbrio entre trabalho e lazer.

“Outra observação importante é que para render mais no trabalho, deve-se ter a mente descansada enquanto se trabalha. Nossa atenção costuma se desviar depois de 90 minutos, portanto, devemos usar essa informação a nosso favor e estudar ou trabalhar, fazendo pausas de 10 minutos entre esses 90.

Qualquer trabalho rende mais se você utilizar essa forma de atenção e descanso”, recomenda a hipnoterapeuta.

sábado, 26 de janeiro de 2008

Chapeuzinho Vermelho na imprensa


DIFERENTES FORMAS DE CONTAR A MESMA HISTÓRIA

JORNAL NACIONAL(William Bonner):

"Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem...".


(Fátima Bernardes): "... Mas a atuação de um caçador evitou uma tragédia".


FANTÁSTICO(Glória Maria):

"... Que gracinha, gente. Vocês não vão acreditar, mas essa Menina Linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?"


CIDADE ALERTA(Datena):

"... Onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as Autoridades?! A menina ! Para a casa da avozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva... Um lobo, um lobo Safado. Põe na tela!! Porque eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não. Não tenho medo de lobo, não."


REVISTA VEJA

Lula sabia das intenções do lobo.


REVISTA CLÁUDIA

Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.


REVISTA NOVA

Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama.


REVISTA MARIE-CLAIRE

Na cama com o lobo e a vovó.


FOLHA DE S. PAULO

Legenda da foto: "Chapeuzinho, à direita, Aperta a mão de seu Salvador". Na matéria, box com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Chapeuzinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.


O ESTADO DE S. PAULO

Lobo que devorou Chapeuzinho seria filiado ao PT.


ZERO HORA (PORTO ALEGRE)

Avó de Chapeuzinho nasceu no RS.


AQUI

Sangue e tragédia na casa da vovó.


REVISTA CARAS
(Ensaio fotográfico com Chapeuzinho na semana seguinte)Na Banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: "Até ser devorada, eu não dava valor para muitas coisas da vida. Hoje sou outra pessoa"


PLAYBOY
(Ensaio fotográfico no mês seguinte)Veja o que só o lobo viu.


REVISTA ISTO É

Gravações revelam que lobo foi assessor de político Influente.


G MAGAZINE
(Ensaio fotográfico com lenhador)

Lenhador mostra o machado


Enviado por Luciano Garrido, Salvador/Ba

Sharapova vence o Aberto da Austrália


Acompanho com interesse o mundo do tênis. E reconheço na bela Maria Sharapova, prestes a completar 21 anos, um exemplo a ser admirado em todos os sentidos. Nascida na Rússia em 10 de abril de 1.987, começou a jogar aos quatro anos de idade. Observada por Martina Navratilova, foi aconselhada a se mudar para os Estados Unidos para ser tenista profissional.


E assim foi feito. Aos nove anos, acompanhada apenas por seu pai, já que sua mãe ficara na Rússia por não poder acompanhá-los devido à falta de recursos, chegaram os dois nos EEUU "com uma mão na frente e outra atrás”.


Maria Sharapova, já aos 17 anos, conquistou o torneio de Wimbledon. Posteriormente, ganhou o US OPEN e nessa última madrugada o Aberto da Austrália, engordando sua conta bancária em mais US$ 1,5 milhão.


Fica, por enquanto, lhe faltando a conquista de Roland Garros na França para completar o Grand Slam, que é o conjunto dos quatro torneios mais importantes do circuito profiossional. Mas isso será apenas uma questão de tempo. Seu jogo se caracteriza por bater forte na bolinha o tempo todo.


É considerada uma das 50 mulheres mais bonitas do mundo. Ganha atualmente cerca de US$ 20 milhões por ano e a maior parte não vem das quadras e sim de suas aparições no mundo da propaganda, graças à beleza que Deus lhe deu.


E se tudo isso é pouco, Sharapova teve do outro lado da rede uma adversária não apenas no esporte e sim também na beleza. Ana Ivanovic da Sérvia, sete meses mais nova, é uma morena muito bonita e que também joga demais. Sorte de quem viu essa final.
Ivanovic já é a segunda do ranking. Sharapova, devido a problemas com contusões em 2.007, perdeu posições, que vem recuperando. Atualmente, é a quinta.


Sérgio Almeida Franco, Salvador/Ba




Ana Ivanovic da Sérvia e Sharapova da Rússia, finalistas em Melbourne, Austrália, levantam seus troféus.

Flagrantes da Confraternização

Teresa, em primeiro plano, sorri para a câmera na noite da Confraternização de Natal







AFA KIDS


A Grande Surpresa
A mãe de Juquinha entra subitamente na cozinha e pega ele tirando chocolates de dentro do armário para comer escondido. Ela exclama com surpresa:
- Francamente, Juquinha, estou admirada em encontrá-lo aqui!
- Pois saiba que eu estou muito mais! - respondeu Juquinha

- Pensei que a senhora tinha saido.


A Flecha
Batem na porta de Dona Maria. Dona Maria abre. Diante dela está o Juquinha.
- Dona Maria, eu posso entrar lá no seu quintal?
- Não. Deixa que eu vou pra você. Que é que foi que caiu lá desta vez?
- Minha flecha.
- E onde é que ela está?
- Espetada no seu gato.

Uma ajudinha
Estava um garoto todo esticado tentando alcançar uma campainha.
Passa por ele um policial e pergunta se quer ajuda.
- Sim seu Guarda, será que dava para o Senhor tocar à campainha por mim?
O policial assim fez. E grita o garoto saindo em desembalada carreira:
- Agora fuja que eles costumam jogar água ...

Uma Questão de Ponto de Vista
E lá estava o menino segurando no rabo do Gato e o gato fazendo a maior algazarra.
Chega sua Mãe e diz:
- Pare de puxar o rabo desse Gato menino!
Ele sem se alterar responde:
- Eu não tô puxando Mãe, só Estou segurando, quem tá puxando é Ele...

Monoglota Polinível


Um político que estava em plena campanha chegou a uma cidadezinha, subiu em um caixote e começou seu discurso:

- Compatriotas, companheiros, amigos! Nos encontramos aqui convocados, reunidos ou ajuntados para debater, tratar ou discutir um tópico, tema ou assunto o qual é transcendente, importante ou de vida ou morte. O tópico, tema ou assunto que hoje nos convoca, reúne ou ajunta, é minha postulação, aspiração ou candidatura à Prefeitura deste Município.

De repente, uma pessoa do público pergunta:
- Escuta aqui, por que o senhor utiliza sempre três palavras para dizer a mesma coisa?

- Ah, responde o candidato -Pois veja, meu senhor:
A primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto como poetas, cescritores, filósofos, etc.
A segunda é para pessoas com um nível cultural médio como o senhor e a maioria dos que estão aqui.
E a terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele bêbado ali jogado na esquina.

De imediato, o bêbado se levanta cambaleando e responde:
- Senhor postulante, aspirante ou candidato . (hic). O fato, circunstância ou razão de que me encontre em um estado etílico, bêbado ou mamado ... (hic) não implica, significa, ou quer dizer que meu nível cultural seja ínfimo, baixo ou ralé mesmo ... (hic). E com todo o respeito, estima ou carinho que o Sr. merece... (hic), pode ir agrupando, reunindo ou
ajuntando... (hic), seus pertences, coisas ou bagulhos ... (hic) e encaminhar-se, dirigir-se ou ir-se diretinho à sua genitora, mãe biológica ou p q p

Enviado por Luciano Franco, Fortaleza/Ce.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

PROVÉRBIO AFRICANO




TODOS OS DIAS DE MANHÃ, NA ÁFRICA, O ANTÍLOPE DESPERTA.

ELE SABE QUE TERÁ DE CORRER MAIS RÁPIDO QUE O MAIS RÁPIDO DOS LEÕES,

PARA NÃO SER MORTO.

TODOS OS DIAS, PELA MANHÃ, DESPERTA O LEÃO.

ELE SABE QUE TERÁ DE CORRER MAIS RÁPIDO QUE O ANTÍLOPE MAIS LENTO,

PARA NÃO MORRER DE FOME.

NÃO INTERESSA QUE BICHO VOCÊ É, SE É LEÃO OU ANTÍLOPE.

QUANDO AMANHECE, É MELHOR CORRER

Enviado por Airton Gondim, Fortaleza/Ce

Ou Deus ou o Dinheiro

O livro de Anton Rotzetter, COM DEUS NOS DIAS DE HOJE, publicado em 2003 pela Editora Vozes e pela FFB (Família Franciscana do Brasil), e que representa o resultado de toda a reflexão da Família Franciscana mundial a partir do Vaticano II, contém uma grande quantidade de assuntos palpitantes. No ano passado já foi divulgada uma mensagem extraída desse livro: 19 – A RIQUEZA DE UM POBRE. Na época eu havia preparado mais outras mensagens do mesmo livro, que passo a transmitir agora - C.A.

Carlos Almeida Pereira, Campina Grande/Pb

36. Ou Deus ou o dinheiro

Nos tempos de São Francisco o dinheiro começou a se transfor­mar em uma espécie de superpoder. Não demorou a deixar de lado o Deus da vida. Ou Deus ou o dinheiro - esta era a ques­tão! Francisco e seus seguidores escolheram Deus e rejeitaram radicalmente o dinheiro.
Uma vez alguém colocou dinheiro sobre o altar da Porciún­cula. Um frade entrou na igreja, viu as moedas e foi colocá-las no parapeito de uma janela. Mas um outro pegou-as ali e foi levá-las a Francisco. Então Francisco quis saber quem havia colocado aquele dinheiro no parapeito da janela. Perguntou ao frade que o fizera: "Por que fizeste isso? Não sabias que eu não só não quero que os frades usem dinheiro, mas que nem mesmo toquem nele?" Ouvindo isso, o frade abaixou a cabeça, pôs-se de joelhos, confessou a sua culpa e pediu que lhe impusesse a penitência. O santo deu-lhe por penitência que levasse aquelas moedas para fora da igreja com a boca e fosse jogá-las em cima de um esterco de burro. Ele precisava experimentar com todos os seus sentidos que esterco é esterco (segundo Anônimo Perusino 30).
Nos dias de hoje, quando não é possível viver sem dinheiro, uma história como esta pode deparar-se com total in­compreensão. Mas ela mostra com clareza o pensamento de nosso Pai São Francisco em relação ao dinheiro, que deveria cuidar do homem, satisfazer suas necessidades básicas, garantir prosperidade e bem-estar para todos. No capitalismo, entretanto, trata-se de fato de acumular dinheiro.
Hoje o dinheiro se acumula em quan­tidades incalculáveis em mãos de pessoas individuais. Quanto pode ser insensata a acumulação de dinheiro, pode-se perceber sobretudo no esporte. O jogador de basquete Shaquille O'Neil ganha, por contrato, 127 milhões de dólares em sete anos. O presidente dos Estados Unidos, que certamente não é uma pessoa necessitada, teria que permanecer no posto por 600 anos para ganhar tanto quanto S. O'Neil em sete anos. Um americano com o salário mínimo legal de 5,15 dólares a hora deveria tra­balhar durante 10.735 anos para ganhar o mesmo. O'Neil ga­nha 4.500 dólares por minuto ou 350.000 dólares por semana O que se observa nesse único exemplo faz parte da essência do capitalismo.
Os mais importantes promotores do capitalismo são os gran­des grupos internacionais. Também o "Fundo Monetário Inter­nacional" e o "Banco Mundial" são hoje instituições que promovem o capitalismo, apesar de terem sido fundados origi­nalmente para fazer com que os países pobres participassem da riqueza dos ricos. O que ocorre hoje é exatamente o contrário: eles são instrumentos de exploração. Pelos empréstimos aos países pobres, os países do Terceiro Mundo tiveram que pagar juros tão altos que ultrapassam muitas vezes o valor dos créditos. Além disso, os países po­bres só têm acesso a estes créditos quando aceitam o programa eco­nômico neoliberal: privatização das empresas estatais, abertura total do mercado. Eles têm que acomodar-se às flutuações do fluxo internacional do dinheiro. Em última análise trata-se, portanto, de adequar as economias nacionais às normas gerais do mercado internacional. Dessa forma a economia vai se subtrain­do cada vez mais à intervenção reguladora do estado. É bem verdade que nas mencionadas instituições já se levantam hoje também vozes críticas.
O antigo presidente de Zâmbia, Kenneth Kaunda, criticou veementemente, em 1996, a políti­ca da dívida do Banco Mundial e das nações industrializadas. Ele chama a crise da dívida de uma tragédia humana. Morrem pessoas, morrem crianças, reina a guerra civil, as estruturas sociais e políticas se arruínam. Muito disso pode ser atribuído à crise da dívida. No livro do Deuteronô­mio se diz: “Se teu irmão fica pobre, de­ves acolhê-lo, mas não exigir juros”. Em 1993, os países africanos pagaram cerca de 350 milhões de dólares a mais ao FMI do que recebe­ram dele. Quer dizer que a África trabalha para seus credores, e não para si própria.
Um papel ainda maior é desempenhado por uma pequena multidão de especuladores inescrupulosos, que tiram imensas quantidades de dinheiro dos países ricos e pobres e dirigem o fluxo de dinheiro de tal forma que ele falte em toda parte onde os estados precisam cumprir suas tarefas. 98,4% de todo o di­nheiro do mundo é empregado para tais fins de especulação (fonte: Banco Intemacional de Compensações, citado por Duchrow). O presidente Jacques Chirac da França chamou estes especula­dores de a "aids da economia mundial".
João Paulo II diz: “O princípio de que as dívidas têm que ser pagas é correto, sem dúvida, Mas não é permitido pretender ou exigir um pagamento que obrigue a tomar medidas que levariam povos inteiros à fome e ao desespero. Não se pode exigir que as dívidas acumuladas sejam pagas com sacrifícios impossíveis de suportar. É necessário encontrar formas de aliviar os pagamentos, ampliar os prazos ou mesmo cancelas as dívidas, que sejam compatíveis com o direito fundamental dos povos por sua manutenção e progresso” (Centesimus Annus 35).
Texto de Anton Rotzetter, Com Deus nos dias de Hoje, p. 277ss.
Tradução e adaptação de Carlos Almeida

Beleza !

Laís, Priscila, Mariana, Sofia e Daniele (da esq. p/direita), na Festa de Confraternização


Beleza Matemática

1 x 8 + 1 = 9
12 x 8 + 2 = 98
123 x 8 + 3 = 987
1234 x 8 + 4 = 9876
12345 x 8 + 5 = 98765
123456 x 8 + 6 = 987654
1234567 x 8 + 7 = 9876543
12345678 x 8 + 8 = 98765432
123456789 x 8 + 9 = 987654321

1 x 9 + 2 = 11
12 x 9 + 3 = 111
123 x 9 + 4 = 1111
1234 x 9 + 5 = 11111
12345 x 9 + 6 = 111111
123456 x 9 + 7 = 1111111
1234567 x 9 + 8 = 11111111
12345678 x 9 + 9 = 111111111
123456789 x 9 +10= 1111111111

9 x 9 + 7 = 88
98 x 9 + 6 = 888
987 x 9 + 5 = 8888
9876 x 9 + 4 = 88888
98765 x 9 + 3 = 888888
987654 x 9 + 2 = 8888888
9876543 x 9 + 1 = 88888888
98765432 x 9 + 0 = 888888888

Lindo, não? Veja agora essa simetria:

1 x 1 = 1
11 x 11 = 121
111 x 111 = 12321
1111 x 1111 = 1234321
11111 x 11111 = 123454321
111111 x 111111 = 12345654321
1111111 x 1111111 = 1234567654321
11111111 x 11111111 = 123456787654321
111111111 x 111111111=12345678987654321

Café da manhã deve ser a refeição mais calórica do dia, dizem especialistas


Comer mais no café da manhã e menos nas outras refeições pode ser o segredo para limitar o ganho de peso em adultos de meia idade, segundo estudo publicado no “American Journal of Epidemiology”.


Avaliando quase 7 mil pessoas com idades entre 40 e 75 anos, os pesquisadores observaram que aqueles que consumiam maior proporção de calorias diárias totais na primeira refeição do dia ganhavam menos peso que os outros – participantes que ingeriam de 22% a 50% do total de calorias diárias no café da manhã ganharam 0,79kg, contra 1,23kg entre aqueles que consumiam não mais de 11% das colorias diárias nessa refeição.


Com isso, eles concluíram que o remanejamento do consumo de calorias, com maior ingestão pela manhã, e menos no resto do dia, pode ajudar a reduzir o ganho de peso nas pessoas de meia idade.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Aldemir Filho na Rádio DOSVOX


A entrevista que o Aldemir Filho concedeu ao programa CONVERSA QUE INTERESSA entrou na programação da Rádio DOSVOX, ele fala sobre a potência petrolífera que é o Brasil e da competência da Petrobras em perfurar em águas profundas, relata também como é a vida no mar.


Para conferir toda programação acesse o
endereçohttp://intervox.nce.ufrj.br/dosvox/radio.ram ou acesse o página
http://www.sac.org.br/Radio.HTM no link "Clique aqui para ouvir a Rádio DOSVOX".


É preciso ter o Real Player instalado.


Enviado por Alexandre Almeida, Fortaleza/Ce

Teste de Português

ESSA QUASE NINGUÉM ACERTA.

Aí vai um desafio para quem quiser testar seus conhecimentos de língua Portuguesa.

Trata-se de um teste realizado em um curso na American Airlines.

Na frase abaixo deverá ser colocado 1 ponto e 2 vírgulas para que a frase tenha sentido.

PENSE antes de ver a resposta que está no final da postagem.

MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA MÃE DISSE ELA PEGUE A TOALHA.

OBS.: pense, não olhe a resposta antes de tentar acertar .

pense mais um POUCO....


x x x x x


RESPOSTA: MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA. MÃE, DISSE ELA, PEGUE A TOALHA.

A 'pegadinha' está no fato do uso do verbo suar, confundindo com o pronome possessivo (sua)...

A Língua Portuguesa é fogo, mesmo..

Enviado por José Carlos Silva, Salvador/Ba

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Simplesmente Beni

Beni é tão envolvida com a AFA que, em Portugal, em viagem de férias com o Pedro Ernesto, saiu pesquisando sobre a existência de membros da família Almeida por lá.

Descobriu uma cidade com o nome de Almeida.

Isso é um belo exemplo de comprometimento com a causa da AFA.

Beni, você anda fazendo muita falta. Mande notícias.

Para trocar uma lâmpada, quantas pessoas são necessárias?



Depende do tipo de pessoa:


Tias ?
Duas: uma chama o electricista e a outra prepara os drinques.


Psicólogos ?

Apenas um, mas a lâmpada PRECISA QUERER ser trocada.


Loiras?

Cinco: uma para segurar a lâmpada e outras quatro para girarem a cadeira.
Gays?
Seis: um para trocar e cinco para ficar gritando: Linda! Poderosa!Maravilhosa! Divina! Tuuudoo!


Consultores?

Dois... Um sempre abandona o trabalho no meio do projeto.


Bêbados?

Um, só para segurar a lâmpada, enquanto o teto vai rodando.


Informáticos ?

Trocar para quê! Não há qualquer problema com a lâmpada velha, porque nos testes aqui no escritório ela funcionava bem .


Ativistas Gays?

Nenhum. A lâmpada não precisa mudar, para ser aceita pela sociedade.


Cantores Românticos ?

Dois: um troca a lâmpada e o outro escreve uma canção sobre os bons tempos da lâmpada antiga...


Machões?

Nenhum: macho não tem medo do escuro.


Dondocas ?

Duas: uma para segurar a Coca light e outra para chamar o Paizinho.


Americanos ?

Um só: ele segura a lâmpada e o mundo gira ao seu redor.


Mulher com TPM?

Só ela! Sozinha!! Porque ninguém, dentro desta casa sabe como trocar uma lâmpada! São um bando de IMPRESTÁVEIS!!! Eles nem percebem que a lâmpada se queimou! Eles podem ficar em casa no escuro durante três dias antes de notar que a porcaria da lâmpada se queimou! E quando eles notarem, vão passar mais cinco dias esperando que EU troque a lâmpada, porque eles acham que eu sou a ESCRAVA deles!!! E quando eles se derem conta de que eu não vou trocar a lâmpada, eles ainda vão ficar mais dois dias no escuro porque não sabem que as lâmpadas novas ficam dentro da porcaria da despensa! E se, por algum milagre, eles encontrarem as lâmpadas novas, vão arrastar a poltrona da sala até o lugar onde está a lâmpada queimada e vão arranhar o chão todo, porque são INCAPAZES de saber onde a escada está guardada! É inútil esperar que eles troquem a lâmpada, então sou eu mesmo quem vai trocá-la! E como eu sou uma mulher independente, vou lá e troco! E SOME DA MINHA FRENTE!!!

Profissões do futuro


Especialistas indicam quais são as carreiras mais promissoras e em que áreas estão surgindo as melhores oportunidades de trabalho


Por CLAUDIA JORDÃO Revista ISTO É

Foto de Edu Lopes
Clique nas palavras abaixo e enriqueça seu conhecimento sobre as possibilidades de realização profissional nessas cinco áreas estratégicas


Imaginar como será o Brasil nos próximos anos é um desafio para estudiosos e pesquisadores. Para traçar um panorama dos principais segmentos com potencial de crescimento, das carreiras mais promissoras e descobrir onde estarão as oportunidades de emprego, ISTOÉ recorreu a duas dezenas de especialistas.


Após ouvir economistas, sociólogos, educadores, empresários, consultores e estudiosos do futuro, cinco áreas se destacaram: Tecnologia, Agronegócio e Meio Ambiente, Qualidade de Vida, Educação e Entretenimento.


Uma série de mudanças relativas ao trabalho está em curso. É unânime entre os estudiosos que será valorizado o profissional que dominar mais de uma seara. Será a combinação de duas formações (ou mais) que lhe dará instrumentos para vencer os desafios.


Além disso, por causa da tecnologia - o grande motor transformador que permeia todas as áreas citadas -, os limites entre casa e trabalho serão tênues e horário fixo poderá virar ficção. O que importará serão os resultados. É um mundo novo e cheio de possibilidades, inspirador e competitivo.

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

O aniversariante do dia


Luciano hoje muda de idade.

Músico talentoso e compositor inspirado, herança da mãe Beatriz com quem aprendeu os primeiros acordes, tem o reconhecimento nacional da crítica especializada e dos colegas musicistas, sobretudo por sua apurada formação jazística. Já se apresentou para platéias das mais seletas e exigentes, tanto em shows próprios como de grandes astros locais ou nacionais. Mesmo assim, não é na plenitude um músico exclusivamente profissional, pois formado em Administração tem uma outra profissão, servindo na Secretaria de Agricultura do Estado.

É incontável a lista de artistas brasileiros de primeira grandeza com quem ele já se apresentou. Só como exemplo, é presença constante na banda que acompanha no Ceará o virtuoso acordeonista Dominguinhos. Fez várias apresentações no Festival de Jazz de Guaramiranga, talvez o mais importante do país. Atualmente, está finalizando seu segundo CD instrumental, que, a exemplo do primeiro, é feito apenas por composições de sua autoria.

Tem dado importante colaboração à AFA nos eventos acompanhando voluntariamente ao violão ou teclados grandes atrações com quem, a propósito, mantém intenso relacionamento artístico.

Pai de Luciana e Vinícius é dotado de fino senso de humor, provavelmente uma compensação pelo fato de ter nascido em Cascavel/Ce e de ser um dos raros torcedores do Ferrim, e assim ser um dos passageiros da Kombi...

A AFA deseja muito sucesso e também muitos anos de vida ao aniversariante.





Ai! Se sêsse


Autor: Zé da Luz


Se um dia nós se gostasse;

Se um dia nós se queresse;

Se nós dois se impariásse,

Se juntinho nós dois vivesse!

Se juntinho nós dois morasse

Se juntinho nós dois drumisse;

Se juntinho nós dois morresse!Se pro céu nós assubisse?

Mas porém, se acontecesse

qui São Pêdo não abrisseas portas do céu

e fosse,te dizê quarqué toulíce?

E se eu me arriminassee tu cum insistisse,

prá qui eu me arrezorvessee a minha faca puxasse,

e o buxo do céu furasse?...

Tarvez qui nós dois ficasse tarvez qui nós dois caíssee

o céu furado arriassee as virge tôdas fugisse!!!


Severino de Andrade Silva (Zé da Luz), nasceu em Itabaiana, PB, em 29/03/1904 e faleceu no Rio de Janeiro-RJ, em 12/02/1965

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Papo furado


Escolha bem as palavras, porque "alugar" o ouvido dos outros é falta de educação


"Como vai?" ou ainda "Está tudo bem?". Assim como eu, sei que você conhece bem essas expressões, usadas por muita gente como cumprimento diário ou num reencontro com alguém conhecido. O perigo é que algumas pessoas levam essas perguntas ao pé da letra e respondem desfiando um rosário de reclamações sobre a vida. São tantas lamentações que acabam por deprimir o mais otimista dos seres humanos. A pessoa que fez a pergunta, coitada, se arrepende amargamente e jura nunca mais repetir a dose. Acredite: nada pior do que cair nessa armadilha - principalmente quando você está com uma pressa daquelas e não tem absolutamente nenhuma intimidade com a pessoa que está lhe fazendo de analista.


Quando alguém lhe fizer essas perguntas e, principalmente, se isso ocorrer em seu ambiente de trabalho, seja elegante e responda sempre que tudo vai muito bem, obrigado. Deixe para abrir seu coração aos que, de fato, moram nele: amigos, parentes e colegas de trabalho com os quais você se identifica. E assim mesmo escolha hora e lugar para fazer seu desabafo. Antes de começar, certifique-se de que o ouvinte está realmente disponível. A mesma regra vale para conversas telefônicas. "Alugar" o ouvido dos outros é uma tremenda falta de educação.


Aliás, outro exemplo típico de "aluguel auricular" é o daquelas pessoas que vivem pedindo favores. Acham que dando mil voltas disfarçam o fato de ser interesseiras. Que feio! Primeiro porque é péssimo ficar pedindo favores o tempo todo, sem nenhum critério. Segundo, porque não há necessidade de enrolar. Se você não é um pedinte contumaz, vá direto ao assunto. Assim, os dois lados economizam tempo.


Não seja egocêntrico imaginando que somente você é ocupado, tem problemas, precisa das coisas e trabalha demais - isso é a vida, amigo. Pessoas extrovertidas e comunicativas usualmente falam muito. Já as inconvenientes falam demais... E quem fala demais acaba falando o que não deve - conta sua última doença para alguém que não tem nada a ver com a história; acaba, por falta de assunto, comentando coisas inadequadas (ou, pior, pouco éticas) no ambiente de trabalho; enfim, sempre termina fazendo uma fofoca. Então, vigie-se fique atento. Comunique-se, sim, é claro - mais do que nunca, hoje, quem não se comunica se trumbica. Mas faça-o da forma certa. Jamais caia na tentação de passar adiante algo que lhe tenha sido contado e que lhe pareça pessoal ou confidencial, e também não queira saber além do limite permitido sobre as particularidades da vida dos outros.


Fonte: Exame Você S/A - 30 Lições de Etiquetas - Por Célia Leão

Aquecimento Global


É só clicar no link, abaixo. O planeta agradece.


. http://www.omnilife.com/videos/videos_varios/calentamiento.swf

domingo, 20 de janeiro de 2008

25 anos sem a genialidade de Mané Garrincha

Por Juca Kfouri


Pelé deixava o estádio boquiaberto. Garrincha fazia o estádio gargalhar.
O Rei beirava a perfeição, como Michelangelo. Mané alegrava, como Van Gogh.
O "Atleta do Século" era Spielberg. A "Alegria do Povo" era o próprio Chaplin.
Um lembrava Beethoven, o outro, Mozart.
O Rei Pelé, é o melhor de todos os tempos. Mané Garrincha, a "Alegria do Povo", foi o segundo.
Mesmo que o mundo não reconheça, Garrincha foi sim, o segundo melhor jogador da história do futebol.
E com Pelé e Garrincha juntos, a Seleção Brasileira jamais perdeu um jogo sequer. Foram 40 partidas, 36 vitórias e apenas quatro empates.

Por herético que pareça, Garrincha conseguiu ser até mais importante que Pelé nas duas Copas do Mundo vencidas pela Seleção Brasileira com ambos em campo -- em 1958, na Suécia, e em 1962, no Chile.
Na primeira, o Brasil provavelmente venceria mesmo sem o menino Pelé, com 17 anos. Teria sido mais difícil, sem seus seis gols e tanta genialidade. Mas, sem Mané, talvez tivesse sido impossível, arma letal para desarrumar as defesas européias.
Indiscutível, no entanto, que na Copa do Chile, na qual Pelé saiu machucado no segundo jogo, Garrincha fez pelo Brasil o que só Maradona foi capaz de fazer pela Argentina, no México, 24 anos depois: ganhou a Copa praticamente sozinho.

E um jornal chileno, "El Mercúrio", perguntou, durante a Copa do Mundo de 1962, em manchete: ´´De que planeta viene?``
Garrincha veio de um planeta desconhecido da imensa maioria dos atletas europeus, mas velho conhecido dos jogadores do Terceiro Mundo.
O campinho que serviu de palco para seus primeiros jogos quando ainda menino ficava à beira de uma ribanceira.
Ruy Castro descreve: "Conduzir a bola descalço, sem torcer o pé num daqueles buracos, já seria uma façanha. Driblar perto da ribanceira sem deixar a bola escorrer por ela, façanha maior ainda. Garrincha praticava as duas proezas com a maior facilidade. No primeiro caso porque, de tanto topar com os buracos, aprendera a driblá-los junto com o adversário; no segundo, porque detestava ter de descer a pirambeira para buscar a bola – donde tentava não perdê-la. O normal era que jogassem Garrincha e mais dois contra sete ou oito, para a partida ficar equilibrada".
Com um aprendizado em tais condições, só mesmo os italianos ficaram surpresos com a atuação dele num amistoso diante da Fiorentina, pouco antes da Copa do Mundo de 1958.

É ainda Ruy Castro quem narra: "O Brasil já ganhava por 3 a 0, mas o quarto gol, que foi de Garrincha, aos 30 minutos do segundo tempo, sangrou a Fiorentina até a morte. Garrincha transformou os italianos em soldadinhos de cartas, um derrubando o outro à sua passagem. Robotti foi o primeiro que ele driblou. Magnini apareceu para ajudar Robotti e foi igualmente driblado. O goleiro Sarti abandonou a meta para enfrentar Garrincha e também foi fintado. Com o gol vazio, Garrincha poderia ter chutado, mas Robotti conseguira voltar para combatê-lo. Garrincha tirou-o da jogada com um drible de corpo e Robotti teve de segurar-se na trave para não cair. Garrincha, então, apenas caminhou com a bola até dentro do gol". Como se quisesse evitar que a bola descesse ribanceira abaixo.
Diz a lenda que a brincadeira tirou-o do time titular do Brasil no começo da Copa e , fábula ou não, o fato é que ele só entrou na equipe no terceiro jogo, quando enlouqueceu os soviéticos do começo ao fim da partida.

Entre 1955 e 1962, Mané Garrincha foi isso, arte em estado puro.
De 1962 em diante, embora tenha jogado a Copa da Inglaterra, em 1966, ele tentou apenas sobreviver.
Seus joelhos já estavam em situação miserável e o alcoolismo se acentuava dramaticamente.
O melhor ponta-direita da história não conseguia driblar seus fantasmas e, no dia 20 de janeiro de 1983, nove meses e oito dias antes de completar 50 anos, Manoel dos Santos morreu miserável e esquecido para passar a ser reverenciado como um dos grandes gênios do futebol.
Mas gênio mesmo, com G de Garrincha.

*Texto escrito originalmente para e publicado no livro "Futebol de muitas cores e sabores", da coleção Saberes do Desporto, Editora Campos das Letras, da Universidade do Porto, Portugal, em 2004. Escrito por Juca Kfouri

12 Semanas para mudar sua vida

Autor Augusto Cury

12 SEMANAS PARA MUDAR UMA VIDA é muito mais que um livro.

É um Programa de Qualidade de Vida. Nas sociedades atuais a solidão está aumentando. O diálogo está morrendo. As relações sociais estão empobrecendo. As pessoas estão cada vez mais cansadas e tristes. Estamos adoecendo coletivamente. Este livro traz um programa que: Apresenta ferramentas psicológicas que contribuem para educar a emoção, vencer o estresse e prevenir a ansiedade e outros transtornos psíquicos.
Contribui para resolver conflitos sociais e construir belíssimas relações entre pais e filhos, professores e alunos e colegas de trabalho.
Estimula a formação de líderes empreendedores e de pensadores criativos, tolerantes, tranqüilos, que pensam antes de reagir.
O autor desvenda a complexa teoria da Inteligência Multifocal traduzindo-a de modo simples para que qualquer pessoa possa ter acesso às suas ferramentas psicológicas usando-as para vencer o estresse, enriquecer as relações e levar o ser humano a ter sabedoria, a contemplar o belo, a se apaixonar pela vida e pela espécie humana.
Como referencial esse livro usa o homem Jesus Cristo, que viveu as funções mais importantes da inteligência, que fez da arte de amar uma fonte de saúde psíquica e que apostou cada minuto da sua vida no ser humano.
São 12 leis da Psicologia trabalhadas com simplicidade para que possam ser amplamente aplicadas na vida diária, transformando o conhecimento em experiência.
É uma prática existencial para ser exercitada por todos aqueles que querem conhecer o seu próprio ser e dar um salto na sua qualidade de vida.

Nascido em 02 de Outubro de 1958, em Colina-SP, Augusto Cury é casado com a Dra. Suleima Cury, com quem tem duas filhas. É psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Desenvolveu uma das poucas teorias mundiais, sobre o funcionamento da mente e a construção do pensamento, chamada Inteligência Multifocal. É pesquisador na área de qualidade de vida e desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos.Desenvolve na Espanha pesquisa em Ciências da Educação na área de qualidade de vida. Dr. Cury é conferencista em Congressos nacionais e internacionais. Seus livros estão sendo publicados em vários países do mundo todo e têm sido adotados em universidades e utilizados em pesquisas e teses de pós-graduação em Psicologia, Sociologia e Ciências da Educação.Dirige o Instituto “Academia de Inteligência” que dá treinamento para executivos, educadores, médicos, psicólogos, advogados, universitários e qualquer pessoa interessada em abrir as janelas de sua mente, expandir as funções mais importantes da inteligência, educar sua emoção e melhorar sua qualidade de vida.

Flagrantes da Confraternização: Wilma

Wilma na AFA uma das sócias mais ativas. Participa da atual Diretoria.



Alimentos desintoxicantes


A alimentação desintoxicante não tem o propósito de manter a pessoa alimentada ao longo do dia, mas sim de facilitar a saída de todas as suas toxinas e excessos.


O consumo indiscriminado de açúcar refinado e alimentos industrializados, com sua enorme carga de aditivos para aumentar durabilidade e aparência, e de alimentos contaminados por agrotóxicos é, em grande medida, responsável por muitos males. Some-se o ar poluído, águas contaminadas, o estresse da vida urbana, que enche o corpo de doses exageradas de cortisol e adrenalina, e o coquetel de intoxicação está preparado.


Por isso, fazer uso freqüente de alimentos desintoxicantes, na forma de sucos e chás, e também realizar atividades desintoxicantes, como a meditação, exercícios corporais e de respiração, são atitudes valiosas na jornada rumo ao corpo saudável.


Veja alguns exemplos de alimentos que auxiliam na desintoxicação, ou seja, na eliminação dos excessos. São alimentos crus e frescos, ricos em água e fibras naturais:

- Frutas- Folhas verdes- Brotos- Legumes (berinjela, abobrinha, pepino)- Raízes (cenoura, beterraba, inhame, bardana)- Sementes (linhaça, gergelim, girassol)

É preciso lembrar de beber muita água e chá verde, que, além de eliminarem os excessos, ajudam na hidratação e manutenção das células do organismo e da temperatura corporal.


Fonte: site UOL; Nutricionista: Renata Riciati

Grosso, EU?!!?

Grosso, EU?!!??
Tomara que você não faça parte da galeria de tipos grosseiros que existem por aí.
Começo de ano é sempre tempo de tentar fazer a coisa certa. Mudar o comportamento no trabalho, por exemplo, é um bom tema a ser explorado.
Já perceberam que toda figura inconveniente se acha o máximo e está sempre pronta para emitir um comentário ácido sobre os outros? E que ela mesma, a mais errada de todas, é incapaz de se olhar no espelho? Dê uma olhadinha nessa galeria de tipos grosseiros. Estes são os piores porque não acreditam que incomodam as pessoas:

O CHAMINÉ
Esse é aquele sujeito (ou sujeita!) que, apesar de trabalhar com outras pessoas em uma sala que tem todas as janelas lacradas por causa do ar-condicionado, insiste em fumar um cigarro atrás do outro e ainda olha torto para quem ousa reclamar.

A CHEIROSA
Nessa categoria estão as moças que, todo santo dia, logo depois do banho, se entopem daquele perfume francês caríssimo. A fragrância escolhida costuma ser chique - o problema é que avisa sobre sua chegada muito antes de elas colocarem os pés no escritório. As perfumadas sempre acham que estão abafando - e estão mesmo! Entre um espirro e outro, os alérgicos do escritório é que o digam.

O MALA-SEM-ALÇA
Esse profissional com seu astral de urubu está sempre agourando tudo o que os outros fazem. Também é especialista em derrubar os projetos que são propostos para realizar alguma melhoria na empresa. Muitos o chamam também de "caixa de papelão molhado", porque, assim como as malas sem alça, são difíceis de carregar.

O SR. TESTOSTERONA
Quase me esqueço daquele tipo que, ao ver passar uma cliente, uma colega ou qualquer pessoa do sexo feminino, tece comentários com teor de cantada e dirige seus olhares para as partes mais íntimas do corpo dessa mulher. Esse, além de mal resolvido emocionalmente, é um grosso hors-concours.

O NERVOSISMO
Um profissional assim é daqueles que estão sempre prontos a ter um ataque de raiva. Assim como os colegas, tem um monte de problemas pessoais para resolver, mas, diferentemente deles, acha que o mundo deve ser compreensivo com ele. Resultado: não sossega enquanto não azeda o dia de todo mundo.

Não é preciso fazer muito esforço para acrescentar mais alguns tipos a essa lista. Tomara que não, mas, caso alguma dessas carapuças tenha servido em você, tome uma atitude e mude rápido. Sua vida e seu trabalho vão ficar muito melhor. Como cantava Elvis Presley: "It's now or never". É agora ou nunca, meu amigo!

Fonte: Exame - 30 Lições de Etiquetas - Por Célia Leão

sábado, 19 de janeiro de 2008

Quixadaenses


Meus amigos

Peço que entrem no site

www.youtube.com

Escrevam no retângulo:

Passeio no açude do cedro
Ou
Pedra do cruzeiro
Ou
Quixadá
Ou
Serra do estevão.

No final, cliquem em Search (que está logo a seguir)

É para matar as saudades.
Um bom final de semana


Enviado por Arlindo de Almeida Simões, Fortaleza ou Quixadá/Ce

AFA KIDS


Qual é o cúmulo da tecnologia?construir um submarino conversível.


Qual é o cúmulo do egoísmo?R: Não vou contar, só eu que sei!


Qual é o cúmulo do futebol?R: Fazer um gol e errar no replay.


Qual é o cúmulo da paciência? R: Varrer a areia da praia.


Qual é o cúmulo da organização?R: Toma sopa de letrinhas em ordem alfabética.


Qual é o cúmulo da curiosidade?R.: te conto amanhã!


Qual é o cúmulo da rapidez?R.: subir até o alto de um prédio de 20 andares pela escada, cuspir, descer e chegar na rua antes do cuspe.


Qual é o cúmulo da paciência? R.: tentar tomar sopa de garfo.


Qual é o cúmulo da sorte?R.: ser atropelado por uma ambulância.


Qual é o cúmulo do absurdo?R.: passar manteiga no pão de açúcar.


Qual é o cúmulo do astronauta distraído?R.: bater a nave e dizer que foi por falta de espaço.


Qual é o cúmulo de ser baixinho?R.: subir na escada para amarrar o sapato.


Qual é o cúmulo da burrice?R.: abrir o lápis para ver se sai letrinhas.


Qual é o cúmulo da burrice? R.: espiar pelo buraco da fechadura de uma porta de vidro.


Qual é o cúmulo da burrice? R.: dois carecas brigando por um pente.


Qual é o cúmulo da burrice? R.: tirar par ou ímpar no espelho e só pedir ímpar!


Qual é o cúmulo da rapidez?R.: apostar corrida em volta da mesa e chegar em primeiro lugar.


Qual é o cúmulo da rapidez? R.: correr em volta do poste e conseguir pegar você mesmo.


Qual é o cúmulo da rapidez? R.: trancar a gaveta com a chave dentro.


Qual é o cúmulo da força?R.: dobrar a esquina.


Qual o cúmulo da força? R.: fazer tricô com a linha do trem.


Qual é o cúmulo da dor?R.: escorregar num escorregador de gilete e cair numa piscina de álcool.